Skip to content

Voltar ou não voltar?

22/02/2009

bz2
Glenda Dimuro
Sevilla, Espanha

841826574_f8a3205020_o

Volto ou não volto? Volto! Não, não volto ainda… ainda…

Quando a gente mora tão longe de “casa” sempre que acontece algum problema a primeira coisa que vem a cabeça é: o que estou fazendo aqui? Eu quero ir embora! Não preciso passar por isso, blá, blá, blá…

Acho que esse tipo de pensamento é mais do que normal e duvido que alguém que more no exterior nunca tenha pensado um dia (um diazinho sequer) em voltar para o Brasil, em largar tudo e pegar o primeiro vôo para São Paulo. Muitos vêm com a data do retorno marcada, outros largam todo um passado para começar uma nova vida sem hora para voltar. Seja qual for a situação, a tal dúvida volta e meia aparece. Já conheci gente que adiou o quanto pode o seu retorno e outros que contavam os dias para a data chegar, em ambos os casos as pessoas tinham que voltar.

Mas o que acontece com aqueles que não necessariamente precisam regressar? Aqueles que, como eu, precisam recomeçar uma vida nova no Brasil e que bem ou não já possuem a sua vidinha por aqui? É uma decisão difícil. Sempre digo que vai ser mais complicado tomar esta decisão do que um dia foi decidir morar na Europa, muito mais complicado.

Se não fosse a falta da família, amigos e de alguns costumes, eu viveria aqui a vida toda! Adoro a Espanha, sou completamente apaixonada por Sevilla e pela qualidade de vida que tenho. Certamente levo uma vida com menos luxo e conforto, facilmente trocados por uma vida com menos estresse e mais segurança. Conheço novos lugares, outras pessoas e culturas. Por outro lado, um estrangeiro é sempre um estrangeiro, por mais que sejas aceito dentro de uma comunidade. Não falo apenas da burocracia que existe para garantir a sua permanência legal no país, mas também com relação às personalidades. Obviamente um brasileiro é muito diferente de um espanhol, pensamos diferente, agimos diferente, falamos diferente. Não considero que isso seja algo bom ou ruim, simplesmente é assim e sabemos lidar com algumas situações melhor que outras.

A maldita crise pegou a Espanha em cheio e a situação está bastante complicada desde o ano passado. Desemprego, falta de dinheiro em circulação, pavor generalizado. Entre a comunidade de brasileiros que conheço o panorama é desanimador. Muitos não sabem como será o dia de amanhã e se terão que voltar mais cedo do que o planejavam para casa. Ganhar em euro é muito bom, mas quando falta dinheiro, não dá para comer na casa de mamãe e empurrar o problema com a barriga, infelizmente.

A vida aqui não é um mar de rosas, mas recomeçar uma vida no Brasil também não será. Me frustraria muito ter que voltar porque o dinheiro acabou e não simplesmente porque eu quis voltar. Quero muito voltar um dia, mas sinto que esta etapa da minha vida ainda não acabou, o ciclo ainda não fechou e ainda não está na minha hora. Mas enfim, me resta seguir lutando por continuar aqui e manter sempre o pensamento positivo. Afinal, somos brasileiros e não desistimos nunca!

O que eu queria mesmo é que existisse uma ponte aérea Sevilla-Pelotas sem escala e com preço reduzido!

About these ads
38 Comentários leave one →
  1. 23/02/2009 22:32

    Seu desejo é parecido com o meu: antes de morrer queria que inventassem uma maquininha que me permitisse ir passar finais de semana (pagáveis) no Brasil sem me matar com 24 horas de viagem! Hehehehe… Dúvida cruel, essa de voltar ou nao voltar. Enquanto isso, aproveitamos a vida aqui, com todos os seus pontos positivos e negativos!…!

  2. 02/03/2009 1:37

    Muito interessante o que vc escreveu. Muita coisa eu entendo per-fei-ta-mente. Boa Sorte e Sucesso!

  3. Felipe Molon permalink
    29/06/2009 17:48

    Olá novamente Glenda! Agora pouco comentei no título “Onde, como, quando, o quê estudar na Espanha”. Ao continuar lendo seus textos, encontrei este, onde diz que você gostaria que tivesse uma ponte aérea entre Sevilla e Pelotas. Escrevo novamente porque sou morador de Rio Grande, cidade vizinha à de Pelotas! Assim, se prcecisar de algo aqui em Rio Grande, ou até mesmo em Pelotas, só avisar. Só não peça para ir no campo do Xavante rsrsrs
    Forte abraço!

  4. glendadimuro permalink*
    07/07/2009 8:54

    OI Felipe! Valeu…

  5. Rafael permalink
    23/07/2009 14:40

    Legal teu blog, Glenda. Sou de Pelotas e morro de vontade de viajar sem rumo. Aproveita pra dar uma olhada no meu blog sobre nossa cidade: http://pelotaspublica.wordpress.com/

  6. 19/05/2010 9:06

    aiii lendo estes comentario fico ate um poco contente pq vejo que nao e sou eu que penso no brasil…..moro na italia e stou aqui 4 anos e todos os dias quando acordo penso no brasil na familia nos amigos …todos os dias e mesmo assim nao consigo voltar…

  7. barbara permalink
    16/10/2010 15:15

    bem achei seu texto por acaso pois estou procurando forças pra continuar aqui em portugal nao consigo trabalho e ja estou ate legalizada mais ta complicado beijus e se texto me ajudou a refletir mais

  8. Renata permalink
    18/11/2010 13:03

    Glenda, estou passando pela mesma situação! Te entendo perfeitamente bem! Estou em Portugal e estou inclinada a voltar para São Paulo! Enquanto lia seu artido, sentia cada palavra como se fosse minha…
    Força ai!

  9. ERIETE permalink
    06/12/2010 21:27

    Olá,
    vivo em Portugal, mas já estou de malas prontas para voltar,porque eu decidi, que esta vida aqui nao compensa,melhor sermos escravos no nosso país que fora dele.Perdi tudo que tinha aqui,até mesmo a dignidade e a auto-estima.
    Não desejo isto para ninguém.

  10. Ronizia permalink
    14/12/2010 12:54

    é muito interessante,, moro em portugal a 3 anos, eu e meu marido estamos querendo voltar tbm para o brasil março do ano de 2011,, é melhor viver no pais da gente, porque la podemos nos defender dos nossos direito, aqui em portugal nao,, mesmo com documentos aqui nao temos tantos direitos assim nao,, mais fazer o que né,, uma coisa ti falo,, daqui uns anos todos os brasileiros irao embora .. abraçossss

    • Dionisio Cunha Bacelo permalink
      15/06/2012 20:29

      Olà Ronizia, tenho medo qe seja uma pura verdade. Se un dia tdos nos Brazileiros teremos qe ir embora, é melhor qe seje jà. Purqe sta inadmissivel o tratamento qe nos dao.
      Abraçosssssssssssssss

  11. Patrick permalink
    28/12/2010 5:56

    Poxa, achei muito enteressante seu texto está de parabéns é isso mesmo que acontece com agente.
    Mas parei aqui por uma questão de pesquisa de sentimentos(meu namoro) no caso digitei “Voltar ou não voltar?” para vê o que encontro em comum na sociedade na questão dessa duvida que estou sofrendo.

    Mas, uma coisa podemos concluir sem precisar de pesquisas, não somos nada sozinhos, sempre precisamos de alguem por perto que nos entendam e façam agente felizes.

    Abraços.

  12. edy permalink
    29/12/2010 12:42

    Meu Deus, e eu aki na España pensando justamente dessa mesma forma que vcs todos que postaram aki, as vezes cheguei a pensar que estava sozinha nessa, o medo de se arrepender de ficar, ou de voltar é muito grande, estou aki a 6 anos, e também estou muito dividida, porque essa coisa de recomeçar no Brasil me assusta muito!!! Um abraço a todos os brasileiros que postaram aki… e SORTE !!!!!!!!

  13. alzira cortez permalink
    04/01/2011 3:39

    Morei em Londres por 3 ano e 6 meses, amava tudo, mas tinha saudades da familia e dos amigos, pensei…pensei e voltei, ja tem 45 dias e morta de arrependida, eu era feliz e nao sabia.

    • Ana Paula permalink
      14/02/2011 21:56

      Oi, encontrei o blog pois a duvida e a mesma, estou a 7 anos fora do Brasil, sou de SP, desses 7 anos vivi 4 em Portugal, voltei ao Brasil, voltei a Portugal e a dois anos estou em Londres, tive um filho que ja esta com quase 1 aninho e com uma vontade loooucaaa de voltar para o Brasil.
      Mas tdo me assusta, a violencia, a desigualdade social, o ter que comecar de novo…de novo,rs e agr com filho e sem grana pois estou parada a 1 ano por conta do baby.
      Minha familia me apoia…a familia do meu esposo acha que seria melhor ficarmos…
      Mas tenho mais medo de perder alguem da minha familia…e estou tirando deles o direito de viverem com meu filho.
      Que duvida!!!!
      Sou legalizada aqui, tenho todas as regalias, eu gosto daqui, mas meu esposo esta infeliz.
      Raios, antes nunca tivesse saido do Brasil, assim eu nao saberia o que era um lugar bom pra viver,rs.

  14. Eduardo permalink
    17/01/2011 16:24

    Meu amigo, gostei do teu depoimento ai. Mas eu te diria, não volte por nada, eu voltei da NZ faz 3 meses e tenho vontade que um caminhão me destrua num acidente de arrependimento. Conforto, como tu falastes, é menor, mas a qualidade de vida é infinitamente superior, no meu caso me adaptei bem lá, mas por motivos $ tive de voltar. Essas diferenças culturais podem ser positivas, por exemplo, eu sempre ODIEI a política de tirar vantagemd o brasileiro, da falta de consideração pelo próximo, lá na NZ, as pessoas são muito atenciosas, te ajudam e tudo mais. Um dia….quem sabe….consigo voltar…..abração e aproveita essa oportunidade única de estar fora do Rio Grande, álias, AUckland me lembrou Porto Alegre aqui, organizada e com pessoas relativamente educadas, eu te entendo como gaucho também, porque nossa terra aqui não tem igual. Abraço!

  15. Manuela permalink
    23/01/2011 17:31

    Olaa, sou Brasileira e vivo em Sevilla a 4 anos, vim p ca por coisas do destino , tive facilidade em arranjar trabalho “limpando casas” , conheci otimas pessoas e nunca me faltou 1 euro, mais o coraçao fica no Brasil e graças a Deus estou voltando fim d fevereiro, pois aki por mais que agente tente nunca seremos felizes aki e msmo com ou sem os papeis seremos sempre “extranjeiros”……….Amei a experiencia de conhecer novas culturas e aprender outra lingua, mais um bom filho sempre retora na casa,, um abraço e força aos q ainda ficam por aki.

    • Ana permalink
      21/05/2011 9:13

      Olá,
      Como esta voce? Se readaptou bem ou ain da não? Também tenho vontdade de regressar ao Brasil mas,muito receio…

  16. Brazilian permalink
    16/03/2011 17:27

    Eu morei 7 anos no EUA em BOSTON , fiz a M…de ir embora Brasil e nao consegui voltar EUA , conheci meu marido em SP e viemos morar aqui em Lisboa rsrs, mas eu ate q tava gostando de morar de volta no Brasil depois de muito sofrer de arrependimento..Porem agora tenho um bb de 3 meses e a trsiteza de nao ter um parente pra curtir esse momento com a gente, de curtir meu filhinho com minha mae , primeiro neto dela ,so que eu ligo a tv e so fala em assalto , morte no Brasil …..to com duvidas, quero muito voltar ao Brasil mas agora tenho um filho sera que educar aqui nao seria m elhor?

    • 16/03/2011 17:39

      Pergunta que não quer calar… tenho vontade de voltar, mas a violência e a loucura de vida que se leva no Brasil me arrepia.

    • Ana permalink
      21/05/2011 9:15

      É a mesma dúvida que tenho… O que fazerrrrrr??????

      • Dionisio Cunha Bacelo permalink
        15/06/2012 20:33

        como muitos dizen o qe fazer? essa duvida todos a temos infelismente.
        O qe fazer?
        Abraçosssssssssssssssssssssssss

  17. Pedro permalink
    10/07/2011 22:19

    Toronto

    Que bom, acredito que todos os que voltam tem muito o que fazer no Brasil…
    A adaptação ao Brasil é mais complexa do que parece, há muito por fazer e a mentalidade dos brasileiros também mudar, vai demorar uns anos.
    O que podemos fazer nascemos no Brasil…

    Abraços a todos.

  18. Eliezer e Gi permalink
    13/07/2011 16:58

    Olá boa tarde a todos. Eu e meu marido estamos passando pela MESMA DÚVIDAS de vcs todos.Moramos em Portugal há 9 anos, nunca fomos ao Brasil nesse tempo todo.Adoramos viver aqui, mas agora está pesando a falta da família, meus filhos não conhecem ninguém lá. Temos uma casa lá, nada mais, teremos que começar do “0”.Que duvida cruel, ajudem-nos com sugestões!! Bjos a todos..

  19. Maria Ferreira permalink
    07/01/2012 11:10

    HOLA,
    SOU BRASILEIRA, TENHO 41 ANOS, NACIONALIDADE PORTUGUESA E VIVO EM ESPANHA.
    ESTOU VIVENDO NA EUROPA HA 16 ANOS E AGORA COM A CRISE JA NAO SEI O QUE FAZER MINHAS DÚVIDAS AUMENTAM A CADA DIA SE FICO OU SE VOLTO PARA O BRASIL.
    TENHO UM FILHO DE 17 ANOS QUE ADORA VIVER AQUI NA EUROPA E NAO TEM MUITO MEDO DO BRASIL, QUANDO LIGO A TV RECORD SÓ APARECEM MORTES, ASSALTOS E MUITA VIOLENCIA.
    ESTOU DESESPERADA SEM TRABALHO E NAO SEI O QUE SERIA VOLTAR PARA O BRASIL E COMEÇAR DO ZERO, POR FAVOR ME AJUDEM!!!!!
    OBRIGADA!

    • Dionisio Cunha Bacelo permalink
      15/06/2012 20:21

      oi, olhe para saber eu tanbeen stou no mesmo quadro qe voçé. é, o m’mo quadro. Mas na situaçao atual o melhor é o de voltar ao seu pays. Nada de melhor. Sabendo todos nos brazileiros, brazileiras, do que sabemos é o melhor. Quanto a violencia, aos assaltos, aos homicidios, é so saber qe da interesse a muitos, purque essa situaçao foi completamente resolvida, con uma duraçao de trez anos, a saber entre 1987a 1990, para qen qer se sqeçer, nao passa deesa infurmaçao. A falta de trabalho ja existe a algun tempinho ja. Eu ja stou desempregado a uns 6 anos, asaber desde 10/2005. Mas o melhor e o de voltar no pays. Eu o meu caso tambeen stoun a espera qe o consulado do pays onde stou de seu andamento, purqe na hora atual nada a fazer. Espero nao lhe dar , nen lhe inpor preconçeitos, mas a europa sta assin. CURAGEN.

  20. Carlos permalink
    15/01/2012 21:43

    Eu moro na Irlanda faz 2 anos, fiz MBA aqui e tudo, mas tenho aquele visto para recem formados por 1 ano, e nenhum empresa aceita este visto. Eles querem ou o visto de trabalho permanente ou a cidadania. Entao fico no dilema de continuar sujeitando-me a trabalhos fora da minha area. Nao quero voltar para o brazil de jeito algum. Nao vejo meu futuro por lá. O país aqui está em crise, mas na minha area tem diversas oportunidades e com ótimos salários. O que me falta é um visto. Vou ficando por aqui pois a qualidade de vida, o poder de compra, seguranca, é muito grande. Concordo com a Glenda, descobri que nao se precisa ter dinheiro para ser feliz e ter qualidade de vida, percebi as milhoes de futilidades em pensamentos de brazileiros, meu pensamento combina muito mais com os europeus. A única coisa que pesa é a família e amigos, mas tenho que fazer esta escolha de arriscar para ter um futuro humano, e nao sub-humano.

  21. Paulinha G permalink
    12/07/2012 17:23

    Bom, eu estava procurando entender o que eu sinto e acho que o texto da Glenda me fez entender muitas coisas. Eu vivo na Italia praticamente a 4 anos, tenho cidadania, mas toda vez que acontece alguma coisa errada eu penso: o que estou fazendo aqui? Eu quero ir embora! Não preciso passar por isso ….
    O que mais me deixa desanimada com a vida na Italia é que para os italianos um estrangeiro é sempre um estrangeiro, por mais educacao que um estrangeiro tenha ele sempre vai ser estrangeiro. O Italiano nao é completamente diferente do brasileiro, somos povos de sangue quente, um ingles, americano, etc… sao muito mais diferentes dos brasileiros que os italianos, mas mesmo assim italianos ainda tem costumes completamente diferentes dos brasileiros e ainda com toda essa crise muitos ainda tem o nariz em pé.
    Vejo sempre no noticiario brasileiro comentarios sobre novas vagas de trabalho e oportunidades e tenho muita vontade de voltar porque sei que teria muito mais possibilidades de trabalho. Como diz o Carlos eu tambem nao aguento mais continuar me sujeitando a trabalhos fora da minha area.
    Tenho muita vontade de voltar, mas esses dias assistindo o Jornal Nacional na Globo Internacional me apavorei com o argumento: Dicas para nao ser sequestrado. E pensei: Dicas para nao ser sequestrado ?? Meu deus, como se isso fosse a coisa mais normal do mundo e depois me dei conta que SIM, no Brasil nao se deixa a bolsa em cima da mesa do bar enquanto voce vai ate o balcao pegar uma bebida, nao se pode ler um livro dentro do carro enquanto se espera alguem que esta chegando, nao se caminha na rua de noite com tranquilidade sem medo, nao se usa o caixa eletronico sem olhar para todos os lados para nao se distrair e ser assaltando, etc … etc … etc …
    Depois como diz o Brazilian sera que educar um filho no Brasil agora seria uma opcao segura ?
    Por outro lado concordo plenamente com a ERIETE que é melhor sermos escravos no nosso país que fora dele, estou cansada de ser tratada como estrangeira, mesmo tendo um belo curriculo e tendo me esforcado tanto estudando.
    Concordo tambem com a Ronizia que diz: é melhor viver no pais da gente, porque la podemos nos defender dos nossos direito. Aqui na Italia é tudo na base do quem conhece quem, nada funciona por merito e os nossos direitos dependem sempre de por quem voce foi indicado, eu imagina que o Brasil fosse assim, mas descobri que aqui é ainda pior.
    O Carlos falou uma coisa que eu penso muito: depois de morar esses anos na Italia, consigo ver de fora a televisao e a mentalidade do povo brasileiro e a influencia da midia para que o povo continue nao entendendo nada de nada, percebi as milhoes de futilidades em pensamentos de brazileiros, mas meu pensamento NAO combina com os europeus, mas sim com o dos brasileiros pensantes e criticos que ainda existem no Brasil, porque de gente futil a Italia tambem esta cheia.

    A pergunta é: Sera que tenho paciencia pra comecar tudo denovo ?

    • Maria Aparecida de Jesus permalink
      25/07/2012 11:04

      Paulinha,tbm estou nessa duvida voltar ou nao voltar;estou na europa a 9 anos,e gosto muito daqui o problema è o mesmo que alguns ai de cima;MORRO DE MEDO DA VIOLENCIA,sei que pra nos aqui mesmo sendo legalizados seremos sempre os estrangeiros e por mais que tente nunca serei como um cidadao nacional com seus direitos,morei em POrtugal e agora estou na França,aqui è lindo e sem violencia oque na verdade mais me atrai.Mas quero volta pro Brasil pois ja pedir gente amada demais e quero viver com meu povo la com as pessoas que falam a mesma lingua e com quem me viu nasce e a quem eu nao precise provar o que valho,cansei de ser julgada,cansei de preconceitos,mas por outro lado adorei conhecer novos povos e aprendi que nao se precisa de muito pra ser feliz.Oque desejo a todos nos brasileiros è que cada um possa voltar um dia pra sua terra e consiga se superar e permanecer firme no nosso pais !

  22. 03/06/2013 19:47

    OS EUROPEUS ESTÃO NA SITUAÇÃO MELHOR QUE BRASIL, NA SEGURANÇA,EDUCAÇÃO,CULTURA, ECONOMIA, SAÚDE PUBLICA E PRINCIPALMENTE A
    REFORMA PROTESTANTE SAI DOS EUROPEUS. AMERICA LATINA DA UM CAUSO EM TODOS ITEM CITADO ACIMA. DOMINADO PELA TEOLOGIA ROMANA (OS CATÓLICOS COM SUA HERESIA) PARA O BRASIL MELHORA EM MUITO ASPECTO NECESSITA DE MUITO ORAÇÃO. NÃO CONHEÇO A EUROPA, MAS TERIA UM GOSTINHO DE MORA NA
    ALEMANHA , INGLATERRA , DINAMARCA ETC. FINALIZANDO SÓ CRISTO PODE PREENCHER O VAZIO DO HOMEM QUE BUSCA FELICIDADE EM QUALQUER PARTI DO MUNDO. O VIVER É CRISTO JESUS VIVENDO PARA GLORIA DE DEUS. EM QUALQUER PARTI. AMÉM

  23. Mary permalink
    17/06/2013 11:02

    Penso igual a vc.

  24. 17/06/2013 11:14

    Penso igual.

  25. Renata permalink
    17/10/2013 15:42

    Morei em Portugal por 12 anos, voltei para o Brasil vão fazer 2 anos…Que M que eu fiz, tinha casa, vida estabilizada, dinheiro, carro bom. Trabalhava muito, mais com uma qualidade de vida bem melhor que a daqui!!
    Hoje eu e meu marido estamos pensando em vender tudo comprar um apartamento em Portugal e vir ao Brasil só a passeio….
    O Pobre de la, vive igual ao rico daqui, as coisas no Brasil são muito caras, tudo que se vai fazer gasta muito dinheiro, e temos que pensar em andar 40 kms de carro por conta da gasolina, e sem falar dos impostos.
    Enfim não aconselho ninguém a voltar…
    Eu era feliz e não sabia…:-(

  26. 21/10/2013 23:11

    morei em Boston por quase dez anos , tres anos e meio no Brasil , descobri que foi a pior coisa que fiz para mim, minha esposa e meus dois filhos!

  27. 26/11/2013 15:24

    …”Verás que um filho teu não foge a luta’…Sou apaixonado pelo meu pais co “Z” ou “S”, nada sei, e sinceramente não quero saber em viver em outro país, muitos partiram daqui (japão,espanha,EUA, etc) mas depois de tanto sofrimento no exterior retorna à pátria amada idolatrada, salve, salve, BRASIL. Obs. com “S”

  28. Pedro costa permalink
    04/01/2014 18:26

    Gostei tem tudo a ver, ja morei em Madrid e vivo em Londres a 14 anos, vc falou coerentemente bem. Parabens e felicidades.

Trackbacks

  1. ::A “tal da crise” - diferentes perspectivas:: « Mineirinha n’Alemanha
  2. Vontade de voltar a viver no Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 951 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: