Skip to content

Vale a pena morar no exterior?

03/04/2011

Quem é leitor assíduo do Brasil com Z sabe (e quem não é acaba de ficar sabendo) que somos um bando de brazucas espalhados pelo mundo todo. Embora a maioria se concentre pelo Velho Mundo, já tivemos colaboradores da Austrália, Canadá, Argentina, Nova Zelândia, Índia, Venezuela, Estados Unidos, Costa Rica…

Muitos de nós, graças principalmente ao Google, acabamos virando uma espécie de psicólogo+consultor+melhor amigo de quem pretende sair do Brasil. É tanta pergunta que nos fazem, desde marcas de shampoo até homologação de diploma! Mas tem uma específica que mais cedo ou mais tarde, a maioria acaba perguntando: vale mesmo a pena morar no exterior?

E alguns dos expatriad@s do Brasil com Z tentaram responder:

Anita, do blog Greetings from Holland, está na Holanda desde 1999. Hoje mora numa village ao lado de Amsterdam, com sua alma gêmea holandesa que conheceu quando mochilava pelo país em 1998.

A minha experiência é de que “Sim! Vale muito a pena morar no exterior”. Vai ser um ótimo exercício mental sair da sua zona de conforto, experimentar novos sabores, novos climas, ouvir novos acentos. Desligar-se de velhos hábitos, adquirir novos. Aprender a pronunciar sons que você não sabia que podia fazer. Se expressar verbalmente com um novo tipo de logica. Ver que o sol percorre outro caminho no céu, nunca ficando a pino. Ver que as pessoas nascem e morrem de outra maneira. Que muitos homens bonitos e bem sucedidos preferem ter como esposas mulheres nem bonitas, nem talentosas, nem amorosas. Conhecer um tipo de amizade, gentileza e reciprocidade que eu não sabia que existia. E uma rudeza e falta de solidariedade também. Sim, ir morar no exterior é como experimentar uma espécie de morte e começar uma nova vida. “Morte” que pode ser atenuada pela internet, voos ocasionais para o Brasil e um aipim ou feijão preto amigo encontrado em lojas asiáticas. Agora, se você gosta de ser monoglota e tem zero talento pra línguas estrangeiras, quer poder sempre ver seus antigos amigos, pais e familiares com facilidade, já tem um ótimo emprego/carreira, a-do-ra o clima quente e não liga para as mazelas politicas e sociais do Brasil… então, não. Não amigo.  Não vale a pena morar no exterior. Nem por um segundo.

Carla mora em Milão e comanda o blog Sonhos na Itália.

Na minha opinião toda mudança vale a pena. As mudanças proporcionam crescimento e conhecimento. Morar no exterior nos dá desafios únicos, importantes para o amadurecimento, autoconhecimento e bagagem. Afinal, chegar num país que não fala sua língua materna, não tem os mesmos costumes que o seu não é fácil. Uma maneira boa de avaliar é pensar: se eu não tivesse vindo como eu estaria? Provavelmente na mesma rotina do dia-a-dia. Vir morar no exterior traz muitas mudanças rápidas e importantes para nós. Nos faz valorizar nosso país, valorizar amigos e família por tanta falta que nos fazem, nos faz ir à luta e fazer coisas que talvez no próprio país não encararia, fora aprender outra língua, outros costumes e cultura.  Quem tem coragem de deixar família, bens, amigos, tudo para trás e começar uma vida do zero com certeza tem outros valores. E a vida é isso. Aprendizado e crescimento contínuo.

Edu mora na cidade de La Coruña (España) há 7 anos, desde maio de 2004. Escreve vários blogs, entre eles o Edu Explica.

Em muitas ocasiões, alguns amigos do Brasil me perguntaram se valia a pena  morar em outro país. No começo eu dizia que sim. Afinal de contas, é uma experiência imperdível, etc.. Só que depois de um tempo, eu comecei a perceber que esta pergunta faltava uma informação importante: Vale a pena morar no exterior por um tempo ou de forma indefinida? Se a resposta é por um tempo (entre 3 meses 1 ano por exemplo), eu não pensaria 2 vezes e diria que sim. Lembrando sempre que para morar mais de 3 meses (pelo menos na Espanha), você tem que ter pelo menos um visto de estudante. Ficar 3 meses como turista e 9 como ilegal é furada, sem discussões. Agora se a pergunta é “vale a pena morar no exterior definitivamente?”. Sinceramente, esta pergunta não tem uma resposta exata. Pela minha experiência de 7 anos morando no exterior, eu acho  que depende basicamente de 3 coisas: Sua capacidade de se “desligar” da vida, dos amigos e familiares no Brasil. Não se desligar totalmente, mas ter a consciência de que será capaz de viver sem a presença dos amigos e familiares em muitos natais, aniversários e outras datas especiais. Conseguir se adaptar aos costumes locais, principalmente desenvolvendo bem o idioma e por último, mas não menos importante: Ter uma boa pitada de “sorte” em conseguir um emprego que pague as contas, um lar com o mínimo de conforto e uma vida digna que compense a ruptura com o Brasil. Se você não cumpre com estes 3 pré-requisitos, acho que a possibilidade de viver feliz no exterior é pequena.

 

Karine vive na Irlanda, com seu marido irlandês e seus dois filhos. Uma família “half and half”! Escreve o blog ká entre nós.

Eu sou uma pessoa mais prática do que sonhadora e depois de morar fora há alguns anos, seguindo esse padrão de raciocínio te digo que trocar o Brasil por outro país, para valer a pena, depende muito das condições que isso seria feito. Por exemplo, acho loucura se desfazer de bens como imóveis para se aventurar em terras estrangeiras, em qualquer continente esperando por um retorno financeiro que poucos, muito poucos conseguem. Então o que eu quero dizer é bem simples: Vale a pena, MUITO a pena morar fora se o objetivo é ampliar os horizontes, se especializar, adquirir conhecimento, aprender uma língua, se conhecer, conviver dentro de uma nova cultura. Acho que não vale a pena quando o objetivo principal é só e exclusivamente dinheiro e seu círculo de amizades é só de brasileiros. Pode parecer uma opinião “meio fria”, mas ela é baseada em fatos que vi e vivenciei durante esses anos morando na Irlanda. Eu sou do tipo que aprende com o erro dos outros e normalmente não pago pra ver.

 

Renato é um brasileiro que desde 2009 vive na Terra do Tio Sam, em Orlando.

Outro dia vi uma frase interessante em um adesivo em um carro aqui nos EUA. “Home is where your heart is” (lar é onde o seu coração está). Se seu coração está no Brasil, é difícil viver em qualquer outro lugar e encará-lo como lar. Porém, se você não vê mais o Brasil como lar, como no meu caso, a inquietude do coração irá fazê-lo procurar um novo lugar e para mim, viver no exterior não era uma questão de valer a pena ou não. Era uma questão de encontrar um novo lar e quando cada um encontra o seu, seja lá onde for, supera-se os desafios e qualquer “pena” vale.

 

Glenda, do blog Coisa Parecida, mora em Sevilla desde 31 de dezembro de 2005.

Já dizia o Pessoa que tudo vale a pena quando a alma não é pequena. Essa pergunta é tão pessoal, mas tão pessoal que não me atrevo a responder com 100% de segurança. Sou partidária de que devemos ser felizes, não importa onde. Conheço gente que tem a mesma rotina há anos, nunca saiu do Brasil e é feliz da vida! E gente que vive de viagem, pulando pra lá e pra cá que nunca consegue se encontrar! Se você quer experimentar novas culturas, conhecer novas pessoas, falar um novo idioma, e, principalmente, não tem medo de sofrer (de tudo, desde morrer de saudade até sentir o preconceito na própria pele) então o exterior é o seu lugar. Não é fácil construir uma nova vida longe dos “nossos”, muito menos na Europa. Claro que o quesito “sorte” também conta muito, o estar no lugar certo na hora certa, fazer amizades com os “locais” (a vezes mais que amizade!). Enfim, também opino que se todos nós temos a possibilidade de errar – e o direito de corrigir -, e se depois de morar no exterior você perceber que não está valendo a pena, sempre existe a possibilidade de voltar ao Brasil e recomeçar, não importa o que os outros digam.

Anatê mora na Aix-en-Provence, na França, e escreve o blog Persa Brasileiro na Provence.

Conversando com dois amigos há muitos anos atrás um deles me disse que precisava se sentir enraizado e que não pretendia sair nunca de Brasília, o segundo que tinha asas e por isso mesmo sentia a necessidade de voar. O primeiro – depois de passar um tempo no Rio de Janeiro (que detestou) – continua na capital até hoje, o segundo levantou voo para São Paulo e dele nunca mais tive notícias. Acredito que quem cogita morar fora do Brasil, seja por um período mais ou menos longo, entra no segundo grupo. Seja para estudar, mudar de emprego, viver a aventura romântica de ter um estrangeiro como príncipe encantado ou simplesmente ver como o mundo funciona fora do seu quintal, é preciso ter asas. Por isso acho que a resposta para a pergunta que fazemos nesse post coletivo é sim, vale muito a pena não apenas morar no exterior, mas mudar: de bairro, de cidade, de emprego, de vida. A mudança é ainda mais espetacular quando atravessamos um oceano. E para isso vão ser necessárias duas coisas que acho extremamente difíceis, mas não impossíveis: cortar muitos laços (com parentes e amigos que não vai ver nunca mais, com os hábitos alimentares, com a facilidade de dominar uma língua que você fala desde criancinha, etc.) e reatar outros novos (principalmente com a cultura que se abre para você).  A situação não é simples e exige pesquisa, planejamento, organização, uma boa poupança, trabalho, discernimento, perseverança, e muita, mas muita paciência mesmo. Mas se você tem asas, voe e faça do céu o seu limite. E quem sabe, um dia, vai criar raízes quando encontrar a sua casa, como eu.

Barbara já morou em diversos cantos do mundo, e conta todas as suas andanças no seu blog.

Vale muito a pena morar no exterior! Vale a pena morar no exterior por um tempo, descobrir coisas novas, começar uma vida do zero, com todas as maravilhas e os desafios que essa aventura traz! Vale a pena pisar novas terras, respirar novos ares, provar novos sabores… Vale a pena sentir saudade – e valorizar mais o que tínhamos no Brasil… Vale a pena conhecer gente nova, aprender um novo idioma, estabelecer novas rotinas… Vale a pena abrir-se ao inesperado, ao desconhecido… Vale a pena ter essa experiência para então decidir qual é o teu lugar no mundo… se for no exterior, aventurar-se então a viver uma vida por lá para sempre! e se for no Brasil, voltar muito mais rico, com uma bagagem cultural e de vida que vai te fazer mais feliz no Brasil também!

About these ads
297 Comentários leave one →
  1. 03/04/2011 17:44

    Adorei saber a opinião dos outros brazucas!

  2. 03/04/2011 19:25

    Nossa, esse assunto é tão pessoal….acho que antes de tudo digo com absolutamente 100% de certeza que vale a pena VIAJAR para o exterior e ponto. Diversas vezes, para a maior quantidade de lugares possíveis.
    Agora MORAR…e pior, por um tempo indefinido???….humm…decisão pessoal demais….Morar fará você entrar na rotina nesse lugar que você não nasceu, nao viveu e provavelmente conhece pouquissimas pessoas e isso tudo trará as consequências de uma vida em qualquer lugar: aprendizados, medos, angustia, alegrias…
    É um desafio nada fácil, por isso que eu ainda prefiro VIAJAR e experimentar, nem que for só um poquinho, todo o cotidiano desses diferentes lugares por um período determinado….e se eu gostar, ter sempre a chance de voltar…

  3. 04/04/2011 3:41

    (a vezes mais que amizade!) Glenda!!
    Poderia explicar melhor?
    Bjs.

    • 04/04/2011 7:36

      haha..Antônio, a grande maioria dos brasileiros que seguem vivendo no exterior depois de alguns anos é porque encontrou a sua “cara metade” entende? É mais fácil levar a vida por estes lados quando se tem um companheiro ou companheira “local” apoiando, principalmente psicologicamente (te ajuda a se inserir melhor, com certeza).

      • Esmenia permalink
        16/10/2011 21:59

        É verdade. Conheço muitos brasileiros que ainda estão no exterior pq se casaram…mas o desejo é sempre de voltar,mas não é o desejo de todos,claro! Eu vivo no exterior há 10 anos,vim sozinha e sem apoio de ninguém e nunca quis me casar…apesar que sempre teve quem quisesse viver comigo,principalmente imigrantes…aquela coisa de um ajudar o outro.
        Nunca entrei nessa.Trabalho sempre com o objetivo de viajar nas férias…viajei muito mas nunca fui ao Brasil.
        Digo que viver no exterior vale a pena…morremos e nascemos mais fortes.

  4. 04/04/2011 7:32

    Karine, tambem gostei. Gente, no meu caso eu nao planejei que “ao morar no exterior teria que ser Holanda”. Eu conheci um holandes num club, o Odeon, quando passei por Amsterdam e uma holandesa decidiu ir la comigo. Quando voltei ao Brasil ele foi me visitar meses depois, e comecamos a ter uma paixao e relacionamento a distancia. O emprego dele era (ainda e’) super estavel e prometia, e eu andava dando murro em ponta de faca com minha carreira no Brasil. Por isso decidimos que eu me mudaria para la.
    A Holanda me cai bem pela organizacao, alto nivel educacional, limpeza, eficiencia do transporte, muito internacional. Claro que eu sofri muito com a lingua, a distancia e rigidez das pessoas, a ma (alias, pes-si-ma!) percepcao que o estrangeiro tem em geral do Brasil e brasileiras. Mas acho que superei tudo isso e me impus levando uma vida de trabalho, estudo e estando com minha casa aberta aos amigos e familia do meu marido. E ainda vou superar muitas, muitas coisas mais.

    • Selena permalink
      14/10/2011 3:24

      Oi Anita! Estou mudando para Holanda – Roterdã no próximo mês, mas já estou sentindo uma saudade imensa da minha família! Já estive aí por duas vezes e gostei. Não poso ficar parada!! Como é o mercado de trabalho aí? Nosso diploma aqui no Brasil ajuda?? E na fase inicial, de adaptação, você poderia me contar um pouco da sua experiência? Dicas para superar a fase inicial de saudade! Ir para passear é diferente de ir para ficar, então, estou aqui com toda coragem para essa nova fase de minha vida. Um grande abraço e aguardo resposta. Atenciosamente, Sel

    • 29/02/2012 12:25

      oi Anita eu me casei com um italiano ha 7 meses, vivo em Genova, mais tenho uma filha ainda no brasil que pretendo buscar em dezembro, estou estranhandoooooo muito, minha profissao era boa no bRasil logicooooooo que nao ganha rios de dinheiro mais vivia normal sou cabeleireira, aqui e muito diferente vc precisa ser mais que perfeitooooo, so aceitam diploma deles, enfim estou em adaptacao, estudo ingles e italiano………o que sinto mal e pq agora nao trabalho …sempre fiz isso e nao vou me adaptar com outra forma,,,pensei ate em mudar de profissao comecar realmente do zero….estou muito perdida …..

      • Glaucia permalink
        31/03/2012 15:04

        Anita, já passei por essa situação, realmente é desconfortável, mas você poderia estudar para ganhar um diploma dentro da sua profissão, além de resolver o seu primeiro problema, ajudaria a conhecer pessoas novas e estabelecer novos laços.
        Boa sorte.

      • 31/12/2012 0:29

        poxa cinthia imagino como se senti e como se fosse um peixinho fora dagua mais nada com o tempo vc consiga se adaptar ao local boa sorte e que deus te ilumine ha um feliz ano novo pra vc e toda sua familia

    • 10/06/2012 22:14

      Quanto ao mercado de trabalho na área de Engenharia Civil, Bio-medicina ou/e outras áreas, enfim, é fácil? É difícil? Explica-me!

    • MARIA DE FATIMA permalink
      09/10/2012 1:11

      ESTOU NAMORANDO UM HOLANDES E ELE JA VEIO AQUI NO BRASIL ME CONHESCER E EM BEVE EU PRETENDO IR VIVER COM ELE, MAIS VEJO QUE AHOLANDA É RÍGIDA E TENHO MEDO DE NAO CONSEGUIR FICAR LA, ME DA DICAS E SE PUDER ME CONTA COMO VOCE CONSEGUIU FICAR NA HOLANDA. KISSES

    • maria correia permalink
      08/09/2013 3:10

      muito legal amei seu depoimento, só não concordo com uma coisa, preconceito, acho que o preconceito do nosso próprio país é muito pior dos que dos outros, pois não tem pessoas mais preconceituosas com os sue proprios conterrâneos do que os nossos, e não é do outro lado do oceano não é aqui mesmo, . Veja EXISTE MAIS PRECONCEITO( QUE DÓI NA ALMA) do que o dos paulista , mineiros etc com os nordestino, se é pera sofre por causa de preconceito que seja de quem não tem mesmo nosso sangue, é mais respeitoso e dói muito menos
      Eu sempre sonhei morar no exterior, amei e amo Portugal, principalmente a cidade do Porto, não tive oportunidades de morar lá passei 48 dias, mas te digo de todo coração, ( hoje mais não pois tenho filhos sozinha que ainda depende de mim ) mas o preconceito que sofri em Portugal foi muito menos doloroso, do que do povo do Brasil.o Nosso país infelizmente ,não se dar conta do que tem, do respeito , do amor ao próximo, embora seja um país que tem tudo isso , mas não sabem dar valor, hoje com a idade que tenho não teria mais coragem de aventurar uma vida lá fora, ou talvez se tivesse uma maosinha até que iria, mas o sonho maior adormeceu um pouco mais, O Brasil só é bom , para quem tem uma boa conta bancária, pois o gerente, vem lhe buscar na porta do banco, seu chefe lhe manda flores, embora vc chegando 9 horas para trabalhar, sem dar valor a nova planilha que vc fez para melhorar seu trabalho, não se fala em cultura, há não ser nos politicos que roubão nosso dinheiro todo dia , nas favelas que foram invadidas e seus filhos mortes , e o processo nas gavetas dos forum, qdo existem, que Brasil é esse, para se ter saudades, que ninguém pode ir ao cinema com um relógio que trabalhou tanto para comprar e com um segundo pode pagar com tua vida o preço dele. amigos minha gente se faz em toda parte do mundo e familia só para fotos, qdo a máquina não estar quebrada.
      Nunca morei no exterior não, mas vou morrer com esse sonho, mesmo sofrendo todas as dificuldades, e preconceitos do mundo , vale sim apenas morar no exterior, não nesse Brasil, que não respeita nem a ele mesmo e nem honra seu próprios valores.
      PRECONCEITO É O QUE TEMOS AQUI DENTRO MESMO , NÃO LÁ FORA.
      BJS

      • Isabel Cristina permalink
        27/10/2013 19:33

        Maria !!Adorei a sua resposta e hoje me vejo nessa situação sou casada com um cidadão Brasileiro com cidadania Portuguesa,e como vc disse sou do Rio e moro no Nordeste e o preconceito existe em todo o Brasil.Meu marido quer se aposentar para irmos embora de vez do Brasil,por causa da violência que esta em 1 lugar na nossa lista de preocupação. E como os nossos 3 filhos,tbm querem ir embora por causa do medo, com certeza iriamos morar no Porto,pois foi onde a minha sogra nasceu.A minha pergunta é ? Não somos mais novos temos 52 e 61 anos e filhos de 18,21 e 25.Vc acredita que nos conseguiríamos viver lá,deixando todos os nossos familiares para trás,pois já estamos a 10 anos longe de todos.Quanto ao clima e a saúde para a nossa faixa etária,pois nós não iriamos trabalhar mais. Vc acha que iriamos nos adaptar.Não temos imóveis,mais venderíamos tudo que temos na nossa casa inclusive carro.E os meninos será que iriam gostar de lá,são todos bem estudiosos,e isso é uma das coisas que me atraem muito,pois creio que adorariam a vida cultural de lá. Me de uma luz,ou voltamos para o Rio de Janeiro,ou daqui de Fortaleza iriamos direto para Portugal ???

      • Nelson Araujo permalink
        23/04/2014 5:30

        Engraçado amiga Isabel, sua história é bem parecida com a minha. Eu sou do Rio e morei 13 anos em Recife, separei-me e retornei a residir em Recife entre 2010 a 2012. Possuo 2 filhos lá e 2 filhos aqui no Rio. Estou entrando com o processo de cidadania portuguesa para mim e a família. Tive a oportunidade de conhecer Madri, Barcelona e Lisboa, porque trabalho embarcado. Estou montando ou melhor “projetando nossa vida”, claro em comum acordo com minha esposa. Para saírmos do Rio de Janeiro com muita força. Tudo o que você disse eu assino embaixo sobre preconceitos e tudo mais. A minha dica é vá direto para o Porto é uma bela cidade eu vejo como uma das mais “flexíveis e modernas de Portugal”, creio que irá gostar muito. Sobre o que as pessoas comentam sobre a frigidez do europeu, eu creio que seja pela educação e cultura. Aqui nós estamos acostumados a comunicar-se pegando, é uma comunicação de muito tato, lá um simples aperto de mão ou gracias, thanks ou obrigado já é o bastante para demosntrar generosidade. E também a vida é mais comedida, ou seja, você tem mais privacidade. Lá fora as pessoas também se reunem, fazem festas, comemoram, aqui o calor humano é bacana, mas em muitas vezes torna-se anarquia. Ando obsevando imóveis pelo OLX.pt e Remax e tem muitas ofertas boas. Alugar inicialmente é uma boa opção e pessoas aposentadas são bem-vindas pela estabilidade financeira. Possuo um amigo oficial que aposentou-se pelo Exército e foi embora com a família e encontra-se muito feliz. É como ele diz que as coisas inicialmente são complicadas pela saudade e tal, mas depois que acostuma …Eu gostei muio da Espanha, achei Barcelona bem melhor que Portugal, a vida lá é mais leve digo no sentido de ser mais moderna e mais calorosa, lembrando por vezes o Brasil. Mas em qualquer lugar que vocês forem em termos de qualidade de vida será lucro. A tendência de nosso país é piorar por conta da inflanção que deverá detonar diversos setores brasileiros..entre em sites de supermercado como Continental, Carrefour, Assista vídeos do youtube. coloque assim “O mundo segundo os brasileiros e irá abrir experiência de brasileiros que residem no exterior, seja morada fixa, estudos ou negócios.
        Boa viagem a vocês, talvez quem sabe nossas família encontrem-se por lá.
        Nelson Araujo.

  5. Jéssica permalink
    04/04/2011 15:49

    Desde pequena sempre disse que ia morar fora do país, sempre tive sede pelo novo e isso é o que me motiva a ainda querer morar fora. To começando a faculdade agora e digo que assim que terminar eu vou partir em busca desse sonho, nunca morei no exterior mas tenho amigos que já foram e cada um diz uma coisa: um diz que a saudade fala alto demais e que não consegue ficar muito tempo longe do BR , uma outra amiga tá morando no Canadá e diz que não quer mais voltar porque encontrou o seu lar. Essa decisão é realmente muito pessoal. A minha decisão acho que já foi tomada a muito tempo, eu pretendo ir mas ficar no máximo 1 ano, acho que sou o meio termo : não tenho medo de ir e ficar um tempo, mas sei que a saudade vai apertar e não fico mais que 1 ano em qualquer lugar que seja.

  6. 05/04/2011 19:42

    Adorei!!!E gostei mais ainda de ver que para a maioria aqui, toda essa experiência está valendo a pena. =D
    Bjs,
    Manddy
    http://tourdubaiguide.blogspot.com

  7. 05/04/2011 19:55

    Glenda tenho certeza de uma coisa…
    Hoje passeando por umas ruas aqui no bairro do Jaraguá, comecei a refletir sobre o depoimento de todos voces que moram no exterior.
    Porém com uma ressalva, quando pensei no exterior, pensei na Europa, EUA, Canadá ou Japão, ou países próximos que tenham melhores índices de educação, como Argentina, Chile ou Uruguai.
    Andando pelas ruas daqui do bairro, me deparei com sujeiras, matagais tomando conta dos passeios, praças sujas e abandonadas, e cocô de cães por toda parte…
    Chego num posto de saúde, e o povo como que largado a mercê da própria sorte e reféns de suas ignorâncias…
    Se no exterior onde voces vivem for o contrário de tudo isso, digo com todas as letras e maiúsculas: VALE A PENA MUDAR-SE SIM E VIVER O RESTO DA VIDA NO EXTERIOR!!!!!
    Me perdoem os “nacionalistas de plantão”, mas aguentar Zeca Pagodinho, malandragens, jeitinho, vantagem em tudo, e toda essa babozeira da televisão brasileira, que denomino de cultura makumbuca, vale sim viver na Espanha, França, Itália.
    Me perdoe Glenda se desabafei.
    Bjs.

    • 06/04/2011 5:26

      Isso é o que eu me refiro, Antonio. O Brasil se gaba por ter um PIB entre os melhores do mundo e a população ai, às margens do oba oba, alienada de tanto ver bunda e música ruim na TV.

      • Pepe permalink
        30/04/2012 6:46

        Oi Glenda, este comentario seu foi infeliz. Eusto fora a 20
        anos. Morei nos EUA and agora a 15 anos na Suiça…aprendi
        muito fora do Brasil. Bunda se ve no Brasil porque se tem,
        fora dele isso eh algo muito dificil de encontrar. Olhe a
        Pipa (Irma da duqueza casado com o principe Willian), a mulhe
        nao tem bunda eh comemorado como algo sobrenatural… Musica
        ruim sempre vai ter e passar porem a musica Brasileira realmente eh a melhor do mundo sem duvida. E o resto eh o resto. Nunca perdi tempo ouvindo ou vendo o que nao gosto na TV. Nao voe tao alto, um dia a realidate te pega e o tom bo vai ser grande.
        EU: Lavei prato nos EUA a na Suiça, hoje sou gerente de um gerente de contabilidate (time de 7 contadores europeos) de uma firma bem conhecida mundialmente..

    • 06/04/2011 8:13

      Antonio, com essa terminologia “makumbuca” voce explodiu ! Meu pai emprega o conceito “afro-tupi-guarani”, minha irmã usa a expressão “cultura da palhoça” mas a sua e’ , de looonge, a melhor de todas !

    • RenatoAlves permalink
      08/04/2011 13:59

      Antônio
      Que bom que eu lí seu comentário porque quando eu meto o pau no Brasil recebo uma chuva de tomates podres dos “patriotas de plantão” como você disse. “Às vezes” eu falo, Brasileiro é como Adão e Eva, vive pelado, descalço, dorme no chão à mercê das intempéries e das balas e perdidas e a inda acha que vive no paraíso. Enquanto as pessoas estão sofrendo como você disse, o povo e o governo gastam milhões com o carnaval idiota todos os anos e agora irão gastar 16 BILHÕES com a Copa e as Olimpíadas.
      O Lula – governante do povo – andava (e anda!) de terno Ricardo Almeida (15 mil reais cada) e ninguém fala NADA.
      Por não aguentar mais ver tudo isso que eu saí do Brasil e acho que VALE a pena SIM!!

      • paulo permalink
        24/03/2012 15:49

        Feliz de voçes amigos que conseguiram serem arrebatados desse inferno tropical que aqui, concidere-se estarem na gloria aqui está cada vez pior o LULA falo falou mas isso só quando estava na militancia depois que chegou no governo que provou do poder e das delicia aderiu o rabalheira a primeira coisa que fez foi itimar ao governo italiano dupla cidadania para todos os cangaçeiros comedor de calango de sua familia, imaginando muito em breve uma guerra civil no seu governo não fez nada pelo pobres a não ser um missera bolsa famila de $72.0o para os fracassados que se enchem de filhos sem ter condiçoes e planejamento se ele fez algo no seu governo então foi para os ricos porque para nos população que busca uma vida melhor não sentimos diferença alguma continua tudo na mesma merda, agora no governo dele os cangaçeiros ganharam poder a lei do analfabeto que virou presidente no brazil agora e assim 1-pode matar é só pagar fiança e sai, não existe mas respeito ao proximo , todo mundo agora tem um preço, transporte publico precario, saude um lixo ser o doente não tiver dinheiro pode ter certeza no Brazil ele morre,na cultura somos obrigados a ver tudo que a ditadora da globo apresenta na era lula a maldita tv do desgraçado do roberto marinho ganhou mas poder agora eles manipulam tudo exp. tv acabo emissoras de radio só vemos e ouvimos o que a globo acha interessante o Brazil na era Lula VOLTOU A SER TERRA DE CORONEIS aqui negros, nordestinos , homosesuais não tem direito a nada gente o inferno e aqui estou trabalhando há 2 anos para fugir daqui socorroooooooooooooooooooo.

    • Bruno Almeida permalink
      10/08/2011 19:09

      Bem, eu penso como você Antônio. Cara eu sofro demais com as esculhambações que vejo aqui no Brasil. Infelizmente não vivemos em um país sério, é por isso que nossa principal festa é o Carnaval, a festa da desorganização onde tudo é permitido, o povo dirige embriagado, mata, morre, como diz aquela música da Legião Urbana Perfeição,”Vamos comemorar como idiotas a cada fevereiro e feriado,todos os mortos nas estradas,os mortos por falta de hospitais…” que para mim é a cara do Brasil.
      Eu gostaria de morar em um lugar organizado, onde meus direitos fossem respeitados, onde a lei fosse cumprida, onde eu pudesse andar pela rua sem preocupação com assaltos, saidinha bancária, sequestro relâmpago, bala perdida. Gostaria de ver todos com direito à educação e à uma saúde de qualidade, mas no Brasil, o povo acha que tem que se dar bem, e quem tem a oportunidade deve desviar, superfaturar, enfim embolsar o dinheiro público, e por isso somo a sétima economia do mundo e o governo ainda diz que não tem recursos para garantir serviços básicos essênciais de qualidade.
      Pelo que percebo o difícil de viver fora é o fato de que você sempre será visto como uma estrangeiro, e não será um cidadão pleno na nova terra, por isso acredito que para quem contitui família com um nativo fica mais fácil, pois passa a ter plenos dirreitos.

      • Ernesto permalink
        06/04/2014 12:12

        Pior é você se sentir um estrangeiro em seu próprio país. Falo a língua com fluência, estudei, trabalho com afinco, pago regiamente e regularmente meus impostos, tenho mestrado, entre outros cursos.
        E o que recebo em troca? Impostos escandinavos, serviços públicos e privados de péssima qualidade, povo mal educado, preços dos produtos exorbitantes, péssimo salário, falta de leis tanto no campo criminal como no campo civil, falta de legisladores competentes, corrupção astronômica e sem punição, bolsa para todo tipo de pessoa que não trabalha ou prejudica a sociedade, como presidiários, “gateiros de luz, água”, pessoas que tem emprego e não trabalham, policiais corruptos, nossa, essa lista não para…

        Fazer um obra no meu apartamento, como traca de um piso e retirada do vazamento do meu vizinho de baixo vai me custar, integralmente, o salário de 3 meses, como se eu não tivesse outros custos correntes como condomínio e contas de consumo… isso sem falar na alimentação e etc…

        No Brasil está cada vez mais difícil viver… Como vou sobreviver aqui, mesmo com o meu mestrado? Decidi passar a ter um segundo emprego, vou dar aulas na universidade, para ver se consigo me manter e fazer uma reserva para me mudar daqui, pois está muito complicado mesmo.

        Se o burro é bom, carga nele… Sou apenas mais um burro, nesta terra onde a ditadura petista avacalha com tudo, com o apoio de todos os partidos remanescentes, não há um partido político sério.

        A corrupção e a procrastinação das autoridades andam abraçadas com as expectativas do povo, a solução é se auto exilar, pois não me sinto mais sequer um brasileiro!

        Onde está aquele orgulho do gaúcho de ser um brasileiro com honra e dignidade, lutando por suas terras e por sua cultura?

        Onde está aquele povo nordestino que nunca desiste de tratar aquele solo miserável e tirar dali o seu ganha pão, mesmo sem apoio das autoridades e os roubos sucessivos das eventuais ajudas enviadas?

        Vi um sujeito na televisão, em frangalhos, com roupas que um mendigo nas capitais se recusaria a utilizar, rosto talhado pelo sol e pelo tempo…

        Perguntado a ele, pela repórter, o que ele fazia com o bolsa-família, ele respondeu que não ganhava, porque ele era, para o governo, “empresário”, pois tinha alguns alqueires de uma terra seca e infrutífera e um monte de carcaças de gado espalhadas por seu terreno, apodrecendo ao sol e servindo de alimento para os abutres.

        Onde está o amazonense e acreano, provenientes, em sua maioria, do nordeste brasileiro, que enfrentaram doenças, guerras, roubos, estupros e índios e asseguraram esta terra nobre ao nosso território?

        FIM!!! MORTOS!!! Acabaram, foram-se para sempre… Sentir orgulho de que? Não há valor ao trabalho no Brasil.

        Quando a maioria dos burros morrerem ou saírem do Brasil, quem vai sustentar essa massa de miseráveis e inúteis (aqueles que possuem emprego e não trabalham)????

        Só quero viver em um país onde as leis funcionem para quem é justo, honesto e gosta de trabalhar, onde eu encontro isso?

        Sei que não há lugar perfeito, mas aqui no Brasil está muito difícil mesmo…

    • Frank permalink
      30/09/2011 16:31

      Oi Antonio, entendo perfeitamente o que você mencionou. Realmente é frustrante toda a falta de cuidado de praças, ruas, gramados, e também o que se encontra disponível na televisão (que por sinal tem uma influência enorme na população). Porém….a experiencia de uma vida no exterior está muito acima de uma infraestrutura perfeita, ou nível educacional que o país oferece. O viver no exterior influencia nossas vidas no contato humano que temos, o que chamamos de calor humano, integração e o que difere em cada país e que é um fator decisivo na hora de continuar vivendo no país ou voltar ao país de origem. O Brasil tem vários problemas éticos, infraestrutura, educacional, ainda que frustrante não é suficiente para fazer valer a pena uma vida em um país rico. O Brasil tem calor humano, o que falta em muitos países ricos. Temporariamente iria te satisfazer, mas depois tudo é visto como algo normal. Mas a falta de calor humano….é complicado. Como já disseram, vale a pena quando se tem a curiosidade de conhecer outras culturas, se tem facilidade em aprender outras linguas, estar com a mente aberta, aí sim vale a pena morar no exterior.

    • Jupiara Lima Michel permalink
      20/12/2011 17:41

      à Antonio Lidio.

      Acho que as vezes existe muito deslumbramento da parte dos brasileiros quando se fala da vida fora do Brasil.Eu moro ha dez anos aqui na França,e encontro sim Antonio sujeira nas ruas,sobretudo coco de cachorro porque existem muito mais apartamentos que casa na cidade onde moro:Le Havre,regiao da Haute-Normandie.Existem também pessoas mal educadas,que por exemplo nao cedem o lugar no onibus para idosos,etc….As vezes me pego rindo sozinha e me lembro de todas as vezes que eu também critiquei o Brasil,e digo pra mim mesma:”Meu Deus,aqui também existe isto?”E pasmem têm também miséria ,desemprego,bairros sujos.Por exemplo,visite alguns bairros do banlieu(suburbio) de Paris,saia um pouco do circuito turistico e você vai ver que a França nao é so a Tour Eiffel,queijos,vinhos,Cote D’Azur.E mesmo se eles vivem uma vida muito mais estavel que a nossa;nao podemos esquecer que esta conquista se deu nao do dia para a noite ,mas através de séculos,revoluçoes e muito amor ao proprio pais.Talvez que daqui ha alguns anos estes paises nao serao tao ricos assim;so olharmos as dividas e a bancarrota de paises como a Italia,Espanha,Grécia,Portugal,sem citar os paises do leste-europeu onde existe muita miséria,alto indice de desemprego,de alcolismo,etc…Existeminumeras coisas que sao melhores ,vais avançadas do que no Brasil,mas quando comparamos ,nao têm muito sentido pois a historia de cada pais é unica,como a de cada individuo.Viver em outro pais deve nos dar uma visao mais aberta da vida,nos enriquece culturalmente,financeiramente podemos ter uma vida melhor ,mas é importante nao perder contato com nossa cutura e nem tem vergonha de nossas origens,que de alguma maneira fazem parte de nos.

      • Basilio permalink
        05/02/2012 22:00

        Disse tudo!

      • marcia permalink
        06/02/2012 22:12

        OLA JUPIARA . EU ME CHAMO MARCIA E MORO AQUI EM PARIS A ONZE ANOS MORO EM CRETEIL SE VC MORA PERTO PODEMOS GUARDAR O CONTATO. MEU IMAIL E : abbes.abbes@hotmail.fr

      • Maricelia Sena permalink
        07/02/2012 17:36

        Olà Jupiara!
        Moro em Nice-França e concordo com você plenamente, aqui tem muitas coisas negativas.E aquela coisa que todo mundo fala: paìs de primeiro
        mundo està descartado. Sou sim, orgulhosa do Brasil e sò vivo aqui porque
        meu marido è françês.

      • 19/08/2013 19:06

        Olá Jupiara,

        Sou do interior de Sao Paulo, casei com estrangeiro e estou morando a 4 anos em Montevideo – Uruguay, aqui, coladinha no Brasil…mas cruzou a fronteira..tudo tudo é diferente, outro país mesmo, rsrsrsrs, idioma, cultura,costumes, clima…etc, e faco minhas suas palavras.
        Outro dia a Globo fez um reportagem sobre Uruguay, achei lindo, gostei…mas só contaram a parte linda, aquela para turista ver, depois dessa reportagem muitos brasileiros postaram a vontade de viver aqui e falando muito mal do nosso Brasil e também náo concordo.
        Aqui tambem tem muuuitas coisas negativas…coco de cachorro por todos os lado, nunca vi tanto como vejo aqui…lixos pelas ruas…que qdo vou visitar minha cidade, até estranho…a impressao que tenho que os garis acabaram de passar…te juuuro…os onibus tambem super lotados com o motorista ou o cobrador dizendo: un pasito mas, un pasito mas..que hay lugar en el fundo…rsrsrs até parece engracado, mas é real, o custo de vida altíssimo, principalmente comida e moradia. Na feira? sao poucos os comerciantes que te deixam escolher as frutas e verduras, alguns nem deixam tocar, eles fazem isso… e muitas outras coisas. Mas o que quero dizer é que concordo com voce, viver em outro pais dá uma visáo mais aberta da vida, enriquece culturalmente…e tambem a dar valor a nossas raizes, nossas culturas, mesmo com todos os problemas.
        Gosto daqui, mas logo meu esposo aposenta e vamos juntos para o Brasil.

      • 11/12/2013 21:21

        Calor humano brasileiro eh Um cano de 38 na tua Cabeça E um malandro falando passa tudo Ai Senao te mato! Buurros!

    • 02/11/2013 4:48

      Pelo oquê percebo em minhas pesquisas, a não ser que você seja Rico, Milionário ou no mínimo bem sucedido financeiramente, morar fora não é la uma tarefa tão simples assim. Mas também percebo que o índice de satisfação e realização pessoal é alto, as dificuldades são bem óbvias, algumas relacionadas a nova cultura e outras pessoais mesmo como a saudade que afeta e irá afetar qualquer pessoa com o mínimo de normalidade.
      Bom, primeiramente se deve analisar bem as circunstâncias antes de se tomar uma decisão desta importância, acho que uma boa opção e viajar bastante por lugares onde se sonha conhecer, para assim depois optar por um novo lar. O próximo passo com certeza e o financeiro, detalhe este é o mais importante na minha opinião, pois com uma boa base financeira qualquer pessoa irá se sentir mais confiante de enfrentar os desafios impostos por essa nova realidade.
      O mais importante na minha opinião é o desejo definitivo de mudar de País, independente do que o motiva para isso, acho que tudo é válido numa decisão destas, ter viajado pelo mundo e consequentemente ter se apaixonado por um lugar em especial, ou como a maioria dos brasileiros em questão, estar decepcionado com a nossa dura realidade de todos os dias.
      Eu sonho em morar fora do Brasil, sou motivado tanto pelo desejo de conhecer lugares que só vejo pela internet, como pela decepção do atual momento vivido no Brasil, tenho e tive muitas experiências horríveis causadas pela falta de Seriedade, Compromisso e Consideração do Nosso governo, acho que todos nós né?
      Estou Consciente que as dificuldades são grandes, ainda mais si você for da classe social baixa onde tudo é mais difícil de alcançar. Mas nada é impossível basta querer e lutar, todo sonho deve ser perseguido.
      Infelizmente quando nosso País chegar ao nível de “organização” dos citados como de primeira qualidade todos nós já estaremos Mortos, e sabe lá qual geração ira desfrutar deste sonho de todos nós cidadãos de bem.
      Amo muito essa terra da onde pertenço, mas maior do que este amor é o ódio que sinto pela hipocrisia que Reina no Brasil.
      Abraços :)

  8. 05/04/2011 22:06

    Oi Glenda, muito bacana esta discussão. Eu sempre achei que a vida é uma grande viagem de aprimoramento e sob esta perspectiva, temos que aproveitar para aprendermos o máximo que pudermos pois isso vai fazer com que a gente se desenvolva como ser humano. E para isso temos sempre que nos expôr à situações diferentes e não existe melhor opção do que morar no exterior. Passamos a enxergar tudo de forma diferente, nossos olhos mudam. Vemos o Brasil de outra forma. Mas (sempre tem um “mas” né), existe um preço que pagamos por isso. Jamais seremos os mesmos e é muito difícil conseguir voltar. Já não teremos mais um lugar para chamar de “lar” pois o novo país nunca será a nossa casa e o Brasil nunca voltará a ser. Isso traz uma sensação muito grande de vulnerabilidade. É o que acontece quando se sai da zona de conforto. Vale a pena? Acho que isso depende da disposição que cada um tem de correr riscos e a vontade de aprender coisas novas. Para mim valeu muito a pena, eu considero esta experiência fascinante. Mas confesso que nem sempre é fácil principalmente quando passamos por períodos ruins e tudo que queremos é voltar para o nosso cantinho e nos damos conta que tal lugar não existe mais.

    • 06/04/2011 5:24

      OI Jeanine, concordo com tudinho que vc disse, só com uma coisa não. Eu acho que vou pensar sempre no Brasil como meu porto seguro, casa de mamãe, entende? Nunca cortei definitivamente laços com ninguém e sigo tendo meus melhores amigos do peito vivendo lá…impossível não encontrar um “outro” lar… mais no sentido emocional que físico, muito mais. Não precisa sair do Brasil para cortar laços, basta mudar de cidade, e isso é outra coisa bastante pessoal. Felizmente, ainda encontro um pouco do meu cantinho cada vez que piso no meu antigo quarto.

    • marcia permalink
      21/03/2013 17:20

      Tu ainda ta morando aqui mulher kkkkkk !!!!!! Bjos

    • Leonardo Casagrande permalink
      22/07/2014 0:12

      Vivi no EUA por 15 anos, fui a Europa 02 vezes (Inglaterra, França, Itália), tenho dupla cidadania (italiana). Tentei Brasil duas vezes, e retornei ao exterior, atualmente estou no BR, terminando curso de Direito, no qual realizo brilhantemente ( opinião de colegas e professores). Mas pasmem!!, estou c vontade de viver definitivamente na Inglaterra, por dominar a língua e ser cidadão europeu.
      Porém toda vez q penso, planejo minha ida, vem uma angústia, uma mal estar, e quando desisto vem um alívio. Esses sentimentos ambíguos quase me levam a loucura, de um lado um ” país da sacanagem” c um dos sistema tributário dos mais injustos e vorazes do planeta, um confisco, somos servos do governo, com sua máquina corrupta; bom, dos problemas de nossa casa sabemos bem; e de outro respeito ao cidadão.
      O que é isto? Terá resposta? Tenho uma tese: sou estragado nem daqui, nem de lá. Bom aí foi meu desabafo.

  9. Leti - Suíça permalink
    06/04/2011 6:06

    Mais uma vez adorei o post! Tantas vezes estou aqui pensando como seria interessante saber a opinião de outros expatriados. Achei blogagem coletiva foi o máximo.

    Concordo com o pessoal sobre experimentar outros sabores, idioma, cultura, pessoas novas e a coragem de deixar para trás tudo que já estava “feito”. Concordo também com tudo que a Anita falou.

    A saudade dói, às vezes sinto vontade de pegar um avião para SP como quem pega um ônibus e vai para o litoral (como eu fazia antes para visitar meus pais), mas a inconformação com a violência e as falcatruas de um “país do futuro” que não tem nem uma universidade entre as melhores cem do mundo (enquanto a China, a Russia e a Índia têm sim senhor) não me deixam vontade de ficar cada vez que eu estou por lá.

    Mas eu também sei que essa é uma opinião muito pessoal e no final das contas o mais importante é ser feliz onde quer que se viva.

  10. 06/04/2011 16:41

    Glenda, quando quiser “matar” um pouco da saudade do Brasil, esteja convidada voce e os demais a conhecerem o blog *Vozes de Minha Alma* http://vozesdeminhalma.blogspot.com, caso goste de poemas.
    Seja muito bem vinda, um beijo em teu coração, e que a felicidade seja contigo e os teus onde quer que estejas, ok?

  11. 07/04/2011 20:11

    Ficou ótimo esse post coletivo!! :)

    Vamos fazer mais vezes!!

    Parabéns a todos!!

  12. Paula permalink
    22/04/2011 12:53

    Em algumas opiniões acima senti um certo endeusamento da vida fora do Brasil e, principalmente, da capacidade de quem tem a mente aberta para tal experiência, quando na verdade o estrangeiro é, e sempre será, com raríssimas exceções, um outsider, sujeito à discriminação velada ou não. Esse assunto não foi mencionado nos posts, porém concordo em gênero, número e grau com tudo o que o Edu (do Edu Explica) escreveu.
    E ainda me atreveria a acrescentar mais dois fatores de adaptação, que, embora não sejam a realidade da grande maioria dos expatriados, para alguns fará sentido: a total perda do luxo e conforto que se tinha no Brasil e do futuro incerto profissionalmente.

    Quando falo em luxo e conforto me refiro à empregada/faxineira/babá, manicure/salão, carro abastecido, lavado e aspirado por terceiros, acesso aos melhores médicos especialistas da cidade/país e a inúmeros serviços que tornam o dia a dia mais fácil.

    Outro fator muito importante a ser considerado é a questão da validação de diplomas e possibilidade de exercer a sua profissão e/ou dar continuidade à sua carreira no país de destino, afinal ninguém dedicou anos de estudo e esforço para terminar trabalhando em alguma atividade frustrante.

    Se vale a pena morar fora ou não é uma questão absolutamente pessoal, porém em minha opinião, os motivos que lhe farão romper com o Brasil têm que ser realmente compensadores, porque além do aspecto emocional, em termos práticos, quanto mais alto o seu nível sócio-econômico-cultural no Brasil, mais difícil será.

  13. 22/04/2011 16:03

    MEU RESPEITO A TODAS AS PESSOAS GENIAIS E DE BEM DESTE PAÍS CHAMADO BRASIL, E MEU RESPEITO TAMBÉM A ALGUMAS INSTITUIÇÕES DECENTES E DIGNAS QUE SÃO EXEMPLOS!!
    Mas Paula, como dizem os psicólogos, se você não sair de sua zona de conforto, nada acontecerá em sua vida.
    Claro que quem é nativo, terá tido ao longo do tempo, muitas conquistas que adquiriu mediante estudo, trabalho e afins… Afinal, você está em sua terra!
    Agora minha querida, concordo que tudo é uma questão pessoal sim.
    Claro que o brasileiro sofrerá preconceitos, discriminação e poderá sofrer.
    Mas aqui mesmo minha amiga, no nosso Brasil, eu já fui discriminado por ser nordestino! Outros são discriminados por serem negros! Outros por serem judeus! Outros por serem homossexuais! E então?
    A diferença é que falamos português, temos documentação de cidadão brasileiro, e aqui é nosso berço de nascença. Mas particularmente, se eu pudesse me mudaria também. Tudo tem um PREÇO! Pago o preço por nascer e morar aqui! Detesto nosso sistema de governo, as mazelas, as malandragens, a música atual que me perdoe, é um cocô, (música?!?! A maior “cagada cacofônica” dos últimos tempos!)
    Além da santa BURROCRACIA!!!!!!!!!
    Educação a desejar!
    Cultura? Repito: CULTURA MAKUMBUCA!
    Aqui, você não pode vacilar. Se descuidar, entram em sua casa, roubam o que encontram, e nas esquinas te assaltam, ou te matam por míseros Reais. Parece uma praga.
    Parece que é mais fácil roubar, do que trabalhar dignamente e assim conquistar suas coisas. Sem falar na impunidade, corrupção, e leniência das autoridades para com o banditismo.
    Olha só, São Paulo um estado rico e poderoso, não tem um estádio para sediar uma copa?!?!?
    Na China, cidades são colocadas abaixo e outras ultramodernas são construídas!
    Aqui prevalece a diversidade religiosa e étnica sim, porém a miséria ainda é uma chaga que nos torna longe de um país justo, soberano, culto, e educado.
    Por tudo isto é que digo e afirmo com letras garrafais:
    SEJAM FELIZES! QUE DEUS OS ABENÇOE! VOCES TEM CORAGEM, E SÃO GUERREIROS! RESOLVERAM PEITAR A MAKUMBUQUICE, A MALEMOLÊNCIA, A IMPUNIDADE, A MALANDRAGEM, A IGNORÂNCIA, A CORRUPÇÃO E A INDOLÊNCIA DE SER E ESTAR AQUI, E FORAM LUTAR EM OUTROS RINCÕES MELHORES!
    Se no exterior onde vocês moram for o contrário de tudo isto que citei, vale a pena sim, terminar seus dias aí.
    Um abraço a todos!

    • Juliano PP permalink
      05/08/2011 10:23

      NInguém peitou nada. Fugiram do Brasil, isso sim.

      Sair do Brasil pra fugir da cultura Afro-descendente é meio ridículo, mas sei que esse nunca foi e nunca será o motivo pelos quais as pessoas saem (talvez tu, quem sabe).

      Eu saí por questões pessoais com minha família. Era isso ou minha saúde mental iria pro espaço. Fugi por ser pobre e sem apoio psicológico.

      Hoje, como bolsista de Doutorado, não penso em voltar por causa deles. Porém, agora mais maduro, vejo como o Brasil pode ser mudado. Começa por cada um pegando toda a sua inteligencia e aplicando no Brasil de forma séria.

      Qual o seu legado pro Brasil? Pensa nisso e depois veja quem merece ser xingado. O Brasil ou o brasileiro?

      • Fábio permalink
        05/08/2011 21:30

        Entendo o que quer dizer.
        O duro é estar aqui e conviver com todo esse sistema podre e corrupto.
        Mas como peitar esse sistema? Quem será ou quem serão os mártires? Tu? Eu? Nós?
        Então vamos ver se temos culhões para isso.
        Tu saiu por questõs pessoais. É… Todo mundo tem uma história…

      • Juliano PP permalink
        07/08/2011 15:24

        É Fabio, todo mundo tem uma história. Talvez seja difícil expo-la em palavras na sessão de comentários em um blog.

        Eu fui extremamente grosso com o Renato Alves e vejo que cada um saiu por que ficou de mãos atadas contra o sistema.

        Nenhuma história é melhor ou pior. É sempre a mesma história. Queremos peitar o sistema e não conseguimos porque uma andorinha só não faz verão.

        Fico triste por quem fica e por quem sai.
        Quem sai, sai e não muda (o sistema), quem fica também não consegue…
        Triste.

      • 17/03/2012 22:58

        juliano pp,você conhece a história do Brasil,um rei que fugiu do seu pais,pra se esconder aqui,desde do começo o brasil é cheio de mazelas…concordo plenamente com atonio lidio…e acho que o brasil é como é por causas de pessoas como vc que tentam mascarar ,maquiar a realidade desse país….que é um pais complicado desde do começo….não quero continuar porque eu sou brasileira e não posso negar minhas raizes,mas não tenho orgulho nenhum em ser e viver num país que valorizam e pagam melhor um jogador de futebol do um professor…isso é uma vergonha….

      • 11/12/2013 21:24

        Tem 30 anos que fazemos nossa parte e nada mudou esse pais esta fracassado! Nunca Vai dar certo isso eh utopia LEGADO PRA O BRASIL EH O IMPOSTO QUE PAGUEI E FOI ROUBADO!

    • Maricelia Sena permalink
      07/02/2012 17:51

      Não se revolte Antônio eu sou nordestina de Recife Pernambuco, e me sinto orgulhosa da minha terra, o Brasil tem seus pontos negativo, mais tambèm tem muita coisas boas: o clima e o calor humano, isto è muito importante sim! o resto è uma questão de cultura de cada um. Moro na França, mais sò vivo aqui,porque meu marido è francês, mais tenho muita vontade de voltar para meu paìs.

    • Vania permalink
      26/03/2012 21:03

      Antonio meu querido, gostaria de saber mais de voce (vaniabrito@gmx.de ) me escreve…

    • Cely Coutinho permalink
      21/07/2012 17:44

      Antonio, concordo plenamente com vc, não sou mais adolescente, nem sonhadora, mas estou indo embora pela falta de segurançã, educação entre tantos outros que o Pais deixa a desejar.
      Mas a Falta de segurança para quem já foi sequestrada não tem preço, vou trabalhar e ganhar para andar de carro blindado e ainda com medo am SP?. Não… definitivamente não é isto que se espera de um Pais em que eu e minha familia sempre respeitamos, pagando os impostos em dia e trabalhando muito.
      Preciso sim de um Pais que tenham Leis rigidas e que eu possa ser respeitada, não me incomodo de lavar pratos, é melhor que andar de X5 em SP e não saber se volto viva para minha familia.
      Para quem quer ir em busca de dinheiro, acho que mesmo assim é um desafio, e objetivos valem sempre a pena.
      No meu caso não estou indo para ter uma vida abastada, mas simples e com segurança., cansei de deixar de votar nas nossas eleições por falta de opções, que é isto meu Deus?
      Romana Coutinho

      • 24/07/2012 22:56

        Romana, como gostaria de poder ir embora daqui…
        É triste ver que seu país é um mau exemplo para o mundo…
        Sinceramente, me dá vontade de nem viver mais….
        Me perdoem , mas aqui passa-se a mão na cabeça dos bandidos.
        E nós? como ficamos?
        Triste.

      • Isabel Cristina permalink
        28/10/2013 1:58

        É assim que eu penso Romana,faço das suas palavras as minhas . Vc se sente assim em São Paulo,e eu aqui em Fortaleza-Ce,e nem somos daqui,somos do Rio que tbm esta um horror.Os meus filhos atualmente morrem de medo de tudo,e são os que mais pedem para ir embora,pois falam que o Brasil não tem mais jeito.Prefiro sofrer com os problemas,de discriminação na Europa do que o medo da bala perdida e dos assaltos frequentes daqui…Prefiro a simplicidade, mais do que o pavor..Que nos leva ao estresse e outras doenças mais…

    • Mah permalink
      20/10/2013 23:16

      Antônio é muito bom ler suas críticas ao Brasil, me fazem pensar no porquê de eu ter virado as costas. Por vezes me sinto uma traidora da pátria, por outras penso que estou perdendo meu tempo em um dos “melhores países para se viver no mundo”. Tem horas que me sinto abençoada por estar aqui e em outras me dá um ódio. A vida é assim, cheia de altos e baixos tanto para quem mora no hemisfério sul quanto no norte.

    • Isabel Cristina permalink
      27/10/2013 20:09

      É exatamente isso que eu penso!!Se a maioria dos Brasileiros tivessem condições de ir embora do Brasil,sem serem ilegais e tivessem dinheiro suficiente para viver fora,muitos iriam embora.Pois vc luta e morre trabalhando,e entram na sua casa e levam tudo,ou assaltam seus filhos com revolver na cabeça ou 1 faca na rua,para roubar 1 par de tênis e 1 celular.Enquanto os governantes não resolveram,que o povo tem direto a mais igualdade,esse país nunca vai melhorar…E todos vão pagar por isso ficando cada vez mais atrás de suas cercas elétricas e seus carros blindados.Hoje é assim que esta o Ceará,totalmente esquecido é somente um curral eleitoreiro….Triste Realidade…

  14. marilene permalink
    25/04/2011 2:03

    estou morando no exterior ,mas digo com todas as letras o que nao tem aqui e bala perdida e nem assaltos nas ruas,mas a criminalidade e maior que no brasil. se nao tivesse ladrao nao existiria policia e nem presidios ok…mas deu sopa com sua bolsa eles levam,,,,amo o brasil apesar de tudo,nao falo mal nem um pouquinho do meu pais… estados unidos e um pais que so tem guerra e poder e eles que ditam as regras em tudo. Aqui so quem tem um bom emprego e quem nasceu aqui ,mas quem vem de fora pega os piores empregos como vejos de pessoas brasileiras que estao aqui,,,vc acha isso vantagem,? ,,estao aqui e nao tem condicoes de comprar nada no brasil…ja conversei com varios brasileiros aqui que falam a mesma coisa…estou aqui porque me alimento muito bem,,,estou aqui porque tenho carro,estou aqui porque e seguro…..eles nunca dizem que estao aqui por causa do dinheiro,porque? porque todos eles tem vergonha de falar que estao aqui nos EUA,porque nao vivem uma situacao financeira bem,,,,eles dizem que estao tao bem ,mas nao tem condicoes de ir ao brasil visitar seus parentes,porque? ja que dizem que aqui pagam bem…se EUA,fosse um pais bom facilitaria a sua entrada aqui nao complicaria…certo pense nisso…aqui o governo te ajuda ,te da tudo ,mas depois de tira no futuro e na velhice…..pense nisso

  15. 25/04/2011 16:00

    Não vou nem comentar.
    Então, não desminta a mim, desminta os depoimentos das pessoas que escreveram este blog. Eles são mentirosos? Não!!!
    Se ama tanto o Brasil, por que não faz como eu, e fica sofrendo por aqui?
    Ou é mais fácil sofrer aí?

    • 17/03/2012 23:09

      eu concordo com vc antonio,aposentadoria no brasil é um lixo dinheiro dos aposentados da nem pra compra um remedio pagar um plano de saúde…sinceramente não sei que esse povo pensa querendo defender um pais desse,onde a impunidade prevalece…olha tem gente falando ai esse lerolero de mudar o pais..até parece quem tenta mudar morre logo na mesma hora…tem mais vivemos em uma cultura individualista onde sempre os brasileiros querem ter vantagem…onde os fins justificam os meios…onde valorizam quantidade não qualidade triste…pais de corruptos e hipocritas…to com vc antonio e não abro..

  16. Jose Leandro Paiva permalink
    30/04/2011 0:00

    Olá pessoal.

    Parabens pelo site.

    VALE A PENA IR MORAR FORA DO BRASIL SIM!!

    Se a pessoa sair do Brasil e chegar na Europa Ou nos Usa com intuito de fazer carnaval, ficar bebendo cerveja no buteco, ouvir funk alto e curtir micareta sera que nem muitos FRACASSADOS que voltam ao Brasil sem dinheiro pra nada.

    Vale lembrar que ao sair do pais vai ter que TRABALAHR MUITO, teras que ter uma conduta ideial e postura decente, uma meta pessoal a ser atingida, fazer ECONOMIA, teras que enfrentar muitas coisas que teras que ignorar e NUNCA deixar se levar pela emoçao…

    Mesmo com toda crise mundial, a economia nos paises de primeiro mundo estao estaveis, se quiser migrar e ficar pra sempre seguindo o que eu disse, irar ganhar uma boa qualidade de vida sem assaltos, filas em banco e gente sem educaçao dentro dos onibus lotados que nem no Brasil..com certeza ficara bem..

    Migrar é uma nova vida, como disse a Anita que esta na Holanda, uma verdadeira MORTE sem seus velhos custumes….

    Se voce pegar uma pessoa que vive bem no exterior e uma que foi e voltou fracassada e estudar o contexto de ambas, com certeza percebera grandes diferenças no contexto com que cada uma planejou o sonho…

    Viver no exterior é errar menos, ceder mais, renuncia, planejamento e luta com trabalho e honestidade….

    Aqui no Brasil é uma merda e na Europa pra mim podera ser uma merda tambem…Mais de “merda pra merda” eu prefiro la por milhoes de motivos…

    Obrigado a todos.

    Leandro Paiva

    Site afetivo : http://www.bagagemafetiva.blogspot.com

    • Thais permalink
      20/02/2012 10:20

      Tenho que discordar totalmente. Nem todo mundo que volta pro Brasil é fracassado so porque resolveu voltar. Se a pessoa sente que conseguiu realizar todos os sonhos e cumprir os objetivos e que o pais onde esta nao tem mais nada a acrescentar na sua vida, tem mais é que voltar. Fracassado é quem fica ESTAGNADO só porque acha que morar no exterior (na Europa, ou nos EUA) é mais legal. Tambem nao acho que morar no exterior seja errar menos. Errei muito mais aqui do que erraria se estivesse no Brasil. Mas cresci muito mais tambem, por causa desses erros, E como muitos disseram, todos países tem seus defeitos e qualidades. Aqui tem muita coisa boa, mas tem muita coisa que me irrita. Acho o povo muito mal educado e porco (jogam lixo nas ruas, estacionam em vagas para deficientes sem ser um – que nem no Brasil), tem varios grupos de adolescentes super violentos por ai (e sempre novos grupos se formando), o sistema de saúde é um lixo e sofri muito com isso no ultimo mes porque precisei fazer uma cirurgia, nunca vi povo tao burro e com regras ridiculas, dirigem mal igual a cara (nao seguem a propria regra de transito – que adiantou sair do Brasil?), e sao uns irresponsaveis para como trabalho (vai ver que é por isso que o pais esta em crise). Pelo menos quem nao é casado com um local ou é um local, tem sempre a opcao de sair fora. Seja para voltar para o Brasil ou para ir para outro pais. Quem nao esta feliz tem mais do que direito do que procurar mudanca. Nao deixem um ser qualquer te dizer que voce é fracassado por isso e vá ser feliz seja lá onde for! Pense nisso.

      • Maricelia Sena permalink
        07/04/2012 17:30

        Thais eu endoço todas as sua palavras, pois o que você citou è a pura realidade sou nordestina, brasileira com muito orgulho. Sei que o Brasil, existe muita coisas errada, mais nosso povo è mais caloroso, o que falta è
        mais organização e educação e isto depende de cada ser humano, cada um tem que fazer a sua parte. Vivo na França mais sonho em voltar para o
        meu paìs, tenho um vasta experiência da cultura francesa e asseguro a todos que pensam que a Europa è o paraiso, não è não, digo com toda certeza. Aqueles que pensam em morar no exterior, sejam bem vido! sò vivendo tais experiências è que podem tirar conclusões.

  17. claro permalink
    30/04/2011 6:29

    moro na australia ha 6 anos um dos melhores pais do mundo para se morar mas aqui tambem tem roubo bandido currupcao discriminao dai por diante somos todos da mesma especie quero dizer humanos o problema e que nos brasileiros respeitamos e fazemos tudo direitinho fora de casa quer dizer no exterior somos verdadeiros escravos fora do brasil no exterior nao ultrapasamos a velocidade no transito pagamos todos os impostos que nos cobram e quando fazemos algu errado pedimos sorry sorry sorry my friend + ai no brasil nada disso nunca pedimos desculpas ja queremos e matar ou no minimo falamos 1 monte de palavrao como vai tomar no{ c} filho da{ p} e dai vai + aqui a gente valoriza tudo brasileiros aqui morre de medo da policia detro de casa parece 1 santo ai quando sai do brasil sai falanda mal de tudo so nao fazem a mesma coisa no exterior por que respeitam ate os cachoros na rua + quando vao ao brasil aprontam todas se queren sair do brasil por 1 salario como eu fiz tudo bem + dizer que o br e 1 lixo ta errado entao eu estou com voce marilene porque a maioria dos brasileiros que conheco aqui nao tem 1 casa pra morar eles compram 1 carro usado e 1 computador acham que estao no ceu.

  18. 30/04/2011 15:52

    Mas esse pessoal é contraditório demais!!
    Estão vivendo no exterior, querem ser patriotas, dizem que amam o Brasil, mas não querem viver em seu país de origem…
    Ué! O Sr. Antônio Lídio foi bem claro quando disse que respeita as instituições sérias do Brasil e as pessoas de bem…
    Que nosso país é deficiente, é mesmo! Politicamente, culturalmente, educacionalmente e por aí vai…!!! Assino em baixo porque eu mesmo vivo aqui e convivo no meio!!!
    Somos mal educados, somos ignorantes, somos RACISTAS também, e PRECONCEITUOSOS também!!!!!!! E só aprendemos e respeitamos alguma coisa quando estamos fora, porque as leis aí funcionam! Vocês mesmo são exemplos disso! Comecem a jogar papel na rua, cuspam no chão, os animais mortos, joguem no meio do mato como fazem aqui! As lixeiras na rua emporcalham e são verdadeiras imundícias, as escolas públicas, antros de drogas, a saúde na periferia é inexistente ou de má qualidade! Voltem!!! Voltem correndo!!
    Por que vocês não questionam quem escreve o blog?
    O testemunho é deles! Eles é que dizem e falam bem do local onde estão vivendo!
    Ou então, voltem e lutem aqui e vamos deixar de ser hipócritas! Enfrentem os marginais! Enfrentem os roubos, enfrentem OS SEQUESTROS TODOS OS DIAS! Ajudem o país a melhorar em alguma coisa, a começar por vocês!
    Entendi o que o Antônio diz, ou vocês perderam o rumo de suas próprias vidas?

    • GAM permalink
      14/04/2013 7:42

      Falou e disse! Voce é o cara!

  19. 30/04/2011 16:43

    Moro na Califórnia, fui policial no Brasil.
    Quando é que vi aqui policiais sendo atacados por bandos de traficantes, e serem encurralados e mortos em emboscadas?
    Vejo e ouço muito disto, aí no Rio de Janeiro, cidade que de tão “maravilhosa”, vive a mercê do banditismo.
    Ouço relatos de amigos policiais do Brasil, se escondendo de um lugar para o outro, temendo pela sua família, ou abandonando o ofício.
    Graças a Deus, e à minha persistência, vim e venci .
    Os Estados Unidos por mais problemas que tenha, não chega a se comparar com o Brasil.
    Então, vamos deixar de emocionalismos idiotas e sermos mais realistas.

    • sonia permalink
      12/07/2013 6:21

      concordo plenamente com vc,aqui está muito complicado,sinta-se abençoado de ter conseguido sair daqui,moro em curitiba conhecida como cidade sorroso,só que de sorriso não tem mais nada,só restou o medo,medo de andar na rua,medo de bala perdida,está impossivel de se viver.estou quase indo embora para a california daqui alguns meses.

  20. 30/04/2011 16:46

    Moro em Jerusalém.
    Confesso que aqui é bem mais seguro do que no Rio de Janeiro, cidade onde nasci.
    Abraços.

  21. Ana permalink
    09/05/2011 0:25

    Adorei tudo isso!!!! quanto mais informações, melhor todos nós ficamos…
    Bom, estou passando por um período de decisões…quem sabe vc(s) podem me dar mais informações e ajuda!!! Eu e esposo trabalhamos aqui no Brasil, temos bons empregos, mas meu marido quer muito ir fazer doutorado na Alemanha, tem uma excelente referencia lá… se der certo, estaremso deixando pra traz, dois empregos bons, familia, casa montada…ufa!!! da um aperto….
    me ajudem…

    • Suzane permalink
      02/12/2011 19:00

      Oi Ana, moro aqui na Alemanha há 6 anos, sofremos um pouco aqui pra estudar, nao somos muito valorizados, pense muito, mas muuuuito bem mesmo se vc quer trocar 2 empregos bons, uma casa montada e familia pra vir pra cá, aqui claro tem seu lado bom, mas eu na sua situacao nao faria, mas isso tudo é muito pessoal. Para vc saber mais como é viver aqui, acesse. http://www.vivernaalemanha.de, e no orkut tem várias comunidades de brasileiros q vivem aqui, tem muitas informacoes de como estudar, trabalhar etc….. Boa sorte pra vcs!

  22. Edivair Granche Junior permalink
    01/06/2011 20:00

    Boa tarde! galera eu estou indo morar na australia em 2012!! Gostaria de saber algumas opinioes, algumas experiencias e tal!! To largando tudo aqui no brasil pra me arriscar la!! Tenho muitas duvidas se vou conseguir me manter,trabalho e tudo mais!! Não quero voltar tão já!!! Espero ficar uns 5 anos ou mais!! Se alguém puder me dar algum estimulo eu agradeço!! hahauha!! abraçosss!!

    Att,

    Edivair Granche Junior.

    • Caio permalink
      12/08/2011 18:32

      Uma colega da faculdade morou 1 ano em Golden Coast, Austrália. Ela gostou muito e ficou triste qd voltou aqui p Bahia.

      • Edivair Granche Junior. permalink
        31/08/2011 18:12

        obrigado caio!! uma ótima semana pra vc!

    • Eduardo permalink
      21/11/2011 16:06

      Eu gostaria de morar na Austrália, mas as coisas aconteceram de tal forma que hoje moro em Paris. As coisas tem dado errado de tal forma aqui que meu único pensamento é quando terei a passagem *só de volta* pro Brasil.

      • Frank permalink
        22/11/2011 0:59

        Eduardo, não está claro quais foram as razões que o levou a emigrar. A impressão que você me dá é de que não importava qual o país mas o importante era sair do Brasil. Se este for o caso, nenhum lugar no mundo será suficiente para você, me desculpe o comentário. Quando você chegar ao Brasil, após obstáculos que enfrentará lá, começar logo a imaginar a próxima “fugida”. Dê uma parada, pense o que você quer e por que você quer estar fora ou dentro do Brasil, isto o fará forte suficiente para enfrentar todos os obstáculos que aparecerem seja onde você estiver. Força.

      • Frank de Vries permalink
        22/11/2011 1:11

        Querido Eduardo, não está claro o motivo pelo qual você quer imigrar. A impressão é que não importal qual seja o país, mas você quer imgrar.
        Pense direitinho o que está fazendo “fugir” do Brasil, querer ir para
        Austrália e de repente cair em Paris! Qual a sua preparação, o que você está fazendo para chegar aonde está….reflita nestes tópicos e seja sincero contigo pois senão você nunca se sentirá satisfeito em nenhum lugar do mundo, nem mesmo no Brasil (como já não estava antes de imigrar.. Boa sorte e força.

  23. Deise Costa permalink
    07/06/2011 10:19

    Particularmente, nao foi nada muito planejado..e Talvez por isso tenha sido um grande choque. Deparei-me com um país estranho, de hábitos e pessoas “estranhas”. Mas surpreendentemente, identificava com Brasil dos meus avós..tudo muito rustico, gente rústica em varios sentidos.
    Em termos de trabalho..ui…Um caos..e se vc tem sotaque..e sotaque do Brasil..esquece discriminação na certa.
    Dai procurei aperfeiçoar-me ja que aqui estou..vou aproveitar..varios cursos: linguas, de estética .. conheci muita gente boa e muita gente menos boa..Hoje estou finalizando a faculdade.. já não sou quem era..tenho minha visao de mundo ampliada e nao sei se conseguirei limitar-me a uma vida pacata novamente..Nao é fácil..mas quem foi que disse que a vida seria fácil..Nao arrependo-me nem um minuto..e sei que as experiências adquiridas jamais seriam se eu estivesse no lugar de onde sair..

    Moro em Portugal ha 7 anos com meu marido e 2 filhos…

    É esperar pra ver

    • marcia permalink
      06/02/2012 22:38

      OLA DEISE ME CHAMO MARCIA MORO A ONZE ANOS AQUI EM PARIS MAIS PRETENDO ME MUDAR PARA O PORTUGAL POR CAUSA DO CLIMA AQUI E MUITO FRIO TENHO MINHAS IRMAS Q MORAM AI NO ALGARVE TODO VERAO VOU PASSAR FERIS AI E BEM MAIS SUPORTAVEL O CLIMA AI NO SUL ALGARVE .MEU IMAIL E: abbes.abbes@hotmail.fr

    • Isabel Cristina permalink
      28/10/2013 1:38

      Oi Deise,como vi o que vc escreveu já fazem 2 anos nem sei se vc continua em Portugal.Sou brasileira tenho 3 filhos 2 formados e uma na faculdade.Como meu marido vai se aposentar e ele tem a cidadania portuguesa,queremos ir embora do Brasil,não aguentamos mais tanta violência,e desigualdade social.A minha pergunta é vc acha que realmente é muito difícil de acostumar com a cultura daí ? Vc acredita que seria bom para meus filhos,culturalmente viver por aí.E quanto a serem tão rústicos,vc mora em qual cidade,pois pretendíamos viver no Porto,e quanto ao clima ?Desculpa mais são muitas dúvidas,pois lemos tantas coisas que acabamos dando um nó em nossa cabeça.Mais se realmente formos eu vou antes com o meu marido para ver se vale realmente a pena,pois como é uma mudança muito radical,temos de estar certo do que estamos fazendo.Pois não iriamos trabalhar mais…E teríamos que nos desfazer da vida que construímos aqui nos últimos 26 anos.Obrigada

  24. Marcio Debona, Cachoeiro de Itapemirim- ES , Brasil permalink
    12/06/2011 20:42

    Falar bem ou falar mal de seu pais e muito facil, porém amigos fazer a diferença que e difícil. Problemas no mundo inteiro existe, cabe a cada um de nós tentar fazer a diferença e não virar as costas e simplesmente ignorar. Esta na hora de nos brasileiros “patriotas ou não patriotas” começarmos de alguma forma colaborar para acabar com tudo que podemos ver que é errado e fazer o correto para assim tornarmos o mundo um lugar melhor de se viver seja: EUA, JAPÂO, Brasil, dentre outros.Lembremos que todos nos somos responsáveis pelo futuro para nossos filhos no amanhã.
    Grato a todos aqui presente e boa sorte a todos pela busca de um futuro melhor.

    • 11/12/2013 21:36

      Conversa fiada apenas!

  25. Francymary permalink
    14/06/2011 23:40

    Ola galerinha, tudo bom?
    Bom pessoal gostaria de falar um pouco do meu sonho realizado, e da minha vontade de morar fora no exterior. Desde de pequena ,disse aos meus pais que um dia iria no exteior só não saberia como , e quando foi um certo dia esse sonho se realizou conheci um casal super gente boa, e ficamos amigos.
    No decorrer dessa amizade veio a proposta de ir pra casa deles, entao fiquei meio em duvidas, pois so os conhecia pouco menos de sete meses,entao começou as criticas de familiares e de pessoas conhecidas, que nao tinha nem um pouco de conhecimento deles, e falava pra meus pais nao deixar eu pois como sou filha única isso era muito perigoso, Sendo assim meus pais tinha muito medo de que eles fizesse algum mal, mas isso acho até certo por um lado, mas depois de tanta criticas meus pais decidiu deixar eu ir ,entao meu sonho tão esperado foi realizado e fui pra Italia com tudo pago por eles, foram 12 dias maravilhos em Milão, sei que isso é raro acontecer, mas como aconteceu gostaria de compartilhar…Sendo assim me despertou mais ainda a vontade de morar fora, agora como sei que nao é nada facil, e minhas condiçoes financeiras nao dar ainda, mas pro futuro bem proximo , pois como sou muito otimista, sei que esse dia ira chegar! Gostaria de saber se alguem sabe de familias que queira brasilieras pra morar na sua casa? Caso alguem saiba poderia me passar informaçoes pois tenho muito interesse!!!
    Abraços e fico no aguardo de alguém poder me ajudar!
    Francymary

  26. 04/07/2011 13:48

    Moro na Italia faz um bom tempo e antes residi em UK e USA.
    Primeira coisa que devemos ter em mente é que o mundo nao é perfeito e sem fronteiras como a Barbara demonstra aonde “tudo vale a pena pela cultura,lingua,conhecimento,bla bla bla hippie”.Dinheiro conta e muito, basta ver umas pessoas acima que se envolveram com gringo por algo além de sentimento:estabiidade financeira.Se voce tiver uma boa condiçao de vida no Brasil ou trabalha muito pra isso(como aqui)venha pra Europa so a turismo ou entao se for mais novo, faça um intercambio, de um tempo,mas tenha o seu seguro no Brasil.Nao vale a pena largar o certo na sua area no BR pra vir limpar privada so pra falar de “cultura,lingua e bla,bla,bla:
    Segundo aqui tanto o euro como outras moedas estao em baixa e muitos estrangeiros estao indo ao Brasil porque ai agora é a bola da vez.
    Terceiro, se voce nao tem uma boa formaçao escolar,vende o doce pra ter o salgado e ve o BR sem perspectiva nenhuma ou entao achou uma boa oportunidade de trabalhar na sua area no exterior,venha mas saiba que aqui nem tudo é turismo, existem problemas iguais ou piores ao BR as vezes e pelo amor de Deus venha com um dinheiro sobrando, estude a lingua local e informe-se pra nao cair em conversa de trambiqueiro estrangeiro ou brazuca.Adiciono que a mulher brasileira que vier deve estar preparada pra escutar piadinha sobre sexo,bunda e prostituiçao aqui(em especial aqui na ITALIA).

    • 13/07/2011 0:23

      Estou ha 7 anos na Europa.6 na Alemanha e 1 na Italia para estudar.No inicio para mim foi mutio mais facil, mas agora tenho a sensacao que estou passando por uma fase mas sensivel….nao è facil…valer a pena?bem …vale…..mas ha muitos obstaculos…….nos ultimos dois anos estou passando por uma fase de nao saber mas a que parte do mundo pertenco……e da vontade de voltar…mas ai me questiono …como seria a readaptacao no Brasil, se sou capaz de viver ai outra vez?mas aqui serei sempre extrangeira…..a maioria de meus amigos sao europeus …poucos brasileiros..bem…..estou numa fase de crise….e me estou deixando levar pela emocao…me tornei muito dura aqui…mas isso com o tempo faz mal…..cada um tem suas formas de reagir as dificuldades…….e isso acho que todos passamos…e quem pretende sair deve estar preparado para isso…………è dificil:-)…mas boa sorte

      • Eduardo permalink
        21/11/2011 16:10

        Volte. Você tem contatos na Europa. Se você se sentir mal no Brasil de uma maneira insuportável, estou certo que você tenha contatos para faciliar a ida para a Europa novamente. Força!

      • gustavo permalink
        31/01/2013 1:57

        estou como voce nao sei para onde eu vou com crisi na europa tarto tempo fora volta sao 12 anos sem volta mas viver na europa hoje em dia muito dificil nao tem trabalho nao sei que fazer me sinto fracasado no amor proficionalmente nao quero volta derrotado

    • 17/03/2012 23:43

      gente na real tudo muito bonito…mas ai fora as lei funcionam os brasileiros não gostam de lei….mas ai fora e assim mesmo tem que respeitar os direitos dos outros para ser respeitado…..as leias aqui são cheias de brechas,leis feitas pra advogado ganhar dinheiro e o estatuto da crianças e adolescente ainda tem gente que defende..um absurdo…olha todo pais tem problemas tem assaltos,mortes…mas aqui no BRASIL é demais é exacerbado,é comum que as pessoas nem ligam mais,os marginais matam ficam por isso mesmo..um absurdo gente..aqui as pessoas não se respeitam,não respeitam nada vivemos como barbaros,e quando vamos a terras estrageiras,achamos estranho porque eles são disciplinados regrados onde as leis funcionam….ACORDEM BRASILEIROS……DEIXEM ESSA HIPOCRISIA DE LADO….e assumam a realidade….tudo aqui e bem mais violento,corrupto do que em outros paises….por isso o brasil é assim “pais do futuro da violencia corrupção,miseria,falta de moradia ,da fome…..uma vergonha…A VERDADE DÓI…

  27. 13/07/2011 14:14

    Deixa eu contar uma coisa pra vocês:
    Quando meus avós vieram da Romênia e da Hungria em 1929, não imaginavam o país que encontrariam.
    Foram todos enganados por promessas falsas.
    Imaginem sair da fria e sisuda Europa para aportar num país de um clima hostil, quente, para cairem nas lavouras de café?
    Diferente o contexto, porém creio que a situação dos brazucas que saem daqui para o exterior, é bem mais cômoda e melhor do que a deles…
    Quem saíria daqui, alguém de vocês, que tem nível de faculdade, como leio nos depoímentos, para se arriscarem no plantio de uma lavoura, de sol a sol, sujeitos a certas alergias, insetos, picadas, e ferimentos nos pés causado por parasitas?!?!?
    Não tiveram escola de português e aprenderam o idioma na “raça”. Naquela época, era comum a caça de animais silvestres para a refeição, e a cama deles eram fabricadas com troncos de eucalíptos, a casa, era um casebre de pau a pique… E tudo isso para viverem sob a tutela escravagista do fazendeiro!
    Então, não sei se serve como exemplo, o mundo mudou para melhor em alguns aspectos, mas nas décadas de 20, 30, 40, 50, eu queria ver se a conversa e os depoímentos aqui seriam os mesmos…
    Um abraço a todos, sorte, e sucesso.

  28. Edivair Granche Junior. permalink
    31/08/2011 18:36

    Boa tarde! Bom galera, o tempo passa e esta chegando a hora de partir, em fevereiro estou indo morar em gold coast – surfs paradise! como ja havia dito em uma publicação antiga a cabeça esta a mil as dúvidas maiores e a espectativa a flor da pele! Gostaria de algumas opnioes e se possivel alguém que ja tenha tido a experiencia de morar na Australia pudesse me passar algumas dicas. minhas dúvidas são muitas como a de qualquer pessoa próxima a se mudar do seu pais de origem. Gostaria de saber algumas experiencias de trabalho,convivencia pois moro sozinho ja fazem 2 anos e consegui conquistar minha “independencia” aqui no brasil, estou largando meu trabalho,minhas mobilias,meus amigos enfim para poder viver uma vida melhor,alavancar o meu curriculo,ser mais culto tentar construir um “pé de meia” e vivenciar experiencias unicas, pois sou “bixo solto” e gosto de uma vida agitada! Estou indo fazer intercambio,estudar ingles e claro trabalhar para poder me manter, então se alguém que ja tenha vivido por essas bandas ou quaisquer que seja as opniões eu agradeço de coração!!

    Brilhos Ocultos no céu o Deus do trovão anuncia a sua,
    chegada…
    Rostos alegres num luxo, um véu, tudo tem, sua hora
    marcada…
    Tudo tem, seu momento de acontecer
    E apressar-se, não vale de nada…
    E viva sua vida assim, como um Passarinho livre pra
    voar
    Pense só, concentre-se em seu caminho
    Pois se perder, o difícil será voltar, voltar…
    O difícil sempre é voltar, voltar…

    Positividade a Todos!!! Um ótima Semana!! Que Deus Esteja Sempre conosco!! Alelujaa!!

  29. Elaine permalink
    08/09/2011 1:21

    Oi pessoal !
    Adorei o blog. As experiencias relatadas aqui me foram úteis.
    Penso em procurar um lugar no mundo onde me sinta segura. Não tenho raízes aqui no Brasil, sou sozinha , gosto de estudar línguas, pintar, tenho renda, e lá no fundo do meu coração sinto que meu lugar não é aqui. Os motivos são todos aqueles já citados por outros, não vou repeti-los.
    O que ainda me falta é CORAGEM para sair sozinha. Meu objetivo não é trabalhar, quero abrir horizontes, ter contato com outras culturas, arejar a mente, mudar a rotina, viver , aprender, conhecer pessoas.
    Concordo q precisa-se de sorte para dar certo. Mas se não tentar , como saber?
    Obrigado pelos depoimentos.

    • Leti permalink
      08/09/2011 16:26

      Olá Elaine

      Vc tem razao em querer seguir o que o seu coração diz, mas tb tem razão qdo diz ter receio de sair sozinha do país. O que eu posso te dizer é baseado na minha experiência. Vale a pena, mas existem momentos difíceis em que a gente se sente sozinho no mundo (mas acho que isso até no próprio país algumas vezes). As vezes sinto que parece não adiantar vc contar minhas dificuldades pros meus amigos do Brasil pq são problemas que pra eles nao existem, pros meus entao amigos daqui tb é difícil entender, pq eles nao sao imigrantes…
      Mas o que vale é o resumo de tudo. Se o saldo no final é positivo, então continua valendo a pena.
      Abraços e coragem pra virar a mesa!

    • Frank permalink
      02/10/2011 12:35

      Elaine, o primeiro passo é escolher um lugar e comprar uma passagem aérea. O segundo, planejar a viagem para ver o que você quer ver e experienciar. Já que falas outros idiomas poderá sentir mas facilmente o lugar que poderá ser o ideal para você já que não se sentes em casa no Brasil. Morar no exterior não é algo para todos, requer coragem e força mental, espiritual, financeira a todo o momento.Força para estar sozinha mas não se sentir sozinha faz uma diferença enorme em suas decisões. Haja com cuidado antes de tomar mas decisões mas tome decisões e esteja de pé para os resultados sejam eles bons ou não.

    • Fabiana permalink
      16/10/2011 22:07

      ola´sou Fabiana do Brasil.
      eu gostaria de saber se alguem viveu na Argentina,pretendo pra la e tenho minhas duvidas ,tenho dois filhos e meu recente marido e de la.
      beijos a todos

  30. Bruno permalink
    10/09/2011 13:42

    OLA.Eu sou Brasileiro tenho 11 anos mas já estou pensando em morar na Alemanha eu quero ham…. como posso dizer…restaurar os lanços familiares meu tataravó era alemão do meu bizavó para frente so tem duas pessoas da familía que falam alemão EU E MINHA AVÓ.Se puderem me ajudar me falem se vale apena morar lá porque eu tenho um amigo adulto ele mora la e vive bem sabe tem uma apartamento bom com moveis bons e tudo mais sabe eu converso com ele pelo SKYPE ele até me insentiva a aprender alemão ele me deu site ai então pelo jeito dele parece que e bom mora lá em 2013 vou viajar para Alemanha e vou visitalo mais antes disso quero saber vale apena?

    • Juliano PP permalink
      15/10/2011 12:04

      Um menino de 11 anos indo visitar um adulto que ele conheceu pelo SKYPE!!!!
      Gente, alguém ensina a esse muleque o que é pedofilia e tráfico de pessoas.
      Garoto, isso é insano.

  31. Frank permalink
    02/10/2011 12:26

    Vir morar no exterior somente por razões financeiras ou status pode sim valer a pena se você o objetivo de juntar certo valor e voltar, ou comprar algo. Vir legalmente para um país rico (EUA,Canada, Japão, Australia, Europa do norte, isto é, da França para cima, ou Suiça e Austria), com um objetivo, tempo determinado sem laços ou intenção de se integrar com o novo país e focus no valor que se irá receber e gastando o mínimo possível. Com este tipo de objetivo a pessoa vai se submeter a qualquer coisa mas mesmo assim saberá qual é o resultado que quer alcançar. Imigrar por razões financeiras a um país como Portugal, Espanha, Itália não vale a pena pois estes países tem problemas financeiros similares ao Brasil e vivem do status…pertencem a Europa. Mas a pobreza é grande proporcional ao tamanho do país e a discriminação cresce a medida que os locais se sentem ameaçados pela invasão estrangeira em um disputado mercado de trabalho. Antes de imigrar, a pessoa deveria visitar o país antes para ver aonde irá pisar pelo menos para se ter uma idéia.
    Para mim, acho maravilhoso morar no exterior, conhecer novas culturas, aprender a apreciar nova comida e bebidas, entender novos comportamentos, experienciar novos climas. Saber o que é inverno com neve e fortes ventos; outonos com o brilho amarelo das folhas, o verão tão esperado e apreciado. Saborear vinhos de diversas partes do mundo, aprender novas linguas, ouvir sotaques diferentes. Descobrir novas paisagens e também a exergar mais coisas positivas e negativas de meu país de origem, não existe país perfeito.
    Gostava de morar do Brasil, mas com o tempo me dei conta de que este gosto era pela minha família e amigos e pelas paisagens. Gostava do Brasil mas não curtia muitas coisas na cultura brasileira como a discriminação racial para com os negros, nordestinos. Ví que para muitos brasileiros (exemplos nas novelas), o país ideal era formado por brancos, loiros de classe média para cima e que o país pobre, negro e nordestino fazia parte de um outro país que por sinal tinha um nome similar ao Brasil perfeito.
    Depois de estar morando mais de 15 anos em um país rico e estar bem socio-economicamente, vou ao Brasil visitar família e amigos e vejo poucas mudanças.Passo um mês no Brasil e quando volto, a parte de meus entes queridos, as coisas que aprecio é o serviço em bares e restaurantes que frequento onde somente a classe média e alta pode gozar destes serviços. Vejo ainda negros e pessoas não-brancas sendo barradas em portas de banco que se vê claramente que não estão em porte de nada metálico. Sou paulistano e, Autódromo, Jóquei cluble, teatros, universidades como FAAP, Mackenzie, PUC, USP & FGV não conhecem estudantes negros (e nem professores obviamente!), existem raras exceções. Certas praias no Guarujá, Ilha Bela, Ilha Grande, Paratí, não conhecem clientes negros ou nordestinos em hotéis/pousadas ou eles são raros nas praias. Funcionários em muiltinacionais em São Paulo são 100% brancos ou de origem asiática, os únicos escuros pertencem às empresas terceirizadas prestando serviços de limpeza e segurança.
    Sentiria muita saudade e sofreria muito se estivesse morando no exterior por razões financeiras, mas como não estou, amo ver fotos do Brasil mas para morar lá, NÃO VALE A PENA.

  32. Toni permalink
    16/10/2011 21:22

    Frank, apesar do seu português já estar bem diferente, diria que precisa de uns remendos, rsrs…
    Mas entendi perfeitamente, e quero lhe dizer como já disse em outras ocasiões, que o Brasil é isso aí tudo que você muito bem falou…
    Depois, vêm os patriotas de plantão querendo tapar o sol com a peneira….
    Não vou negar que melhorou aqui e ali, pois estive no nordeste, e comparando com a situação de certos países limítrofes ou mesmo aqui em certas regiões de São Paulo, lá está bem melhor.
    Mas resumindo é isso aí. Você nasceu aqui e sabe do que está falando. Boa sorte.

  33. Bruno permalink
    28/10/2011 16:30

    Sou Brasileiro e carioca com orgulho, já morei nos EUA e tenho cidadania Europeia o que facilita ir para qualquer lugar do mundo. Na minha opinião não vale mais apena morar fora, pois em primeiro lugar os gringos do primeiro mundo tem um conceito de brasileiro como sub-raça e pelo fato de brasileiro (alguns) fazerem merda e todos ficam rotulados por poucos, fora isso o momento economico Brasileiro é muito bom, muita grana rolando e boas oportunidades de emprego e investimento, ou seja, valorize o seu país e suas raizes e busque oportunidades por aqui pois os gringos estão FALIDOS e a situação deles só tenderá a piorar enquanto nós a prospecção é de crescimento. VAMOS FAZER O BRASIL CRESCER E ELE SÒ VAI CRESCER SE NOS O FIZERMOS GIGANTE PELA PROPRIA NATUREZA ou vcs acham melhor pessoas com faculdade e pós graduação irem para fora para virarem garçom, babá e outros “sub-empregos” morarem de mau etc… Se não tiver cidadania ou green card não vá morar no exterior, busquem oportunidades aqui!!!

    • ligia permalink
      28/11/2011 19:44

      Adorei Bruno o que vc disse: (…) “VAMOS FAZER O BRASIL CRESCER E ELE SÒ VAI CRESCER SE NOS O FIZERMOS GIGANTE PELA PROPRIA NATUREZA”, Moro na França me arrependo de ter vindo, sou casada com portugues e ele vive a mais de 40 anos aqui, me convenceu de vir para ca, e como aqui o mar na esta pra peixen confesso q nao vi nada de diferente. Adoro ver noticias mundiais, tanto econômicas, politicas e outros de toda parte do mundo, e concordo q vc disse o Brasil vai surpreender muito! Gringo nao fala mal do seu pais, mas brasileiro enche a boca pra falar mal da sua propria patria. Esquecem q somos raças misturadas… Eu ficar o resto da vida aqui nao fico nao! Juro quando li o seu comentario diquei muito aliviada e feliz.
      Boa sorte e parabens pois esta bem expressivo!

    • Natan Leite permalink
      16/08/2013 0:48

      Concordo com você Ligia, quando você consegue estudar, independente de ser escola pública ou da rede privada, atinge um determinado nível cultural, certamente vai obter conquistas materiais, dificilmente vai querer sair do teu país. Percebo que só buscam o exterior, numa maioria, pessoas que não estudaram ou optaram por profissões que não geram grana. O BRASIL está em ótimo momento, vejo uma juventude grande trabalhando, adquirindo bens, ou seja, aproveitando os bons ventos com trabalho conquistado com fruto da educação. Agora, quem não buscou isso, precisa se agarrar nisso,Sair fora para encontrar o ponto em que parou na vida para chegar na velhice melhor um pouco, quero ver se aposentar lá fora!!!Depois me contem, quando estivermos velhos!!!

      • Mah permalink
        20/10/2013 23:49

        Natan, sou formada em Letras (português, inglês e literatura) e em turismo (guia no Brasil e América do Sul). Tenho vinte e poucos, falo 3 línguas fluentemente e estou aprendendo a quarta (nível intermediário). Já morei em 3 países. Será que meu nível cultural é baixo?
        Verdade que as profissoes que optei nao geram grana mas isso é porque nesse país de merda nao se valoriza a todos e nem mesmo aos professores (aí se vê que é um país de merda) e os profissionais de turismo, nao sao importantes? Nao no Brasil que nao investe NADA em turismo… Enfim falta muito para esse país ser desenvolvido… E nao se engane: Muito dessa juventude adquirindo bens está completamente individada. O custo de vida no RJ está altíssimo como vc deve saber…. E as pessoas adoram viver de aparência. Outra coisa que parece que vc nao distingue bem… Ter bens nao significa ter cultura. Porque eu morei a maior parte da minha vida no Brasil e vou te dizer… Era difícil achar alguém no meu nível cultural, só mesmo alguns gays e mulheres. Homem é raríssimo, mas raríssimo mesmo. A nao ser que você considere cultura torcer fanaticamente por um time de futebol. #beijonaomeliga kkkkk

    • 11/12/2013 21:51

      BRASIL TA MUITO PERIGOSO MEHOR FICAR AI QUE PRA ESSA GUERRILHA URBANA DAQUI!

  34. Bruno permalink
    28/10/2011 16:42

    Só para completar o meu raciocinio. Minha irmã tá a 10 anos fora, já morou em New York, boston e agora está em londres, fez facult no exterior e trabalha por lá na área dela, Sabe o que ela tem hj???? NADA, mora de aluguel e anda de carro usado e eu aqui no brasil já compre 3 imoveis e ando de carro zero. Quem se deu melhor? OBS ela tem cidadania europeia o que torna mais facil as coisas para ela, mas grana de verdade quem ganha sou eu aqui no Brasil mesmo. Acho que babam muito o ovo dos gringos ( que parecem uma lagartixa de coqueiro), sou mais aqui, lugarem belos, povo alegre… A unica coisa ruim aqui no Brasil é a politica que é podre e ladra, fora isso sou mais BRASIL!!!!!!!!!!!

    • 28/10/2011 16:51

      Nem sempre ter mais significa ser mais (feliz, por exemplo). Nos países mais desenvolvidos (economicamente e humanamente) o conceito de propriedade privada é bem diferente do que temos no Brasil e em outros países que apostam por um único tipo de desenvolvimento, o econômico. Sou da opinião de quem é mais feliz não é o que mais tem, mas o que menos necessita… E a vida na Europa, por exemplo, os serviços e equipamentos públicos e gratuitos funcionam muito melhor que no Brasil, que dizer, nossas necessidades aqui são satisfeitas de outras maneiras, não apenas comprando coisas.

      • sdnetherlands@hotmail.com permalink
        30/10/2011 20:48

        Concordo plenamente contigo, Glenda. Infelizmente a motivação de muitos brasileiros para sair do Brasil é por razões financeiras. Uma vez no exterior, submetem-se a situações que os impedem conhecer a beleza e a riqueza cultural do país onde vivem.
        Claro que vale a pena morar no exterior, claro que vale a pena morar no Brasil, a decisão depende do que você busca.

    • Jane permalink
      06/05/2012 18:24

      Me desculpe falar assim..gosto de resumir..mas….se ela em 10 anos pulou mais do que pipoca de lugar em lugar….claro que nem deu tempo pra estruturar a vida. E pelo jeito..morando de aluguel…fica facil mudar pra onde ela quiser.

    • Maria Cristina permalink
      04/08/2013 22:09

      É Bruno em parte você tem razão, quando se sai do nosso País para morar fora, é porque se tem alguma razão muito especial eu diria estudar e trabalhar e voltar. Adquirindo experiência para que o currículo se torne atraente e internacional… com um bom emprego, bom salário se vive muito bem no Brasil, independente de violência, etc, mas para pessoa jovem é valida a experiência de conhecer uma cultura diferente e aprendizado em todos os sentidos. Agora precisar se aventurar sem lenço e sem documento requer coragem, força e persistência para vencer .Eu não me encontro nesse grupo, me casei e vivo numa pequena cidade do interior dos Estados Unidos, uma mudança radical, pois sempre vivi em cidade grande e digo mais, tudo é prático e confortável, mas não vejo o mar nem o calçadão.

    • Kaxana Knabah permalink
      16/08/2013 1:18

      Bruno, esse discurso é meu!!!!Brincadeirinha. Aqui em casa ocorre a mesma situação, e assinamos sua colocação, babam demais os gringos…No Brasil, tirando uma mão de obra que agora, chega de fora, os gringos que por aqui aportam são ferrados que buscam o mesmo que alguns brasileiros buscam lá fora.

  35. eduarda permalink
    29/10/2011 21:32

    Entao estou procurando muitas respostas sobre morar no exterior, pois daqui 2 anos tenho a intensão de entrar em uma universidade na Australia e quem sabe trabalhar por lá mesmo.

  36. pati permalink
    01/11/2011 2:34

    ola pessoal. E interessante as variadas opinioes, mas concordo com a frase “lar e onde seu coracao esta.” O importante e ser feliz. Porem essa historia de vir para o exterior para conhecer cultura, idiomas e tudo mais na maioria e so bla bla bla. Logico que independente do motivo, se deve sempre conhecer e se adaptar na medida do possivel a cultura e idioma local. Eu moro a 8 anos na Suica, vim aos 20 anos e passei por varias situacoes boas e ruins, vim como a maioria, visando uma melhor condicao financeira embora no Brasil nunca fui miseravel, sempre morei em casa propria, estudei tenho uma formacao proficional e tambem uma otima formacao de carater, pois meus pais me deram amor e principios. O que realmente passa no exterior e que se for focado no seu objetivo vc alcanca mas ten que se submeter a varias coisas. Eu alcancei meus objetivos economicos ao menos quase todos, mas me tornei uma pessoa mais dura, pois sofremos sim preconceito, pressao psicologica, solidao(mesmo acompanhado) e muitas vezes temos que trabalhar com sub empregos. Acho lindo disserem que a vida no exterior e cor de rosa mas sabemos bem que nao e. Nao tem ladroes na Suica mas o dinheiro que aqui se ganha com uma mao tomam com a outra, pra mim tambem e um roubo. O principe encantado nao existe e casamento em qualquer lugar do mundo e dificil, e se com um estrangeiro um pouco mais pois a cultura e diferente e eles sao mais frios, digo porque sou casada a 7 anos aqui e confesso os brasileiros sao bem mais carinhosos. A maioria de estrangeiras aqui trabalham em prostituicao(o que nao torna ninguem pior que ninguem), limpeza, garconetes, babas e etc. Eu ja trabalhei em tudo isso e nao foi facil estudar, formar e depois isso. Hoje trabalho com estetica e bom e mais ou menos. Falo 3idiomas fluentes (alemao, italiano e espanhol) e tambem um pouco frances nem por toda essa cultura tenho um BOM emprego pois sou estrangeira e sempre vai haver preconceito. Pretendo voltar a morar no Brasil em breve, que com todos seus defeitos ainda e nossa Casa, nossa Nacao que acredito um dia sera bem melhor . Abracos a todos

    • Bianca permalink
      26/10/2013 13:00

      Olá Mah, entendo sua frustração e te desejo muita sorte aonde quer que seja. Somente uma pequena crítica quando você mencionou “Era difícil achar alguém no meu nível cultural, só mesmo alguns gays e mulheres. Homem é raríssimo, mas raríssimo mesmo. A nao ser que você considere cultura torcer fanaticamente por um time de futebol ” . A verdade é que desde que gays não retiraram seu membro masculino, permanecem Homens, homens homossexuais. É possível sim encontrar no Brasil, vários homens heterossexuais com experiência de vida internacional, é buscar, anunciar nos lugares corretos.

      Mensagem para Pati:
      Lamento que sua situação não é a desejada, porém, você escolheu um país um tanto difícil, a Suiça e ainda se casou com um suiço, de acordo com seu depoimento. Óbvio que têm diferente comportamento com relação aos homens brasileiros. É lindo ver alguém ainda sonhando com um país cor-de-rosa, com maridos brasileiros românticos, carinhosos que te presenteam com flores assim como presenteam suas amantes, e ou roubos que você compara com os do Brasil…graças a Deus você nunca teve alguém te roubando no Brasil com um revolver na tua boca, aí você verá a diferença entre onde você está e aonde você quer ir… O Brasil é lindo, mas a segurança em todos os sentidos é muito baixa. Tente mudar a sua vida aonde você está, e então passar uns meses no Brasil para sentir o país e por último, voltar. Boa sorte.

  37. Diego da Rocha permalink
    01/11/2011 11:46

    Estou na Espanha por 1 mês e estou me sentindo um peixe fora d´agua.
    Vim passar 1 ano aqui pra estudar.

    E realmente, os depoimentos desse blog me ajudaram muito, por mais simples que pareça.
    A resposta da Anatê pra mim foi a melhor, mais pé no chão e objetiva.

  38. Bernadete permalink
    11/11/2011 22:00

    Nunca morei fora, mas viajo muito, mas muito mesmo e agora, depois de mais de dez anos aposentada, com os filhos acertados na vida e de saco cheio do país onde vivo por todas as mazelas já citadas nas opiniões anteriores estou pensando seriamente em morar fora do Brasil. Pode ser nos Estados Unidos. na Europa ou no Chile ( que é o que mais se parece com a Europa aqui por perto). Estou começando a gostar da idéia. Tenho até um livro pronto há mais de três anos e prestes a ser publicado mais ou menos nessa linha, onde um cidadão fica muito desapontado com tudo e todos e ciente de que já não vale mais a pena viver se incomodando com o que acontece ao seu redor e cansado de lutar por melhorias e reformas, decide se exilar no interior ( não no Exterior) e acaba vivendo num sítio perto da capital para buscar a felicidade. Particularmente observo que em qualquer outro lugar fora do país, a sensação de segurança é muito maior, mesmo que o noticiário policial e político se assemelhe ao do Brasil. Ainda assim, os crimes lá fora parecem menores do que os daqui. E a decepção com o nosso país só aumenta. Não quero morrer detestando o meu país, talvez o melhor seja ficar longe, sentindo saudade!!!! Será?

  39. Magrela permalink
    14/11/2011 3:34

    Moro na Australia a 2 anos, trabalho como engenheira. Consegui esse emprego depois de estudar ingles e um curso tecnico e claro muita preparaçao com elaboraçao de curriculo/entrevista. O ambiente de trabalho aqui é ótimo, o empregador te valoriza e te respeita. Nao tem essa de escravidao, sem ferias e fazendo hora extra/trabalhando no fds. Sem contar o salario digno e a qualidade de vida. A populaçao da Australia é composta de 25% de imigrantes entao a questão da discriminação não é tao seria. Brasileiros aqui sao vistos como festeiros sim (a maioria é estudante) porém já trabalhei em restaurante e muitos adoram brasileiros pois trabalham pesado e sao confiáveis (claro q existem as maças podres).
    Agora, não esperem q os amigos/familia no Brasil entenda suas escolhas e valorize suas conquistas, muitos nao o farão. Vão dizer “vc consegue emprego bom aqui tb” (apesar de nem conhecerem o mercado de trabalho no qual vc esta)e claro vão achar q vc só está interessado no dinheiro. Muitos te julgam afirmando q nao vale a pena, mesmo nao tendo conhecimento de causa. A maioria nao percebe q eles tb tiveram q fazer escolhas e q tiveram q renunciar a muitas coisas.
    Cada um sabe oq te realiza pessoal/profissionalmente. Tem gente q quer casar e cuidar de filho, outros dedicam mais de 10 pra virar médico (pagando furtunas de mensalidade) e outros pegam diploma e sonham em arrumar um emprego publico. O conselho é faça o q te deixa feliz!

  40. luiz permalink
    16/11/2011 19:25

    brasileiros discriminao brasileiros novidade.oportunidade aqui no brasil tem muita.
    so olhar nas noticias e nao so aki mas o mundo fala tambem. o brasil esta precisando de mao de obra qualificada e tao pensando em ir pra europa bla bla bla bla bla bla bla.
    acho que os brasileiros so olham o mal do pais. como se o pais so tivesse samba, pagode,o brasil tem mais que isso, musica sertaneja e muitas outras.

  41. 21/11/2011 2:54

    Oi pessoal,

    Muito sensato o que vocês disseram
    Me pareceu que todos vocês emigraram por trabalho ou para estudar.O meu caso é diferente, por isso, gostaria que fizessem um comentario ou dessem uma opinião
    sobre o que estou intencionada a fazer.( estou com receio de fazer besteira)
    Tenho dupla nacionalidade, Brasileira e Portuguesa ( a portuguesa porque sou filha de portugueses). Já morei em Portugal muitos anos.. Tenho sessenta anos e estou com vontade de morar de vez em portugal com meu marido. Além de meu marido não tenho
    mais ninguém de familia. Não estamos buscando trabalho, só um lugar agradavel para viver. Será uma estupidez ir morar em Portugal com os problemas finaceiros que está atravessando, sim, porque Portugal está muito mal financeiramente.Ou seria indiferente, uma vez que já estou aposentada. Ë insensato sair de meu País aos 60 anos?Sou carioca e moro no Rio de Janeiro .Estou um pouco decepcionada com o Brasil.
    Agadeço desde já

    Maria

    • 21/11/2011 9:04

      Através do me blog pessoal já conheci algumas pessoas que vieram morar na Espanha depois de se aposentar, em busca de uma vida calma e tranquila e, é claro, se novas experiências. Não entendo porque só os jovens podem largar tudo e sair por ai, isso para mim, é válido em todas as idades, ainda mais quando a estabilidade financeira é alcançada. Às vezes fico imaginando meus avôs aqui (que têm muito mais idade que você) e acho que eles seriam muito felizes, passeando a pé pela rua pela noite sem medo de violência e aproveitando as opções culturais que o velho mundo oferece para as pessoas da terceira idade. Ai no Brasil, todo mundo sabe muito bem como tratamos nossos idosos, condenados a ter como única opção o tricô e as novelas da Globo. E com 60 anos você ainda é jovem e capaz de se adaptar a outras culturas, ainda mais se já morou em Portugal. Boa sorte!

    • Frank de Vries permalink
      22/11/2011 1:46

      Trabalhei em Portugal por 1 ano e já estava morando no norte da Europa, onde estou até hoje. Existe uma diferença enorme em morar em um país rico no norte da Europa e morar em um país como Portugal ou Espanha onde existe muita pobreza. É como morar em boas áreas em São Paulo ou Rio sabendo que bem próximo há favelas e muita pobreza.

      Claro que morar na Europa é muito mais tranqüilo e seguro e maravilhoso estar próximo a lugares lindíssimos.

      Se você e seu marido não têm mais que trabalhar, ou seja, são independentes da crise em Portugal, é só escolher um lugar bonito e tranqüilo e aproveitar a vida. Fazendo lindas viagens de trens e ônibus na Europa, aproveitando os vinhos, os queijos, hmmm. Estar com 60 anos de idade aqui na Europa ainda é muito jovem, considerando que em muitos países a idade para se aposentar é 65, 66.. Se você está com medo dos riscos…por que não alugar sua casa no Brasil por 1 ano e alugar uma casa em Portugal pelo mesmo período, assim será possível acompanhar a sua adaptação na prática antes de tomar uma decisão mais permanente. Boa Sorte! Eu amo viver na Europa!

      • alaide permalink
        25/11/2011 0:41

        adorei as respostas e comentarios da glenda, frank e frank de vries, vc foram autenticos e falram a realidade tanto aqui do brasil como do exteriosr, eu e meu marido estamos pensando em voltar pra portugal, e de la claro ir para austria ou londres, onde teremos ajuda de amigos. so nao fomos ainda por falta de condiçoes mesmo, mas na hra certa vai acontecer. vive em portugal por 8 anos e mei aquele lugar, e mesmo co crise ainda amo, nunca tive problemas com racismo, ou preconceitos e fui bem tratada onde estava. deixei la muitos amizades portugueses, e tenho contato ate hj. tinha meu trabalh, mas por presao e no calor da emoçao do momento vi embora sem mais nem menos, nao atoa na verdade, pois minha mae adoeceu e meu namorado veio embora, esquentei a cabeça e vim e me arrependo desde o primeiro dia que pisei aqui,e nao tem um so dia nao quero voltatr, so penso em minha mae quecontinua doente, e so deus sabe ate qdo vai ficar, e o tal do alzhymer, esta doença, que nao se sabe como começa e dizem nao ter cura, ela pode viver por mais 10, 20 anos assim, estou numa encruzilhada, pois meu marido me cobra, pois ainda temos muito que fazer e comquistar ainda e nao estamos, apezar de ter empregos no brasil, nao temos tido muita sorte, por isso mesmo, penso em voltar pois sempre consegui trabalho la, e ele tambem , o problema dele mais e a mae que meio que nao quer que ele va, mas, temos que ter nssa propria vida, senao, vmos acabar eu aqui sem reconhecimento de minha familia ou ate mesmo apoio em varios motivos e ele tambe, nao ta tendo, la tinhamos uma vida tranquila . ai que saudades do colomboooo. bom so queri aidzer isso, obgada a todos vcs que me ajudaram a ter mais certeza ainda do que quero e presciso fazer, principalmente a vc GLENDA, FRANK E FRANK VRIES. obgada de coraçao. lala

    • Thais permalink
      20/02/2012 11:13

      Maria, se voces ja estao aposentados e so vao curtir a vida, nao importa que Portugal esteja em crise. Uma vez que o sustento de voces vem do Brasil (acredito que de pra recolher aposentadoria em Portugal, ja fui de ferias para la e vi que tem Banco do Brasil inclusive) e uma vez que voces nao dependam de trabalho em Portugal para sobreviver. Va tentar ser feliz por lá com o seu marido. Eu acho que Portugal é o país com menor custo de vida da Europa, mesmo sendo em euro. Quando viajei pra la achei tudo muito barato e meu pai que estava comigo (e mora no Brasil ganhando em reais) tambem achou tudo muito barato). De uma pesquisada online os precos de moradia por exemplo (vai alugar ou comprar?), o custo com moradia costuma ser o mais alto. Se o dinheiro de voces cobrir o custo de moradia e sobrar um bom dinheiro, da pra viver tranquilo. OBS: na pior das hipoteses, se voces nao gostarem de lá, depois de 2 anos morando em Portugal contigo, o seu marido tem direito a cidadania portuguesa.

    • Kelly permalink
      28/02/2012 18:15

      Não sei se é melhor opção, morei em Portugal durante 5 anos
      os velhotes lá não são tão bem tratados não. Primeiro que depende muito de
      sua aposentadoria transformanda do real para o euro se vale apena.
      Outra coisa Portugal é um pais lindo mais muito melancólico as pessoas
      são muito pessimistas é o contrario ate de mesmo da Espanha que são mais
      alegres.

  42. Nooriel Aboab permalink
    07/12/2011 6:19

    Interessante os assuntos aqui nesta web. Gostei muinto da fraze acima “lar e onde voce vive e gosta”; Eu nasci Judeu (Jude, Jewish, Hebrew etc.); o mundo para min nao existe fronteiras, o que existe no mundo segregacao racial (cor, idioma, beleza, financeiros, Religion) dos seres humanos; nos jugamos inteligente!!! mas pelo que vejo seremos uma especie em decadencia, nao importa onde voce esteja. Os Neanderthal conseguiram sobreviver por 400 mils anos; se foram com muintas as outras especies com a nossa vinda; O QUEIJO ficou pequeno para se dividirem.

  43. Flavianny permalink
    19/12/2011 6:22

    Olá, meu nome é Flavianny, e moro em Portugal a 11 anos…faz 6 anos q não vou ao Brasil,pq tenho 3 filhos,cujo pai possui a custódia.Apesar de ser apaixonada pelos meus filhos e por este país;já não tenho condiçoes de continuar aqui,devido ao escasso trabalho(mal dá p pagar as contas).Alem do mais a tristeza de não estar c meus filhos, me consome a cada dia.Com a carta de residencia vencida e,sem emprego, é impossível continuar aqui.quero ir embora tentar uma vida melhor e com Deus, no Brasil.E talvez com o apoio da minha familia consiga travar uma batalha judicial,através da justiça brasileira p resgatar meus filhotinhos.Que p piorar a situação vivem bem longe de mim.Talvez,se não fosse esse desfecho doloroso,continuaria a viver aqui mesmo com a crise economica.As coisas são mais acessíveis,e vive-se com mais conforto e segurança.

  44. Ana Luisa permalink
    02/01/2012 3:31

    Achei interesantes todos os depoimentos que li aqui. Eu acho que depois de tanta discussão deu para chegar a uma conclusão: morar no exterior vale a pena dependendo da pessoa, do que ela gosta, do que ela busca, do que ela quer. Eu morei na Espanha, fui para estudar e faz 1 ano e pouco que voltei. E NAO VEJO A HORA DE IR PARA OUTRO PAIS (meu foco agora tem sido o Canada). Mas eu quero ir embora nao é porque eu nao gosto do Brasil, muito pelo contrário, eu gosto MUITO, e o tempo em que estive fora, senti muitas saudades (depois de alguns meses a saudade vai amenizando…); na verdade eu quero ir embora porque gosto de conhecer outras culturas, gosto desse choque cultural e gosto de conhecer outras linguas (sou tradutora)…e por causa disso eu passo por cima de luxo, conforto e muito dinheiro no bolso. Acho que tem jeito sim de se estabilizar financeiramente, ter uma vida MUITO boa no exterior…mas nao adiante se iludir, é MUITO dificil…estrangeiro é estrangeiro, e eles sempre vao dar preferencia para quem é do país! Entao quem vai embora com o objetivo de ganhar dinheiro e melhorar bastante de vida tem que tomar cuidado para nao se frustar…e tem que ter DISCIPLINA! Conheci vários brasileiros que no primeiro mes já torraram tudo o que ganharam, ou entao alugam apartamentos caríssimos, querem morar sozinhos, ter banheiro privativo, e etc. Quanto ao fato de criminalidade, corrupçao, etc que foram citados pelo pessoal, eu acho que, claro, o Brasil é um país novo, meio bagunçado ainda, e isso é sim mais forte por aqui, mas isso tudo tbm existe no exterior e MUITO! Tem robalheira de político, tem burocracia para tudo tbm, tem ladrao…eu acho que o diferença maior é que o povo gringo bota mais a boca no trambone, reclama mais o direitos e tal, por isso lá é um pouquinho melhor, mas nao existe pais perfeito, ok?… enfim, é só ter certeza de seus objetivos e ter a experiencia que dá para dizer, galera, o que vale a pena. É isso.

  45. 11/01/2012 4:31

    Muito bom ter encontrado este blog. A experiencia de outros brasileiros morando no exterior sempre acrescenta algo a mais.

  46. Renilde permalink
    15/01/2012 10:58

    Gente, e o que fazer, quando depois de dez anos morando na Europa (Suiça), depois de ter passado pela fase de adaptaçao, de aprender a lingua, de encontrar trabalho um bom companheiro, de estudar e formar os filhos aqui e tudo o mais que a gente acha que é bacana? Mas o coraçao continua a te dizer. _ “aqui nao é teu lugar”, “voce nao vai achar calor humano nessas pessoas, so sao polidas, nao se iluda”. “voce està deixando de viver ao lado sua familia, nem conhece o bebe que chegou”, enfin, sua cabeça està aqui, onde tem trabalho bem pago, segurança, tranquilidade, mas seu coraçao vive fazendo a viagem de volta.
    Me sinto assim, medo de jogar tudo pro alto, voltar e me arrepender, mas com medo também de envelhecer aqui esquecida num asilo, (como é o costume). E ainda com a estranha sensaçao de que estou perdendo algo.
    Dificil nao?

    • Karina Nonato Fonseca permalink
      21/03/2012 13:06

      Oi Renilde achei linda sua experiencia, mas um pesar de dor muito grande em suas palavras, bom querida moro em SP aqui no brasil me chamo Karina tenho 33 anos, amo o meu pais, mas acredito que chegou a hora de crescer, aqui eu trabalho como manicure e esteticista, quero muito atuar ai ou em qualquer outro pais, o que eu quero é sair daqui por mais que as pessoas são frias eu tenho um objetivo trabalhar ter experiencias fazer um curso ai aprender a lingua ajudar minha família aqui e viver, a vida é muito curta amiga pra nos arrepender das coisas que fazemos, se vc puder me ajudar me indicar eu te agradeço, se quiser manteremos contato via e-mail ou msn segue meu endereço kaka-fonseca@live.com
      Fka com Deus
      Bjus

    • Maria Cristina permalink
      19/08/2013 17:53

      Renilde você está vivenciando o melhor e para sempre irá guardar e passar suas experiências, mas num futuro mais a frente, você já estabelecida em todos os sentidos, poderá retornar a nossa terrinha e pode até ir passear na Suíça de vez em quando. Eu entendo bem o que você vivencia, pois vivo o mesmo aqui nos Estados Unidos. Abraços.

  47. Joao Toledo permalink
    15/01/2012 15:28

    Ja morei no exterior nos EUA por duas vezes a primeira por um ano e a segunda vez por 7 anos e em ambas as vezes que voltei ao Brasil me senti perdido. Hoje estou vivendo no Brasil a 3 meses mas ainda nao consegui me acostumar. Acho que sou do tipo que gosta de tudo bem organizado e por aqui isso e’ quase impossivel. Ando pensando seriamente em voltar a viver no exterior ainda que financeiramente nao esteja mais interessante mas no geral a vida no exterior ainda e’ mais bem vivida que aqui no Brasil.

    • Nooriel Aboab permalink
      15/01/2012 19:02

      Olha gente, eu vivo aqui em CHICAGO ILLINOIS a mas de 18 anos; somente fui 2 vezes nesse periodo todo e sensao foi horivel. Eu sou de Cuiaba MT e pela ultima vez que estive la a experiencia nao foi nada agradavel; tentaram me robar no onibus, deixei de pegar onibus e comecei a pegar taxi ai os taxicista me robou na quilometragen, ai alugei carro fui parado pela policia, como a minha carteira de abilitacao brasileira estava vencido, apresentei a carteira de abilitacao norte americana valida, o policial disse que nao valia no Brasil (sendo que vale por 90 dias pelas leis Brasileira) depois apresentei a minha carteira de abilitacao Brasileira vencida ai o policial diz que o carro estava prezo e eu eria receber uma multa de 400 reais, porem 100 reais eu ja estaria livre para prossegui minha viage; no final negociando ele pegou 50 reais ai escutei ele dando sinal pelo radio para outra viatura mas na frente, a sorte que meu irmao estava comigo e tem habilitacao ai trocamos de volante; mas na frente outro policial me parou meu irmao apresentou a carteira dele!!! veja so’ a pilantragen; o policial disse que o nome do meu irmao nao estava no contrato da locadora que me alugou o carro; ai foi feio o meu irmao perdeu a cabeca e falou para o policial filho da Pu…safados.. sem-vergonhas…currupcto e todo dicionario feio ect., um colega seu ja robou meu irmao 50 reais se voce quizer prender o carro que prenda e que nos vamos te denunciar ate’ o chefe da geral da policia; TV etc. ai o policial sorriu e disse prossegue a sua viage amigo.
      Depois de ano da minha ultima viagen ao Brasil a minha mae falecei, ai o Brasil perdeu toda graca; Os meus filhos do meu primeiro casamento me vem visitar nas feiras deles aqui em USA, e o meu filho morrou comigo aqui 3 anos, mas depois resolveu voltar, para fazer faculdade la’ que e degraca e ja esta cursando o 4 semestre de direito.
      A sensao horivel foi as casas todas com murro altos e caco de vidro em com arrame farpado; cachorros latindo a noite toda, um panorama horivel, parecia mas filme de terror.
      Quando fui com meus familiares a fazer compras, ao atraversar as ruas o meu filho disso, escode a camera fotografica que ja tem 5 trombadinha do outro lado da rua que vai te atacar, meu pai tem 1,95 de altura 110 kilo, olhou feio para eles e se amendrontaram.
      Aqui em Chicago as divisas das casas nao tem murro, no verao durmo ate’ com as janelas aberta so’ com a tela de mosquitos baixados e nunca me passou nada; Perdi a minha carteira num chop center com todos os meus documentos inclusivel 75 dollares dentro; uma semana depois recebi toda a carteira pelo correio somente com 2 dollares a menos com uma nota dizendo: Os 2 dollares que foi extraido devido o servico de postagen ; Desculpa-me eu nao posso pagar pela sua falta e entre aspa’ “Mantenha a sua cabeca no lugar”.

      Pesando bem!!! Brazil good bye. Forever Brazuca haaaaaaaaaaaaaaaa…….

      • Valdirene permalink
        17/01/2012 14:37

        Pois é…interessantíssimo esse assunto. Eu moro ha 4 anos na Europa e 3 deles em Munique, na Alemanha. Muitas opinioes se divergem quando o assunto é o tal “boom economico do Brasil” e a os brasileiros que por causa disso, querem voltar. Vim pra ca porque conheci meu esposo pela internet e construimos uma linda familia. Hoje temos um menino de 1 ano. Nao tenho qualquer bem economico no Brasil e sempre trabalhei como empregada em escritorios juridicos. Consegui me formar em Direito com muuuuiiita dificuldade e hoje nem penso em voltar a trabalhar nessa area. Sou dona de casa aqui e portanto, me sinto realmente muito feliz. As diferenca sculturais sao muitos grandes, sobretudo as dificuldades com o idioma, mas isso nao me impediu de me integrar. Morava no Rio de Janeiro e minha mae e meus irmaos ainda la vivem. Somos uma familia pobre e portanto, nao existe o fato de pra gente a situacao financeira no Brasil ter melhorado. Se o governo diz que o pobre virou o novo rico só porque consegue comprar eletrodomésticos em 36 x parcelados com juros, e so assim se endividando para conseguir o mínimo de conforto entao, seríamos tambem ricos???. Eu tenho meus pes no chao. E apesar de tudo isso que falam do Brasil, nao penso em voltar. Como o Renato la em cima que vive em Orlando disse, aqui em Munique tb encontrei “um novo lar”. Sao polos totalmente opostos – Rio de Janeiro x Munique, mas aqui encontro acessibilidade nas ruas, nas conducoes, seguranca e sobretudo respeito. Claro, sinto falta da minha terra em alguns aspectos, mas isso nao seria um motivo para voltar. Nao vim pra Europa pra “ganhar a vida” e sim construir uma familia. O que Deus colocar em meu caminho no sentido profissional será um acrescimo abencoado. Acredito que muitos brasileiros que vieram para a Europa tentar a vida, voltam para o Brasil com essa esperanca de conseguir algo melhor…isso nao tenho duvidas…mas conheco muitos que voltaram para o Brasil e tb se arrependeram…e ja querem voltar para Europa, porque nao se adapataram mais pela falta de estrutura e seguranca que encontram pela frente…e muitos tb nao querem dar o braco a torcer e dizer que a readaptacao realmente se tornou muito dificil no Brasil, justamente por essa falta de organizacao. Mas enfim…boa sorte para aqueles que desejam voltar.

    • Frank permalink
      19/01/2012 17:56

      Acredito que você necessita buscar dentro de si, a resposta para esta procura que você está fazendo uma vez no exterior, outra no Brasil. O que é que você quer? Quais são os verdadeiros motivos que o leva sair do Brasil? Por que não ficar no país que você emigrou? Você está a busca de dinheiro, carreira, amor, amigos….no momento em que você encontrar sinceramente estas respostas você será capaz de se satisfazer em um só lugar. Senão, você continuará pulando de um lado para o outro a vida inteira sem estar feliz em nenhum lugar.

    • Maria Cristina permalink
      19/08/2013 17:49

      É verdade Kaxana, concordo com você, mas no Brasil com pouquinho mais de dinheiro se vive bem e tendo acesso a uma boa qualidade de vida em alguns estados, creio que vale a pena viver. Eu também vivo nos Estados Unidos em uma pequena cidade do interior, tem tudo a mão, mas falta a praia, o calçadão e a descontração carioca. Morar fora na minha opinião é muito bom para estudar, trabalhar e adquirir bons conhecimentos e experiência que irá fazer diferença no currículo.

      • maria correia permalink
        08/09/2013 3:22

        concordo com vc plenamente.
        moro na beira mar, praia é apenas um detalhe, viver com gente com cultura educação é outra coisa.
        Não como os brasileiros, que não respeitam nem a se mesmo.

  48. donald savazoni permalink
    16/01/2012 7:26

    legal, eu estou perto do brasil, na argentina aqui nao e melhor que o brasil mais hoje tenho mais qualidade de vida e estou cursando medicina, foi muito bom o que vcs postarao, mais esqueceram de falar o brasil e muito grande e qual lugar do brasil vcs estao comparando, pois o brasil tem seus altos e baixos, mais deixa isso pra la, deus abençoe a todos.

    • Karina Nonato Fonseca permalink
      21/03/2012 13:12

      Nossa Donald que legal fko muito feliz por vc, eu estou aqui em sp mas procurando um lugar pra ir, tenho muita vontade de trabalhar fora do brasil crescer, estudar, conhecer a lingua enfim me chamo Karina tenho 33 anos se puder me ajudar a trabalhar por ai eu agradeço segue abaixo meu e-mail kaka-fonseca@live.com

      obrigado
      Bjus

    • maria correia permalink
      08/09/2013 3:50

      Muitos brasileiros confundem qualidade de vida, com uma geladeira de luxo, e uma televisão de 50 polegadas na sala, comprada no boleto em 36 meses, pois nem cartão de crédito TEM , é por isso que o Brasil estar assim, cade educação pública, ou vc como ma~e trabalha 24 horas para educar um filho e ele conseguir entrar em um universidade federal, ou então os previlegiados colocam nos mais caras colégios e tomam a vaga do seu filho, que Brasil tão bom é esse , saúde se vc não tiver R$ 500 ou mais vc fica doente deitado esperando dias no chão no hospital das clinicas, ou uma restauração da vida ou então o bem mais provável morrer, mas para esses politicos é nada, tu eras um apenas na motidão, não vai fazer falta, ou melhor nem vão lembrar que tu existisse. Essa sim é a verdadeira realidade brasileira.Agora enchem a boca , tem bolsa familia, tem vale gás, tem desconto para baixa renda na CELPE energia, a cesta básica baixo um pouquinho, esse mês vc se alimenta melhor, me polpe com tanto sinismo, enquanto isso, estar o Congresso PREOCUPADO COM QTOS ANOS DE CADEIA VAI PEGAR um politico de cadeia, isso para dispistar os outros que estão fazendo muito pior, que Brasil é esse, da livre voz de expressão, onde a policia e boazinha que só ver os marginais dos morros, kkkkakkakak e muitos deles fazem o que , o Brasil sim é uma grande piada, onde no serviço público, que todo dia querem mudar, só entra o quem indique, ou se não uma bonitona que mosntreUM BELO PAR DE PERNAS …..ou saia para um jantarsinho com seu chefão,E tem que ficar caladinha, pois depois dos 25 anos , passou tua vez, viva o Brasil , GIGANTE PELA PRÓPRIA NATUREZA, ESPLÊNDIDO DE CÉU AZUL, DE SUAS PRAIAS MARAVILHOSAS, PARA QUEM TEM O DINHEIRO DO BUZÃO PARAR IR KAKAKKAK QTA GENTE ILUDIDA, MAS NÃO VALE APENA FALAR , POIS NA TERRA DE CEGO QUEM TEM UM OLHO É REI.só ver ( sua majestade) o que quer fazer o que kakakkkakakkaka

  49. Emily permalink
    17/01/2012 0:57

    E a Austrália pessoal? Termino o Mestrado esse ano e to pensando em aperfeçoar meu inglês e morar um tempo fora, antes de ingressar no Doutorado. Alguém tem experiência na Austrália?

  50. Lilian lacerda permalink
    18/01/2012 14:45

    olaa pessoal Li varias opiniões de vcs. Mas tenho uma opinião propria pelo que vivi, pela experiência que passei. Bom muitos tem condições financeiras de estudar fora do brasil, tem condições boas, mas a maioria dos brasileiros são pobres e vão em busca de um sonho de uma vida melhor, para mim pura ilusão. Fui morar em portugal por questoes pessoais, meu futuro marido tambem brasileiro me avisou antes, olha aqui vc vai trabalhar na limpeza, eu disse tudo bem sou guerreira e consigo, pois bem, tive uma decepção muito grande, a descriminação é muito grande, ninguem arruma trabalhho pra ninguem, os portugueses odeiam brasileiros, fui limpar chão e casa de banho dos outros e ser humilhada massacrada ate pelos proprios brasileiros q la estavam, Trabalhei em restaurantes, cafes e casas, e o salario uma miseria, peguei o bendito documento chamado residencia pra ficar legal no pais atraves de meu marido pensei q as coisas iam melhorar poderia fazer consulta arrumar um trabalho melhor e tal, pura ilusão, encontrei um trabalho em um restaurante onde nem contrato davam, foi o q eu encontrei depois de muitas portas na cara por eu ser uma brasileira, muito triste isso, fiquei revoltada, eles pensam q o brasil é uma roça q não tem capacidade e esturura pra nada, qtas vezes não escutei volta pra sua terra q vc ta fazendo aqui brasileira de merda, fiquei frustrada, fora q as brasileiras tem ma fama muita ma fama, fora q o trabalho do meu marido era de dar do a gente sai do nosso pais pra trabalhar em condições sub humanas, trabalha mais de 12 h por dia em fibra de vidro, todo sujo respirando aquele po e nem comida o patrão dava, andava 7 km de bicicleta no frio q doi ate o osso qdo não tinha carro pra chegar no trabalho pra ganhar 1200 Euros. Meu Deus qta hipocrezia dizer q o exterior é mil maravilhas…… Enfim voltei ao Brasil a pouco mais de 2 meses e estou traumatizada ainda não sei o q vou fazer, mas aqui estou bem melhor pois tenho minha familia pra me apoiar, sou respeitada e tenho meus direitos como cidada brasileira, honesta e digna nesse nosso país que esta melhorando a cada dia, tem violencia os politicos saõ corruptos pode ter tudo isso, mas sou mais feliz aqui junto de quem me ama e eu os amo, O brasil tem oportunidades sim, estudando bastante e correndo atraz, vc consegue, mas no exterior vc não é reconhecido é mais um imigrante massacrado. O nosso brasil é unico o calor humano das pessoas, a receptividade é outra vida. Pensem nisso foi mais um desabafo obrigada

    • Nooriel Aboab permalink
      19/01/2012 0:05

      Lilian Larcerda, Eu entendo perfeitamente o que e ser descriminado, aprendi a viver com a descriminacao desde do dia que nasci; Eu sou JUDEU e pertenco a uma comunidade pequena Judia de Mato Grosso, meus ant-passados sairam perserguidos de Recife pela inquisicao catolica para nao seriam queimados vivos ou deportados para Portugal; Eles emigraram para mato grosso; a cominidade eram tolerante e aprendemos a viver bem com eles; quando nasci la’ no meu registro de nascimento nao dizia “Nasceu uma crianca Brasileira” e sim dizia “Nasceu uma crianca JUDIA”, depois de 5 anos do meu nascimento a 50 anos atraz isso mudou. Eu ja percorrir mas de 70 paises do mundo e nunca fui bem recebidos; Mas nos Judeus aprendemos uma coisa muintos bem e ser UNIDOS; porem essa uniao nao veio facil so o tempo nos insinou no passar de mas de 5 mil anos.
      Eu vou te contar uma parabola de grande rabino nosso: Havia um professor que entrou numa sala de aula com um balde e comecou a enche-lo com pedras grandes, quando terminou de preenche-lo; Pergunto: alunos o balde esta cheio?!!! os alunos reponderam SIM professor, esta cheio. O professor comecou a coloca pedras pequenas e perguntou e ai!! o balde esta cheio? Responderam Sim agora esta cheio; Ai o professor comecou a colocar areia e perguntou, e agora o balde esta’ cheio? SIM professor agora realmente esta cheio o balde; O professor comecou a colocar agua ate’ que derama-se e disse AGORA O BALDE ESTA CHEIO.
      Assim e a nossa vida Lilian se agente no comeco de nossas vidas nao focar em coisas grandes no final o balde nao vai ter espasso para elas. Nunca pensa o que os outros pode fazer por voce mas sim o que voce pode fazer por si mesma. Eu recomendo antes de sair de seu territorio tente se enformar de outros. Nos Judeus focamos muintos nos filhos, acreditamos que voce so educa os filhos ate os 9 anos de idades e educamos eles de acordo com um exempro de rei SALOMON que dizia que os filhos e a frexa e os pais e o arco, quantos mas agente puchar a corda do arco mas longe eles ira’ atingindo o alvo; E quando voce solta a corda e so torcer para um vento rui nao tira-los da direcao certa.
      O ser humano nao se diferencias muinto de outros animas a maioria sao terretorial; O ser humano so e’ elvando quando adquire um nivel esperitual alto. Ai no Brasil sempre diz oh… esse rapaz tem boa educacao mas e’ espirito de porco; As pessoa perversas existe em todas as partes do mundo; principalmentos os europeis que ate’ poucos anos atraz eram BARBAROS, os maiores conflitos de guerras no mundo sairam da europa: Imperio romano (1000 anos controlando o mundo), Gregos, Vikings, Imperio automano, Alemanha com Adolf Hitler (A alemanha causou 2 guerras mundias); Os britanicos, Espanhol, Holandeses, Portugueses sairam pelo mundo escravisando os povos para que eles possan a usufruir de luxura e comforto; Lilian chega de arrear cavolo para outros (Abre negocios).

      Malehem Shalom (Que a paz de D_O esteja com voce e familia)

      • Lilian lacerda permalink
        20/01/2012 0:18

        Nossa obrigada, foi um verdadeiro aprendizado suas palavras.Temos q seguir em frente sempre, muitos tem sorte e outros não, mas isso não quer dizer q sejamos piores ou melhores q eles, somos todos iguais. Muito obrigada vou refletir suas palavras… e vou levar pra sempre essa experiencia….

    • Frank permalink
      19/01/2012 18:27

      Querida Lilian,
      É triste ler a experiência que você teve em Portugal mas não se deve generalizar, o Brasil é um país lindo onde encontramos muitas pessoa de bom coração, mas não esqueçamos de que você se sente bem, protegida porque este é o país que vvocê nasceu e cresceu. Antes de sair de nosso país, requer-se uma pesquisa de como é o país, qual é a relação dos nativos com os estrangeiros, situação financeira do país. Muitos brasileiros só tentam saber qual é o salário que irão receber, convertem para o Real e aí está, sem tentar saber qual é o preço que terão que pagar, aonde terão que morar, o quanto terão que sacrificar para o salário de 1200 Euros (por volta de 2.600 Reais). Não sei quais são suas qualificações, mas quando se está legalmente no país, se tem estudo não tem que se submeter a trabalhos que não são desejáveis. Todo trabalho é digno e a gente independente do que se faz, tem que exigir respeito para conosco. Pelo que entendí, seu marido estava aqui contigo, se seu salário era 1,200 Euros para fazer limpeza e você foi a Portugal com a intenção de ganhar dinheiro….Você estava sendo bem paga e até as vezes no Brasil faxineiras também são mal tratadas pois gente de má ídole estão em todo o mundo. Fico feliz que você está no Brasil e está contente e creio que agora vê que dinheiro não é tudo na vida e agora também sabe o quanto está disposta a se expor para ganhar dinheiro. Portugal é um país lindo e há muita gente boa como em todo lugar. O país se encontra em crise já há um bom tempo, há muitas pessoas sem emprego como você sabe e as pessoas em desespero é fácil atacar o estrangeiro, dando-o a culpa pelo fato de faltar emprego aos portugueses. Espero que você possa um dia ir a Portugal, como turista, e curtir o que o país tem de bom. O Brasil é lindo mas está longe de ser perfeito, assim como os brasileiros. Há racistas, há assassinos, ladrões, políticos corruptos e muito mais, assim como em vários outros países…só que falando português-brasileiro ;-)
      Boa sorte!

      • Lilian lacerda permalink
        20/01/2012 0:13

        Obrigada por suas palavras, mas como dizem há pessoas que se dão bem e outras não, não discordo de vc, portugal é um país lindo, bem organizado, so que não fui bem recebida. E todo trabalho é digno claro eu estava ciente qdo fui a Portugal o q iria fazer, mas ganhva cerca de 500 euros no maxino, meu marido ganhava mais pq fazia hora extra. Com o documento na mão não achei emprego. Fiquei muito triste, pois fui muito humilhada, so deus sabe q eu passei. Te confeço q nunca mais saio de meu país. E concordo com vc mais uma vez não a dinheiro no mundo q pague a nossa familia. Cabeça erguida sempre.. Obrigada

    • 17/03/2012 23:50

      realmente vc não teve muita sorte…..mas você vai ser muito feliz ainda. isso deve ter deixado vc mais forte lilian lacerda

    • joao permalink
      02/09/2012 17:02

      Olá Lilian, tenho gasto algum tempo lendo estes depoimentos de vcs sobre como se vive no exterior. Lamento que se tenha dado mal no meu país, mas essa não é a forma como nós tratamos as pessoas, de uma maneira geral o português é afável, um pouco desconfiado com os brasileiros devido ao que se ouve e lê nos média sobre o Brasil,(a criminalidade, prostituição, corrupção…), conheço alguns compatriotas seus que de certeza nunca mais voltarão para o Brasil e ficarão por estas terras de Camões fazendo ou (refazendo) as suas vidas, cada um tem as suas razões, são bem aceites nas comunidades onde vivem, são pessoas de bem e como tal são consideradas, eu vivo no Algarve onde existem grandes comunidades brasileiras em comunhão com os portugueses, tenho no entanto que concordar contigo num ponto também há portugueses maus, como em todo mundo e nós não fugimos à regra há gente boa e gente má, mas não sendo tão calorosos como vcs, recebemos todo o mundo de braços abertos e com um sorriso nos lábios, falando em brasileiros e portugueses pesquise o número de casamentos realizados entre os dois povos faça uma média comparativa a nível mundial e verá que os portugueses amam os brasileiros e estes amam os portugueses, apesar de tudo o que se escreve e se diz sobre uns e outros. Lamento de novo que tenha encontrado um patrão que a não considerou como devia e por esse facto as minhas desculpas e espero que se esteja a dar bem com a volta ao seu país de origem e que compreenda que estamos a viver momentos de aperto devido às condições financeiras em que os nossos políticos deixaram o país (até nesse ponto somos iguais) os políticos tanto brasileiros como portugueses são iguais, corruptos, vigaristas, ladrões e outros adjectivos simpáticos que não quero escrever, boa sorte para vocês e o mundo é isto minha querida, espero que tenha ao menos aprendido alguma coisa com a experiência, no que me toca vou em breve para o Brasil e espero ser tratado com todo o respeito que mereço por ser uma pessoa de bem, vou ter a oportunidade de testemunhar no terreno a hospitalidade brasileira, bem hajam por todos estes depoimentos.

      • 02/09/2012 18:55

        JOÃO, DESCULPE MINHA INTROMISSÃO, E SE ESCREVO EM LETRAS MAIÚSCULAS, É PARA RESSALTAR E ENALTECER SEU COMENTÁRIO SENSATO, MADURO E DE UMA PESSOA DE BEM. AINDA BEM QUE TEMOS PESSOAS COM ESTE ENTENDIMENTO, QUE SOMENTE CONSTRÓI BOAS RELAÇÕES.
        SABE QUAL É O MAIOR PROBLEMA DA HUMANIDADE MEU AMIGO?
        É A FALTA DE HUMILDADE. HUMILDADE ESTA, IRMÃ DA FRATERNIDADE E DA CARIDADE. TODAS ELAS, FILHAS DO AMOR FRATERNO, E QUE FOI TÃOOOOOO PREGADO PELO CRISTO IMACULADO, ADORADO COMO SALVADOR E REDENTOR DA HUMANIDADE, TANTO NA EUROPA QUANTO NA AMÉRICA LATINA!!
        SERÁ QUE SER BOM, OU TER UM CORAÇÃO VOLTADO PARA A SOLIDARIEDADE É UMA BLASFÊMIA?? SERÁ QUE ACOLHER UM ESTRANGEIRO É PERNICIOSO, COMO SE ISSO CONTAGIASSE COM A PIOR DAS LEPRAS?
        O PIOR AMIGO, É QUE ESSAS “DIFERENÇAS” NÃO FICAM SÓ NO CAMPO DAS NACIONALIDADES. ESSAS “DIFERENÇAS” SE DÃO NO PRÓPRIO SEIO DA RELIGIÃO, DA FAMÍLIA, E DENTRO DA NOSSA PRÓPRIA COMUNIDADE, AQUI, AÍ E ACOLÁ!
        QUE NO BRASIL TEMOS MUITOS PROBLEMAS TEMOS SIM E EU SERIA UM TOLO EM QUERER NEGÁ-LO. MAS PENSE BEM AMIGO. TODAS AS NAÇÕES DO MUNDO, TODAS ELAS TÊM AS SUAS VERGONHAS, AS SUAS MAZELAS, SEJAM DE UM JEITO OU DE OUTRO.
        POR EXEMPLO, AQUI TEMOS NOSSO TERRORISMO CAUSADO PELO BANDITISMO. NA COLÔMBIA GUERRILHAS ALIADO AO NARCOTRÁFICO. NO PODEROSO EUA, OS PSICOPATAS EM SÉRIE MATANDO SEM PARAR, ALÉM DE OUTROS MALES; NO ORIENTE MÉDIO, SEJA NA SÍRIA, SEJA EM ISRAEL, O TERRORISMO IDEOLÓGICO RELIGIOSO… A EUROPA VEZ OU OUTRA SACUDIDA POR CRISES, RACISMO E XENOFOBIA… A FRANÇA QUASE FOI INCENDIADA HÁ ALGUM TEMPO POR JOVENS MUÇULMANOS… ISSO NÃO QUER DIZER QUE AMANHÃ NÃO SE REPITA… A ÁFRICA É ETERNAMENTE FLAGELADA PELA FOME, PELAS DOENÇAS E PELOS GENOCÍDIOS. E QUANDO NOS DEMAIS PAÍSES NÃO É CRISE MORAL E FINANCEIRA A DEVASTAR, SÃO AS HECATOMBES CLIMÁTICAS E/OU GEOLÓGICAS SACUDINDO JAPÃO E O RESTO DO MUNDO…
        MEU CARO AMIGO, ENFIM, SOMOS UMA ALDEIA ÚNICA A VAGAR PELO COSMOS… AINDA NÃO DÁ PARA NOS MUDAR PARA OUTRA CONSTELAÇÃO, AONDE QUEM SABE, NÃO ESTARÁ O PARAÍSO PROMETIDO AO LADRÃO PELO CRISTO.
        UM ABRAÇO.

  51. Mirella permalink
    19/01/2012 11:30

    Estou felicíssima por ter achado esse Blog. Em setembro iniciarei um intercâmbio pela faculdade em Barcelona que durará um ano. Essa é a minha segunda graduação e não sou mais tão jovem – como quando comecei a sonhar com isso – para achar que tudo será uma maravilha, só aventuras e príncipes. Estou em outra, sou casada e pretendo ser tradutora. Saio do Brasil para um ano de trabalho sério – e nesse ponto acho muito bom não ter conseguido antes. Sei que tenho que ter baixas expectativas de moradia e que os “bicos” estão difíceis, já que a economia em toda a Europa está em um momento de retaguarda. Mas o que achei mesmo valioso nesse post específico é que, apesar de não ter mais as ilusões da adolescência, eu sempre tenho a sensação de que valeria a pena morar fora do Brasil, para pelo menos ver a minha família longe dessa cultura em muitos pontos auto-destrutiva e mais próximo de um tipo de qualidade de vida que sempre almejei ter, essa que preza pela simplicidade, e que parece ser de um pouco mais de respeito e justiça.

  52. Nooriel Aboab permalink
    20/01/2012 1:09

    Existe um ditado: Pedra que rola muinto nao cria limbo; mas porem cobra que nao anda nao engole sapo. E ai o que fazer?
    Eu sempre vejo o nacional geografico e ha’ especie marinhas que alguns sobrevive se camufrando esperando a preza passar e outros usan a suas velocidades, no caso dos golfinhos. Esse exemplo serve para nos tamben; faca uma avaliacao de si mesmo e veja quais sao as suas abilidades se e’ correr ou se camufrar.
    No exterior e’ um mundo de piranhas em que voce tem que ser jacare’ porem nadando de costa e se preocupando com os urubus voando senao eles te engole sem dor ou vira sola de sapato.
    Leia sobre as esperiencias de Charles Darwin sobre os ratos e o queijo; e um exemplo claro o que esta acontecendo na europa e nos paises do primeiro mundo no momento.
    Quem tive interresse ola este video no youtube; Discurso de Charlie Chaplin em “O grande ditador” legendado em português: http://www.youtube.com/watch?v=3OmQDzIi3v0

    Shalom pessoal (Paz)

  53. Patricia permalink
    22/01/2012 15:24

    Oi
    Ao meu ver morar fora nos faz ver como nem tudo e’ defeito no nosso Brasil e podemos aprender coisas novas e crescer como seres humanos. Uma coisa legal.Se vc quiser morar fora,muito bom.Se deseja voltar,excelente.A verdade de um naum e’ a verdade de todos.

    Acho que nossa sociedade quem faz somos todos que vivemos nela.Se o Brasil naum funciona, a culpa e’ sua.Minha.De todos.

    Eu como brasileira,gosto do Brasil,do povo,me identifico com nossas coisas boas do nosso Brasil.Acho legal morar fora mas aqui no exterior,as dificuldades existem e naum e’ um lugar perfeito como muitos pensam. Muitos lugares tem bolsa-familia,pessoas desempregadas e nem tudo funciona 100% como andam falando aqui.Mas o mal funcionamento no Brasil e’ visto,aqui no exterior muitos negam ver e usam de ma fe’ com quem vive no Brasi.

    Falta objetividade e imparcialidade de alguns.

  54. Luis permalink
    23/01/2012 23:36

    ola galera este é um assunto muiiiiito interessante,mas quero falar um pouco da minha aventura,morava no interior de minas,nunca tinha saido da minha cidade era a mesma coisa todo dia,ruas sujas,nem rede de esgoto existia…Mas um dia recebi uma proposta para ir para Alemanha foi dificil decidir mas nao pensando somente em dinheiro,olhei tambem para educacao dos meus filhos,ja estamos aqui a um ano,eles estao saindo muito bem se adaptando com tudo,é uma cidade limpa,organizada,saude muito legal,é um lugar onde temos acesso em muitas coisas que no Brasil nunca tivemos,olhando para o outro lado da história nao existe aquele povo humilde e acolhedor como no brasil é cada um na sua e Deus por todos e por este motivo ainda estou aqui Deus esta com minha familia aqui e no Brasil.

    • Karina Nonato Fonseca permalink
      21/03/2012 13:23

      Oi Luis fico feliz por ver que Deus está te abençoando ai onde vc está, eu sou separada ha + ou – 1 ano e isso é o que ta me dando garra pra querer sair daqui e ir trabalhar ai, num tenho a minima idéia de como começar e por onde, aqui eu trabalho como manicure e esteticista, se vc puder me orientar ou me indicar eu agradeço..

  55. nitelly permalink
    25/01/2012 15:59

    Oie quem puder me responder, por favor me responda,eu queria muito ir morar na virginia(europa),com a minha mae,so que eu nao sei se e possivel ir morar la, sem prescisar se casar com alguem,ou ir a trabalho,claro que se for possivel,quando chergamos la nos vamos procura emprego…e porque percebimque a maioria das pessoas que vao pra la sempre ficam porque se casaram,ou foram a trabalho!Por favor me responde ae!

    • Nooriel Aboab permalink
      29/01/2012 0:13

      Nitelly Ola,
      Eu nunca ouvi falar dessa cidade na Europa,,, Eu conheco VIRGINIA nos EUA; Europa e’ o continente, mas se voce escrever o nome do pais ai alguen aqui podera le ajudar.

    • paulo permalink
      05/11/2012 1:30

      virginia fica na europa ?! nao sabia disso . pensava que ficava nos EUA . hehehehehe .

      • 06/11/2012 6:46

        Paulo o Brasil tem tudo de bom se procurar bem e rico em ouro água´ vegetal tudo de mais lindo ! o que estra o Brasil é os políticos que se esquecem do povo em vez de tirar o povo das favelas e ajudar com empregos abrir empresas e dar empregos não fazem só lembram de encher o seus cofres de bilhão ,por esse motivo que muito foi exterior por falta de opção no Brasil.

  56. Gus permalink
    27/01/2012 20:43

    Que artigo extraordinario! Gostaria muito de contribuir com o conteudo do site. Abs, Gus

  57. Pamela permalink
    29/01/2012 0:20

    Adorei!!! Como disse Renato “Home is where your heart is”. Eu gosto do Brasil, mas definitivamente nao é o meu lar, nao me sinto livre aqui.

  58. Lia permalink
    06/02/2012 2:56

    Aviso aos ingênuos, românticos e sonhadores:
    Desde adolescente, sonhava em viver nos exterior. Muitos anos se passaram, até que finalmente pude realizar o meu sonho. Pedi demissão de uma estatal, cujo trabalho eu odiava, vendi um apto (tinha dois) e lá fui eu, cheia de sonhos, ilusões e expectativas.
    O país que escolhi viver, já visitara por duas vezes seguidas, como também, já tinha viajado para outros países, portanto, não era marinheira de primeira viagem. Detinha, também, um bom conhecimento da língua.
    Todos devem estar conscientes que a vida no exterior, não é como no Brasil. Lá não trabalhou (mesmo por motivo de doença), não ganha.
    A insegurança e a luta diária, para pagar o aluguél, e as demais contas, além da dificuldade da língua, acaba por minar as nossas forças. Presenciei muitos brasileiros, adoecerem de câncer, por causa do estresse (muitos mesmo).
    Ao final de dois anos, retornei ao Brasil, trazendo na bagagem, apenas um SONHO desfeito.
    Temos a tendência à achar, que a “grama do vizinho, é sempre mais verde”, mas, não é.
    Detalhe, levei dinheiro suficiente para viver com dignidade e não passei dificuldade, mas não sei se valeu a pena o custo benefício e todo o dinheiro que gastei, achando que teria o retorno (é muito difícil juntar dinheiro no exterior)
    Hoje, eu não viveria em nenhum país estrangeiro, por melhor que esse fosse e, olhe, que tenho espírito livre e não sou apegada à família, tanto que moro sozinha, em outra cidade, “so far away”.

    • Nooriel Aboab permalink
      07/02/2012 0:04

      Lia eu sinto muinto voce ter essa decepcao; mas a vida e’ assim; se voce nao tentasse, talves hoje voce estaria escrevendo outra historia; Por bem ou mal voce algo de aproveito voce deve ter tirado que e’ a experiencia. Voce ja parou para pensar o que e’ viver bem? Ok !!! eu simplesmento posso responder por min: LIBERDADE; E’ isso que sempre procurei na vida; para isso voce deve buscar a chave certa para abrir as portas. Muintos pessoas nao sucide devido por falta de planejamento do que quer da vida; tanto no Brasil ou em qualquer parte do mundo o sol e o mesmo; O que muda e’ somente as cinscunstancia em seu redor. Eu fui criado na amazonia e sempre que uma arvare caia por alguns fatores da naturazela, havia outras plantas pequenas logo saia com todo o seu potencial em busca do sol. As selvas de pedra e assim tambem, o sol brilha mas nos edificios mas altos; As pessoas ja estao mas enraizados e ai eles nao vao dar espaco para outros crescerem. “MUINTO LONGE” NAO EXISTE; Eu prefiro o BEM AI DE MINEIRO…haaaaa

    • 02/03/2013 6:45

      Olá pessoal! será quem vive no exterior muitos anos esquece o português realmente, de modo como escrever ou arruma pretexto para não dizer que fugiu da escola? escrever com letras grande e sinal de educação ou é uma falta de educação? por favor me responda essas duvidas, obrigada

    • Maria Cristina permalink
      19/08/2013 18:04

      Lia concordo com você, sou uma pessoa que gosto de me aventurar, tentar, aprender e com isso me casei e aqui estou há quase dois anos, não trabalho (o marido não deixa), muito mais velho, as amizades que faço são boas, mas são todas muito reservadas. Aqui a mulher casada trabalha muito dentro de casa, embora tudo seja muito confortável, no Brasil tinha faxineira uma vez por semana. Aqui não tenho minha praia, meu calçadão e a descontração carioca. Vivo aqui nos states numa pequena cidade do interior. E digo se eu tivesse um pouquinho mais de grana, viveria muito bem no Brasil e viajaria de férias pura e simplesmente pelo prazer de consumir o que tem aqui de melhor que são os “malls”. No mais, a sensação é estressante quando se tem assuntos no Brasil para resolver e não se consegue nem por telefone, enfim é preciso pesar o valor custoxbenefício muito bem pesado.

  59. Ana Carolina permalink
    08/02/2012 22:38

    Ola pessoal, estou lendo os comentarios de vcs e estou adorando. Me tornei fã e voltarei sempre!!! A quase 1 ano vivo um dilema sem fim. Fiz graduação na area de exatas e não tive muita sorte nos meus estagios (nao me proporcionaram crescimento e nem otima qualidade de vida e ampla experiencia profissional). Quando estava terminando a graduação, recebi um convite para fazer mestrado (totalmente pesquisa), e emendei logo. Na epoca recebi muitas criticas da familia e amigos, pois sou muito responsavel e modesta parte talentosa, todas achavam que eu tinha possibilidades de fazer (ou conseguir) um otimo trabalho, mas estava de saco cheio de chefe, cumprir horario extra e nenhum reconhecimento. Hoje estou terminando o mestrado e minha duvida é: vou para o mercado de trabalho ou me dedico ao doutorado (leia-se no exterior, pelo menos parte dele). Me incentivaram muito a fazer doutorado na Europa, mas por conta da indecisão nem me escrevi. Fiquei com medo de duas coisas: saudade da familia e lingua (convivio, dificuldades enfim). Confesso que me arrependi de não ter me arriscado, mas quando penso nos motivos, isso me conforta. Hoje surgem novas oportunidades, e o dilema continua… doutorado sanduiche (3 anos Brasil – 1 Espanha) ou trabalho? Acho que as questoes da saudade e lingua eu aguentaria, meu medo agora é outro. Quando voltar terei emprego? Deixo claro que quero voltar. Meu telefone nao pare de tocar de tanta gente querendo me contratar agora (um pouco de exagero da minha parte), mas e depois de longos 4 anos? Acho que ja estarei velha para encarar o mercado sem nenhuma experiencia profissional. Contaria apenas com a sorte de um concurso e ser professora universitaria… Mas eu se eu ficar trabalhando, estarei perdendo chances unicas de crescimento pessoal e profissional no exxterior, oportunidades que poucos tem e tanto desejam. Bom, esse é o meu dilema. Alguém ja passou por algo assim???

    • 08/02/2012 23:57

      Se vc se dedicar ao doutorado se supõe que vai seguir uma carreira acadêmica e de pesquisa. Sendo assim, seu CV vai continuar sendo construído com a sua produção científica. É uma questão de escolha pessoal e profissional.

    • Nooriel Aboab permalink
      09/02/2012 1:46

      Ola Ana, Pelo jeito voce e’ muinto apegada no meio que vive; Eu vou te contar a historia do meu filho: Ele veio morrar comigo aqui em Chicago, IL – USA, porem nao consiguiu se adaptar; Ele teve muinta difuculdade com o idioma no primeiro ano, saudade dos familiares, amigos dele do Brasil. Depois de 2 anos ele conseguiu se acomodar; no 3 ano ele resolveu voltar para o Brasil e esta se dando melhor que aqui; Ele esta cursando direito no Brasil para fazer no futuro mestrado aqui na Universidade de Chicago para se tornar advogado internacional em comercio; acredito eu que da proxima vez ele vai sair melhor porque ja’ domina o idioma. Pelo jeito voce nao gosta muinto de regras e no mundo dos negocios nao existe isso nao; O trabalho para emprezas privadas e’ duro em qualquer parte do mundo. Na area cientifica existen patrocinadores que querem resultados rapidos; muintos da area cientificas sao na maiores autonomos aqui em USA com trabalhos a partes para sobrevivencia e quando descobre algo os cabelos ja cairao todos; a maioria tem obsecao; eles gastao 80% do dia somente pesquisando e a maioria acaba no hospicio…Olha este video (Perigosos conhecimentos): BBC.Dangerous.Knowledge.Part 1 – http://www.youtube.com/watch?v=2Jb2IOyswTo

  60. 21/02/2012 21:00

    olha pessoal eu morro em pocos de caldas mg brasil eu fiquei sabendo que meu avo era italiano e procurei arumar minhas papeladas para pegar a cidadania paguei um advogado aqui no brasil ele arumou tuda papeladas pra mim deixou tudo certo ai peguei minha pasta de documentos e fui pra italia em 2007 ai lutei la e fis residencia em milano e deu entrada na comune tipo um cartorio ai fiquei esperando sair minha cidadania olha bem nesse periodo sem documento nao conseguia trabalho trabalhava num lava jato nos domingos mais nada os italianos falavam que sem cidadania eu nao podia trabalhar ai tinha que pagar aluguel cara pra mim sobreviver la tive que procurar uma vaga a vaga funciona asim
    voce mora num apartamento de 2 quartos cozinha banhero ai o aluguel custa em torno 1200 euros o apartamento ai um brasileiro aluga e colocam 8 pessoas para morar dividir alugueis sai por 200 euro cada um e vive 4 cada quartos esprimido vive em torno de 8 a 10 pessoas dentro desse apartamento em milano olha eu saia todo dia na tras de emprego e nao conseguia ai comecei comer nas egrejas porque no lava jato so trabalhava ao domingos era so pra pagar o aluguel fiquei nessa vida por um 1ano e meio sofrendo ai que ate em fim saiu minha cidadania italiana peguei meu passaporte pensei agora estou feito ne gracas a deus vou melhorar minha cituacao sair desse sofrimento amanha vou levantar cedo e revirar milano inteirnho atras de trabalhos e o bom que eu a estava falando a lingua italiana perfeita ja pensei com o passaporte italiano nas maos e falando a lingua italiana vou conseguir coisas boas ai encontrei numa agencia um emprego na construcao que mi pagaria 7 euro a horas blz fiquei trabalhando nessa construcao primeira semana ja começaram a atrazar meu pagamento mi daram um pouco e na outra semana ti damos o resto com a outra semana so sei que fiquei trabalhando la por um mes e peguei e sai deu oque fazer para receber depois disso consegui um trabalho no aeroporto de milano fui trabalhar de barista cervi caffe e bebidas mi fizram um contrato de 7 euros a hora ai fiquei contente ne de terno e gravata trabalhando limpinho atendendo todos voo que chegavam pensei asim estou feito um trabalho bom desse unto com os italianos so sei falar que eu fazia 8 horas por dia ai isso foi por 6 messes ai os italianos comesaram a ficar nervoso porque eu fazia 8 horas e eles 5 comesaram numa brigalhada ai meu chefe falou asim pra mim voce e uma otima pessoa mais tenho que diminuir suas horas ai passoa para 5 tambem depois queria passar para 3 ai pedi conta e sai e fui procurar outro trabalho e nao emcontrava ai achei um trabalho de lavar panela e pratos falei e esse mesmo nao posso ficar parado mais nao so sei que fiquei nesse trabalho por 2 anos ralando igual condenado ai juntei um dinherinho e resolvi ir bora pra londres chegando la outro pobrema trbalho para brasileiro lavar pratos e construcao civil blz vou emcarar dinovo ai entrei na costrucao civil trabalhar para judeu deu oque fazer para receber ai sai tambem e entrei num restaurante para fazer limpeza trabalhei la por 2 anos resolvi voltar para o brasil ja fais 1 ano que estou aqui no brasil vim para ver meus pais agora estou querendo conhecer os estados unidos e dila ir pro canada mais olha pessoal so tenho uma coisa a dizer a voces nao e facio em lugar nem um do mundo tudo lugar e dificio mais oque eu aprendi nesse tempo vivendo fora foi otima na minha vida so estou querendo voltar pra fora porque tenho 31 anos e quero ter mais experiencias e ver como e a vida no estados unidos e canada mais uma coisa sempre vou deixar bem craro a voces nos somos brasileiros e nunca vamos abandonar nosso pais
    aqui no brasil quem tem dinhero vive muito bem quem nao tem vai tentar la fora so quero deixar uma coisa bem decrarada a voces sem algum documentos em mao nao saia de seu pais nao so saia si voce tiver em maos cidadania europeu ou visto de trabalho ou visto de estudante porque si nao voce vai pastar muito e vai voltar pro seu pais pior doque voce foi obrigado si pude ajudar alguem ;;fabio;corazzari

  61. carolina krauss permalink
    27/02/2012 14:29

    Oi Pessoal,

    li muito o que escreveram, achei umas respostas ótimas. Realmente é muito difícil responder a esta pergunta: Vale a pena mesmo?
    Sim, o Brasil tem problemas. Outros países nao tem?
    Sim, no Brasil tem pobreza, sujeira, corrupcao………na Europa tb tem e muito…..mas o povo Europeu é muito Hipócrita. Eles tampam o sol com a peneira, sentam em cima do próprio rabo e falam dos países “do terceiro Mundo”.
    Eu vivo na alemanha há mais de 10 anos…..meu coracao ficou no Brasil.
    Aqui tem um monte de sujeira. Tem gente ignorante também, tem coco de cachorro na rua, tem lixo, tem bairros onde eu nao vou nem de dia, tem muito racismo, tem gente mal educada, grossa. No Brasil tb tem?
    aqui tem mais seguranca que no Brasil??
    O brasil tem uma programacao de tv péssima? Aqui acho até pior que no Brasil. Eu nem ligo mais a tv aqui.
    Realmente, para se viver no exterior tem que ter muita forca, tem que ter uma casaca dura….sofrer discriminacao…dói muito, eu nao conhecia essa dor. A dor da suadade da Família? Dói muito………..O sol que brilha lá nao é o mesmo sol que brilha aqui. Nem a cebola tem o mesmo gosto, nem a aguá, nem o feijao…..nem o pao, nem a chuva molha igual, nem o vento………
    Saudades????
    Muitas saudades
    è claro que aqui tb tem muitas coisas boas……e muitas coisas ruins, como m todo lugar.
    Entao, é cada um que sabe se vale a pena trocar a Família, amigos, o sol, o ar, a aguá, absolutamente tudo………

    • 28/05/2012 21:54

      SEU SOBRENOME É KRAUSS… CONHECI UMA FAMÍLIA DA IGREJA BATISTA ALEMÃ COM ESSE SOBRENOME AQUI.
      POR QUE TANTA DIFICULDADE EM SE ADAPTAR À ALEMANHA?
      ENTÃO VOLTE! VOLTE PARA SUA PÁTRIA AMADA BRASIL, E VOLTE A CONVIVER COM ROUBOS TODOS OS DIAS, TODAS AS HORAS!
      TAMPAS DE BUEIROS SÃO ROUBADAS, E OS CARROS CAEM DENTRO, RUAS CHEIAS DE BURACOS PROVOCANDO ACIDENTES FATAIS, CASAS CONSTRUÍDAS AO LADO DE ATERROS SANITÁRIOS E DEPOIS SENDO DESTRUÍDAS POR DESMORONAMENTO DE TERRA CONTAMINADA E CAUSANDO VÁRIAS MORTES (VIDE MORRO DO BUMBA NO RIO DE JANEIRO), CAIXAS ELETRÔNICAS EXPLODIDAS, MENORES (GAROTOS E GAROTAS DE 9, 10 ANOS) ASSALTANTO E USANDO DROGAS PESADAS, CASAS SENDO CONSTRUÍDAS EM CIMA DE MORROS, BURACOS, CÓRREGOS E UMAS EM CIMA DAS OUTRAS, COM ISSO PROLIFERANDO HUMIDADES, CAOS, E TRANSTORNOS!
      FILHOS SENDO MORTOS COVARDEMENTE POR CAUSA DE UM TÊNIS OU UMA CORRENTINHA!
      CRIANÇAS (VIDE CASO PEDRINHO QUE FOI ARRASTADO PELA TRASEIRA DO CARRO USADO NA FUGA POR DOIS BANDIDOS) NO RIO DE JANEIRO, POLICIAIS SENDO MORTOS! QUÊ MAIS?
      GOVERNOS, DEPUTADOS E SENADORES ROUBANDO E RINDO DA CARA DO POVO OTÁRIO, TÃO OTÁRIO QUE ELEGE SEMI ANALFABETOS E TIRIRICAS! QUE MAIS?
      OBRAS SUPERFATURADAS, MAL FEITAS (VIDE O VIADUTO DO BAIRRO DO JARAGUÁ ONDE MORO, POIS O MESMO FOI DEMOLIDO DUAS VEZES) QUE MAIS?
      BANDIDOS COMENTENDO BARBARISMOS E FICANDO IMPUNES.
      SERVIÇO MÉDICO FALIDO, BASTA VER QUE NOS HOSPITAIS E PRONTO SOCOROS QUE VISITEI, PACIENTES ESPALHADOS ATÉ NA PORTA DOS SANITÁRIOS POR FALTA DE MÉDICOS E OU FALTA DE VERBA PÚBLICA, POIS FALTAM DE TUDO, DESDE ATADURAS ATÉ A MANUTENÇÃO NOS EQUIPAMENTOS, ESCOLAS SENDO DESTRUÍDAS PELOS VÂNDALOS, PROFESSORES AMEAÇADOS E SENDO MORTOS.
      QUE MAIS? HOMOSEXUAIS SENDO MORTOS TODOS OS DIAS SÓ PELO FATO DE SEREM HOMOSEXUAIS.
      DE NOVO: ANALFABETOS GANHANDO MAIS QUE UM UNIVERSITÁRIO!
      RACISMO!!!!!!!!!!! POIS ACABEI DE ESCUTAR UMA PIADA SOBRE NEGROS, E VI UM COLEGA NEGRO SENDO PRETERIDO NUM CURSO DE TEATRO!!!!
      QUE MAIS? MOTORISTAS DE ÔNIBUS DESPREPARADOS XINGANDO IDOSOS!
      QUE MAIS? OS INFERNAIS BAILES FUNKS QUE DEPOIS DE INVENTADO PELOS BANDIDOS, PROLIFERA EM TODOS OS LUGARES DO PAÍS (E NAS RUAS PRINCIPALMENTE, INDO MADRUGADA ADENTRO) CAUSANDO INCÔMODO E ESTRESSE!
      FALSOS PROFETAS E PASTORES ROUBANDO A FÉ DO POVO SENDO QUE OS MESMOS ESTÃO COMPRANDO CASAS NO CARIBE E FAZENDAS DE MILHÕES DE REAIS!
      DE NOVO: LIXO E SUJEIRA POR TODO CANTO NOS BAIRROS E CENTRO DAS CIDADES, IGNORÂNCIA, CRIANÇAS SE PROSTITUINDO PARA CAMINHONEIROS NAS ESTRADAS (CONFORME RELATA UM AMIGO CARRETEIRO).
      QUE MAIS? SEVIÇOS DE TELEFONIA QUE NÃO FUNCIONAM.
      AHH… UMA ABERRAÇÃO CRIMINOSA QUE É PRATICADAS DEBAIXO DOS NARIZES DAS AUTORIDADES: ESPERE UM ENTE QUERIDO FALECER QUE VOCÊ VAI VER A QUANTIDADE DE URUBUS CARNICEIROS LHE COBRANDO PROPINAS PARA QUE SEU FALECIDO TENHA ENTERRO DIGNO!!!!!!!!!!!!
      ENTÃO, SE VOCÊ ACHA QUE O BRASIL É A BOLA DA VEZ, ENTÃO VOLTE MINHA QUERIDA, E VENHA SOFRER CONOSCO!!!!!!!!!

    • Kaxana Knabah permalink
      16/08/2013 1:45

      Beijão pra você Carolina!!!!!

  62. Diego permalink
    08/03/2012 5:09

    Boa noite,
    Muito interessante esse blog, eu sou do tipo de pessoa que sempre quis sair do brasil, conhecer novos lugares e tal. Atualmente tenho até cidadania portuguesa porem adiei os planos de morar/conhecer na europa. Ando meio indeciso. Gostaria de colocar alguns pontos aqui levando mais pelo lado da economia, eu moro em sp desde que nasci.

    Todo mundo fala que o Brasil é a bola da vez, que esta no auge, sobrando empregos etc.
    Porem no meu ponto de vista não é bem assim.
    Empregos tem bastante, mas que tipo de emprego estamos falando? De qual custo de vida estamos falando em relação a renda?
    Empregos que sobram não é emprego de gerente, diretor etc. Você não sai de uma faculdade media/boa formado ganhando mais de 3000/4000, são poucos casos que as pessoas ganham mais do que isso com 23 anos ou mais. O que você escuta muito é que as coisas não estão assim tão boa como ja vinha falando Lula anos atras. Aqui você ganha mas os seus gastos tambem são altissimos.
    E os serviços básicos muitos acessiveis na europa gratuitamente? Transporte publico que aquie é uma porcaria? Ter um carro popular te custa uma fortuna anualmente entre Seguro, impostos, manutenção, combustivel um dos mais caros do mundo. Plano de saude pois o Sus nãoi da para contar. Preço do metro quadrado nas alturas. O povo todo endividado com carne 48X. Serviços públicos que não funcionam de maneira razoável…

    Eu ainda acho que se colocar no papel o ganho X gastos fica meio complicado comparar o Brasil com Inglaterra, Alemanha, Dinamarca, etc. O pessoal citou bastante Portugal , Espanha que são paises do bloco que realmente estão passando por dificuldades, mas que uma hora vão engrenar novamente.

    Quanto a pobreza, crimes etc. Acreditos ainda haver uma grande diferen~ça daqui em relação a europa. Vou falar do ponto de vista de crimes pois é um assunto que acompanho e sempre converso com gringos aqui.

    A grande diferença esta nos tipos de crimes e na punição e medidas contra os acusados. O que no Brasil é assalto mão armada na europa é furtos, o pobre que aqui nao tem o que comer e mora do lado do corrego sem canalização e o pobre na europa que tem uma serie de ajudas, moram em casas feias mas nao em favelas. Crimes contra dinheiro publico que aqui acaba em pizza e em outros paises voce ve gente famosa presa por exemplo wesley snipes por sonegação fiscal, o cara do fmi por estupro foi preso perdeu cargo e por ai vai. Vide acontecimentos aqui que quando a pessoa tem dinheiro não acontece nada.

    É por isso que muitos reclamam do Brasil, não pelo povo e pela beleza que não tem nem o que falar, mas sim pelas desigualdes, pela impunidade, tanto dinheiro gasto com nada, pessoas que pelo poder fazem o que quer que não acontece nada…Muitos brasileiros estão cansados disso, não pelo dinheiro…

    Estou enganado nessas comparações?

    Abs

    • 18/03/2012 0:03

      não diego,você nao está errado é bem verdade isso muito complicado morar no BRasil….tem fraude me tudo até em concursos publicos,enfim o maior problema do brasil e a impunidade de vc cometer crimes,e não acontecer nada,isso que faz ter mais e mais crimes e ta virando normal já….que é um absurdo….um pais que facilita entrada de estrangeiros que vêm e abrem seus restaurantes no brasil com maior facilidade,enquanto nós la fora….eu acho que brasileiro é hipocrita muita gente que se diz nacionalista não é porque consumem tudo de fora roupa.comida quem nunca comeu um mac donalds ou tomou coca cola ou usou um nike….gostou de uma banda americana…..quem é realmente nacionalista que come comida mesmo daqui….escuta uma musica mesmo daqui…ou usa uma roupa da industria brasileira…sei não viu….esses brasileiros….

    • 21/03/2012 20:01

      Diego
      Aconselho voce a viajar sim.Vale a pena demais.

      Como lembrete:
      -Viajar a turismo é sempre lindo,morar nem sempre é.
      -Esqueça esse papo de viajar pela Europa pois ela é toda igual.A Europa é um aglomerado de varios pequenos paises com inumeras diferenças culturais e nem todos sao economicamente,socialmente ou tecnologicamente melhores que o Brasil.Brasileiro tem a mania de sempre olhar a grama do vizinho,que nem sempre é a mais verde.Por outro lado,voce vai conhecer muita coisa melhor que do Brasil.Depende aonde voce for visitar.

      Enfim,mente aberta,fique esperto pois aqui tambem tem golpistas mas tambem tem gente legal.

      Boa viagem,Diego.

      Maga e Druida-blog verdadeiraitalia

  63. 26/03/2012 1:04

    Depois de ler todos os depoimentos,cheguei a seguinte conclusão: vc não pode decidir seu futuro,sua vida,baseado nas experiências vividas por outras pessoas.Até porque cada uma vê as coisas por ângulos diferentes.Isso é muito pessoal,temos que ir lá conferir e sentir na pele pra saber.

  64. Melissa permalink
    02/04/2012 15:01

    Oiii…

    Tenho muita vontade de morar no exterior, já pensei dezenas de vezes mas o q sempre me segurou foi a minha filha, hoje ela está com 12 anos e a minha vontade ainda não passou, venho pensando muito em encarar essa mudança, será que é possível ?
    Temos a dupla cidadania italiana ela realmente ajuda? Penso em ir pra Milão.

  65. Nina permalink
    09/04/2012 17:23

    Bem…as vcs me ajudaram a decidir!!!Vou meter o pé!!

    Sou tecnica em construção com registro no CREA, 40 anos e não consigo emprego na minha area porque alegam que não9 tenho experiência…fiz estágio…não fui aproveitada…trabalhei em construtora..contrato de 6 meses,cadê as oportunidades que tem no mercado de trabalho no Brasil?
    Gastei uma nota preta em cursos extras e agora só vejo anúncios de vagas para homens,com salários de 2.500,00.Tô de saco cheio!!!

    Tenho que me sustentar pra viver!!! Pra virar doméstica no meu país, depois de investir na minha profissão…Vou pra Europa ser discriminada por Euros!!!
    Pronto falei!!!

  66. Adriano permalink
    26/04/2012 5:28

    Eu moro a 2 anos na Australia, sempre tive vontade de sair do Brasil, sempre fui apegado com familia, nao era independente.
    Em 2010 foi a primeira vez que saio do pais, e de cara encarar Australia, sozinho sem conhecer ninguem.
    vale muito a pena para quem tem vontade, vc vai apreder dar valor em tudo, sua cabeca abrira em 100%.

  67. Rony Golabek (sexo feminino) permalink
    30/04/2012 5:55

    Tenho mta vontade de sair do Brasil já ensaiei várias vezes, mas alguma coisa sempre me prendia,,,sempre algum problema familiar…ou acabava me casando por aqui e meus maridos que foram 4 não sairiam daqui seus negócios eram bem estruturados aqui….hj sou viúva e não0 quero me casar (por enquanto) meu foco é sair do Brasil e mtos anos agora acho que chegou a hora…gostaria de morar no Uruguai em Punta Del Este…trabalhar por lá, abrir alguma coisa…é perto do Brasil, o povo é mto, mto educado, população quase 100% alfabetizados…população pequena…sei que o inverno é complicado mas nada é perfeito…em compensação zero de violência…está crescendo a comunidade judaica está investindo bem no País pelo conforto que oferece…enfim se alguém souber de uma oportunidade peço que faça contato…para que possamos conversar…obs. não tenho filhos pequenos apenas 1 adulto já casado que fica por aqui….tenho apenas 2 Goldens que irão comigo prá onde eu for…estarei no aguardo…tks !

  68. Breno permalink
    03/05/2012 12:02

    Vale muito a pena morar fora. Morei no Canada e amadureci muito. Vc expande os horizontes, sua cabeça abre e vc passar e ver o mundo de outra forma. Vc percebe o quão jeca tatu chucro vc era antes de sair mundo a fora.

  69. Breno permalink
    03/05/2012 12:08

    Sobre a tão temida discriminação que tando dizem, eu posso dizer que sou mais discriminado e desrespeitado no Brasil, sendo cidadão brasileiro, do que no Canadá.

  70. VICTORIA RODRIGUEZ permalink
    20/05/2012 13:42

    HOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLA!!!
    POIS DOU IM CONSELHO!!!! SE NAO TEM ESTRUTARA FINACERA PARA VIVER NO EXTERIOT…NAO VENHA…TODO MENTIRA…ILUZAO!!!!!! A PROTITUICAO E O UNICO EMPREGO Q VAI ENCONTRAR SE NAO TIVER PESSOAS DE SUA CONFIANCA QUE POSSAM TE ALOJAR E TE DAR TRABALHO OU REFERENCIA!!!
    CLARO Q AS BRASILERAS FAZEM SUCESSO!!!!! ELES ADORAM!!! SOMOS USADAS E ENGANADAS!!!!!!!!! E MUITAS SE PROTITUIEM E PASAM POR HUMILLACOES POR NAO TEREM CORAGEM DE VILTR PARA TRAS POR DIVIDAS PU VERGONHA MESMO!!!!
    PENSE BEM…SE NAO E RICA OU TEM PARENTE RICO,ILUZAO SAIR DO BRAZILLLL!!! NAO VENHAM…PQ, PERDI A GUARDA DE MUES FILHOS, MINHA MAE E NAO FALO COM MINHA FAMILIA, PQ ELES PENSAM Q GANHO MUITO DINHIRO FAZENDO FAXINA..NA VERDADE PARA NAO SER PUTA TENHO Q TRABLAHR ATE 7 EUROS A HORA E DURO!!! AKI NINGUEM APGA NADA PARA NINGUEM E A FAMA DE BRASIELIRA E DE PUTA MESMO!!!!!!SINTO MUITO POR MIM TER ACEITADO ESSE CONVIUTE DE MEU DESTINO E ME ARREPENDO AMARGAMENTE!!!! AGORA JA FAZEM QUSE 1O ANOS Q ESTOU AKI…NAO PERDI MI HA DIGINIDADE…MAS , PERDI MEU TEMPO…EM UM MUNDO DE ILUZAO…MELHOR CONSELHO ESTUDE ,ESTUCDE MUITO,.,.SE JA TEM 30 ANOS ESTUDE MAIS…E CONSIGA UMA VIDA MELHOR NO BRASILLLLL…PQ O RESTO E ILIZAO,DISPUTA E SOFRIMENTO!!!!!! AKI A F¡VIDA E DURA E NINGUEM FAZ NADA GRATIS PARA NINGUEM…NAO E COMO NO BRAZIL Q AS PESSOAS SAO CARIDOSAS…AKI VC SE JODE EN LA VIDA!!!!! VOCE CONEHCE TODO TIPO DE PESSOAS…PODE ATE GANHA R ALGUM DINHEIRO,MAS E ILUZAO…AS PESSOAS DISPUTAN¡M O TEMPO TODO…VC NUNCA SABE QUEM E SEU AMIGO DE VERDADE,,,PQ TE ROUBAM ATE A ALMA D¡SE DEIXAR…ACORDE..DESPERTE,,,NAO ACREDITE EM ILUZAO…A VIDA NO BRAZIL NAO ESTA BOA?
    FACA CURSOS…LUTE AI ,SOBREVIVA AIIIII!!!!!!

  71. SUELYN LIMA permalink
    22/05/2012 3:35

    CARA FOI MUITO BOM VER AS OPINIOES DE OUTRO BRAZUCAS MAIS COM TODA A SERTEZA POSSO DISER QUE VALE MUITO A PENA MORAR FORA DO BRASIL POIS EU JA MOREI NA ESPAÑA E FIZ A BURRADA DE VOLTAR E AGORA MIM ARREPENDO MUITO POR TER FEITO ISSO E GOSTARIA MUITO DE VOLTAR MAIS NÃO CONSIGO MAIS TENHO MUITA ESPERANÇA DE UM DIAA CONSEGUIR……

  72. Adriana permalink
    22/05/2012 21:08

    Eu gostaria de ir para ORLANDO, FLÓRIDA alguém ai ja morou ou mora por lá??? Eu vi o comentário da nossa colega Victoria Rodrigues, e fiquei bem assustada!!! primeiro porque sou pobre e tbem não tenho ninguém la!!! Alguem por gentileza poderia me falar algo a respeito de como é viver la!!! tenho 21 anos e queria ir só, o que me dizem??

  73. Frank de Vries permalink
    23/05/2012 20:21

    Querida Victoria, sinto muiito pela experiência negativa que esteja passando. Não sei em que país você mora (creio que em Portugal, Espanha, Italia ou EUA…?).
    Morar no exterior realmente não é para todos, e concordo com você que muitas pessoas imigram sem a mínima preparação: sem conhecer o lugar, ás vezes sem falar o idioma, sem ter estudos. Mas ainda querem competir com o povo local, o que é muito difícil. Como imigrantes, temos que estar duas vezes melhor preparados que o povo local, assim podemos competir profissionalmente. Nem toda experiência no exterior é um desastre, desde que bem preparada. Mulheres brasileiras têm má repuração ás vezes, em alguns países por conta de muitas mulheres brasileiras que se acham as melhores do mundo em beleza e em alguns casos acabam se vulgarizando para chamar a atenção. Isto pode funcionar com homens brasileiros, mas no exterior arruina a reputação das brasileiras. Não é difícil ver mulheres brasileiras vestindo mini mini-saias ou tentando conquistar os homens locais em bares na Italia, Portugal ou Espanha, o que é triste. Não estou generalizando, conhecí muitas mulheres brasileiras, extremamente educadas, finamente vestidas e mostrando o verdadeiro potencial da brasileira.

    • Eliane permalink
      17/05/2014 23:09

      Concordo com vc; se não tiver muito dinheiro e estudo, se não falar o idioma com fluência, não saia do Brasil.
      Se vc for embora do Brasil, deixe uma casa aqui, para ter um lugar para voltar. Pague seguro médico e aposentadoria. Meu conselho de coração a tds. Especialmente porque vejo muitas pessoas já de certa idade com filhos querendo vender até as panelas para irem embora. Não se precipitem.Tb já fui, já voltei, tenho cidadania europeia, o mundo nos ensina muito, mas nada é fácil. Deus proteja a tds.

  74. Paulo permalink
    28/05/2012 4:48

    A Europa e os EUA estão em grave crise! Alguém sabe disto?
    Que ta,l largarmos de ser preconceituosos? Que tal, estudarmos cultura mundial e especialmente a brasileira, por exemplo, compreender o carnaval e a tv que se faz no Brasil, admirados pelo resto do mundo? Não acredito que esses críticos feroses já assistiram com boa vontade e sem ranzinzices, as nossas produções de qualidade indiscutível, reconhecidas mundo afora. Também não creio que já entraram, ao menos uma vez, no espírito do carnaval, ou sabem o que significa culturalmente e pra economia brasileira. Será que têm tchica tchica bum, samba no pé, molejo, mesmo?
    Conheço Alemanha, Holanda, Itália e Austria. Adorei estes países, mas não é esta perfeição toda que alguns brasileiros complexados dizem. Ex: há gente mal educada e muito preconceito ( racismo ) e grande artificialidade, que não se sabe até quando poderá ser mantida. E o pior: o ímpeto por subjugar e destruir outras nações. A Europa foi responsável por muitas guerras ( 1ª e 2ª guerras mundiais ) que mataram, possivelmente mais que os mortos em qualquer tipo de violência, em todos os tempos passados. E os EUA? Nem precisa dizer.
    O ” maravilhoso primeiro mundo ” é responsável, em grande parte, pelas mazelas do planeta. Com seu modelo de desenvolvimento às custas de pilhar terras alheias e destruir o modo de vida dos povos para dominá-los, criou-se o caus que se vê, pratricamente em toda a África e miséria na América e países Asiáticos. É muito mais fácil enriquecer assim, não é?
    Porém, o mundo gira, o tempo passa e as coisas mudam. Quem ri dos outros pode chorar amanhã e vice-versa. Nada dura para sempre. É assim a lei da vida. Vive-se uma grave crise nos ditos países desenvolvidos, que só Deus sabe no que vai dar. Tomara que saiam dessa por meios lícitos. Observem a História e verão o que houve quando europeus ou estadunidenses entraram em grave crise: GUERRA.
    Que Deus nos Ajude e faça com que saiam-se bem desta situação, sem, prejudicar ninguém, se é que sabem fazê-lo. Sabem como estrangeiros foram tratados por aí, em tempos bicudos? Acho que podem imaginar.
    O Brasil é o único país de que tenho notícia,onde o estrangeiro é realmente bem vindo. Não se pode dizer que há xenofobia por aqui. O brasileiro acha que o mundo todo cabe no Brasil. Há muitos problemas nesta Terra, mas a hospitalidade é a maior.
    SEJAM TODOS BEM VIDOS! se vierem de bom coração.

    • 28/05/2012 22:15

      PAULO, ME DESCULPE, MAS ME EXPLIQUE ISSO, E DIGA SE O BRASIL É ESSE PARAÍSO DE QUE FALA…
      DEPOIS, ATÉ PODEREMOS FALAR SOBRE AS VIRTUDES DO BRASIL EM RELAÇÃO A OUTROS PAÍSES…
      PAÍSES AO QUAL ME REFIRO, NÃO É O AFEGANISTÃO, NÃO É O IRAQUE, NÃO É CUBA, OU MUITO MENOS O SUDÃO…
      ESTAMOS COMPARANDO O BRASIL COM ALEMANHA, INGLATERRA, FRANÇA, CANADÁ, EUA, E JAPÃO…
      CONVIVEMOS E VOCE SABE BEM DISSO,COM ROUBOS TODOS OS DIAS, TODAS AS HORAS!
      TAMPAS DE BUEIROS SÃO ROUBADAS, E OS CARROS CAEM DENTRO, RUAS CHEIAS DE BURACOS PROVOCANDO ACIDENTES FATAIS, CASAS CONSTRUÍDAS AO LADO DE ATERROS SANITÁRIOS E DEPOIS SENDO DESTRUÍDAS POR DESMORONAMENTO DE TERRA CONTAMINADA E CAUSANDO VÁRIAS MORTES (VIDE MORRO DO BUMBA NO RIO DE JANEIRO), CAIXAS ELETRÔNICAS EXPLODIDAS, MENORES (GAROTOS E GAROTAS DE 9, 10 ANOS) ASSALTANTO E USANDO DROGAS PESADAS, CASAS SENDO CONSTRUÍDAS EM CIMA DE MORROS, BURACOS, CÓRREGOS E UMAS EM CIMA DAS OUTRAS, COM ISSO PROLIFERANDO HUMIDADES, CAOS, E TRANSTORNOS!
      FILHOS SENDO MORTOS COVARDEMENTE POR CAUSA DE UM TÊNIS OU UMA CORRENTINHA!
      CRIANÇAS (VIDE CASO PEDRINHO QUE FOI ARRASTADO PELA TRASEIRA DO CARRO USADO NA FUGA POR DOIS BANDIDOS) NO RIO DE JANEIRO, POLICIAIS SENDO MORTOS! QUÊ MAIS?
      GOVERNOS, DEPUTADOS E SENADORES ROUBANDO E RINDO DA CARA DO POVO OTÁRIO, TÃO OTÁRIO QUE ELEGE SEMI ANALFABETOS E TIRIRICAS! QUE MAIS?
      OBRAS SUPERFATURADAS, MAL FEITAS (VIDE O VIADUTO DO BAIRRO DO JARAGUÁ ONDE MORO, POIS O MESMO FOI DEMOLIDO DUAS VEZES) QUE MAIS?
      BANDIDOS COMENTENDO BARBARISMOS E FICANDO IMPUNES.
      SERVIÇO MÉDICO FALIDO, BASTA VER QUE NOS HOSPITAIS E PRONTO SOCOROS QUE VISITEI, PACIENTES ESPALHADOS ATÉ NA PORTA DOS SANITÁRIOS POR FALTA DE MÉDICOS E OU FALTA DE VERBA PÚBLICA, POIS FALTAM DE TUDO, DESDE ATADURAS ATÉ A MANUTENÇÃO NOS EQUIPAMENTOS, ESCOLAS SENDO DESTRUÍDAS PELOS VÂNDALOS, PROFESSORES AMEAÇADOS E SENDO MORTOS.
      QUE MAIS? HOMOSEXUAIS SENDO MORTOS TODOS OS DIAS SÓ PELO FATO DE SEREM HOMOSEXUAIS.
      DE NOVO: ANALFABETOS GANHANDO MAIS QUE UM UNIVERSITÁRIO!
      RACISMO!!!!!!!!!!! POIS ACABEI DE ESCUTAR UMA PIADA SOBRE NEGROS, E VI UM COLEGA NEGRO SENDO PRETERIDO NUM CURSO DE TEATRO!!!!
      FALAR NISSO, SE NOSSA CULTURA É TÃO EXPRESSIVA MUNDIALMENTE, PORQUE NINGUÉM LÁ FORA CONHECE O SAMBA E NÃO É DIVULGADO COMO O TANGO, A MÚSICA CUBANA, O REAGGE, OU O BLUES???
      VEJA BEM VOCÊ, QUE O SERIADO DO CHAVEZ ESTÁ HÁ MAIS DE VINTE ANOS NA TV BRASILEIRA, E AGORA ESTÃO FAZENDO UM REMAKE DA NOVELA CARROSSEL, AMBOS MEXICANOS… CADÊ NOSSA TÃO PROPALADA “CRIATIVIDADE”???
      QUE MAIS? MOTORISTAS DE ÔNIBUS DESPREPARADOS XINGANDO IDOSOS!
      QUE MAIS? OS INFERNAIS BAILES FUNKS QUE DEPOIS DE INVENTADO PELOS BANDIDOS, PROLIFERAM EM TODOS OS LUGARES DO PAÍS (E NAS RUAS PRINCIPALMENTE, INDO MADRUGADA ADENTRO) CAUSANDO INCÔMODO E ESTRESSE!
      FALSOS PROFETAS E PASTORES ROUBANDO A FÉ DO POVO SENDO QUE OS MESMOS ESTÃO COMPRANDO CASAS NO CARIBE E FAZENDAS DE MILHÕES DE REAIS!
      DE NOVO: LIXO E SUJEIRA POR TODO CANTO NOS BAIRROS E CENTRO DAS CIDADES, IGNORÂNCIA!
      CRIANÇAS SE PROSTITUINDO PARA CAMINHONEIROS NAS ESTRADAS (CONFORME RELATA UM AMIGO CARRETEIRO).
      QUE MAIS? SEVIÇOS DE TELEFONIA QUE NÃO FUNCIONAM.
      AHH… UMA ABERRAÇÃO CRIMINOSA QUE É PRATICADA DEBAIXO DOS NARIZES DAS AUTORIDADES: ESPERE UM ENTE QUERIDO FALECER QUE VOCÊ VAI VER A QUANTIDADE DE URUBUS CARNICEIROS LHE COBRANDO PROPINAS PARA QUE SEU FALECIDO TENHA ENTERRO DIGNO!!!!!!!!!!!!
      ENTÃO, SE VOCÊ ACHA QUE O BRASIL É A BOLA DA VEZ,PROVE POR A MAIS B QUE QUEM VIVE E FALA BEM DO EXTERIOR ESTÁ EQUIVOCADO E ENGANADO.
      QUEM SABE ENTÃO, LENDO SEU COMENTÁRIO, TALVEZ REFLITAM E VOLTEM.

  75. 28/05/2012 18:17

    Morar no exterior ou não, depende dos seus objetivos e prioridades. A felicidade está dentro de você, muitas pessoas vivem felizes no Brasil, acreditam e lutam por esse país. Assim como muitas pessoas não fazem absolutamente nada, são mentes manipuladas, pelo governo, TV, pela sociedade em si. O Brasil não é o único. A maneira de manipular e manter a população burra é ridícula. Pois é muito mais fácil tomar conta de milhões de robôs que divulgam informações falhas que assistem em reportagens na TV e vibram por nosso lindo País Brasil ganhar a Copa do mundo e se quer enxergam a miséria ao nosso redor.
    É Óbvio em que todos os países existem problemas e um quer ser mais poderoso do que o outro as custas de milhões de pessoas, não questiono isso, só não estou nem um pouco satisfeita com a situação atual do Brasil, não me conformo em sentar e defender o Brasil nisso ou naquilo se eu pego bus lotado e um transito infernal todos os dias, se eu vejo crianças nas ruas em praticamente todo o Rio de janeiro, se esse crime organizado continua e só foi camuflado para a copa e as olimpíadas e se todos reclamassem poderíamos fazer dele um lugar melhor para nossos filhos.

    Enfim morei na Austrália, que apesar de parecer um paraíso também tem muitos defeitos daí a você preferir morar no Brasil ou em outro país coloque na balança quais defeitos lhe agrada mais enfrentar.

  76. Paulo permalink
    05/06/2012 2:43

    Nossa, Antônio Lídio! Você só consegue ver essas coisas terríveis sobre o seu país? Eu te digo, amigo, com carinho e respeito: vale a pena, sim, morar no exterior e pode ser que, especialmente, pra quem se sente como você. Eu mesmo, talvez more fora e não vejo problema nenhum nisto. Sou uma pessoa do mundo e capaz de me adaptar a diversas situações.
    Penso que não há lugar perfeito e não acho demérito curtir tv, carnaval ou apreciar a beleza — as bundas, etc, rerere. Foi só um pouco de humor, tá, gente?
    Eu poderia citar coisas negativas sobre a cultura brasileira, mas posso muito mais apontar o positivo, simplesmente porque vivo isto, juntamente com toda a neurose brasileira.
    Discordo desta de que há raças ou culturas superiores. O que existe são somente diferenças; algumas boas, outras não e que tudo pode mudar, tanto pra pior, quanto pra melhor. O passado da Europa mostra perfeitamente isto.
    Meu querido, se me conhecesse, veria que temos muito em comum. Eu também sou bastante crítico quanto à situação brasileira, chegando a ser agressivo, às vezes, ao falar. Só não mensionei nossos defeitos, porque há gente demais fazendo apenas isto e muitíssimo bem, nos comentários. Então, não vi sentido em fazer coro, já que tenho uma visão ampla sobre o Brasil e o mundo.
    Não acho, mesmo, que vivo no paraíso. Muito pelo contrário. Só sei que os ditos países de primeiro mundo não são perfeitos e também não são paraísos na terra. Os problemas que eu disse são reais e acho bom saber que podemos nos deparar com fatos e atitudes bem desagradáveis em terras estrangeiras, até mesmo, para estarmos mais preparados pra superá-los.
    Olha, caro Antõnio Lídio, sei o que é viver na adversidade e enxergar que há oportunidades, mesmo que eu não possa aproveitá-las. Meus pais vieram pobres e pouco instruídos para Brasília e aqui obtiveram muitas conquistas, quando tudo parecia desfavorável. Eu próprio continuo a passar por algo parecido.
    Sou gay, pobre, de pele clara e filho de uma linda e incrível mulata mineira. Estou com tudo por fazer na minha vida e esta história pode desenrolar-se em qualquer lugar do planeta. Gostaria que fosse no Brasil, mas vou gostar demais também, se for noutro país. Não sou nacionalista. O que importa pra mim, é que eu seja bem sucedido e que não tenha que prejudicar ninguém pra isto.

    Um grande abraço aqui, do Paulinho BSB!

  77. Ana permalink
    05/06/2012 2:56

    Eu nao sei se vale a pena morar no exterior, nao! Se Deus nos fez nascer em um lugar e por algum motivo, o resto fica por conta do livre arbitrio do homem que nunca esta satisfeito com nada em em lugar nenhum. Moro nos E.U.A, e a impressao que tenho daqui, (ja morei na Europa tambem), ou de fora do Brasil e que os brasileiros saem do Brasil para se tornarem chatos e mais criticos do que sao, deixamos nossa verdadeira essencia para adaptarmos a comportamentos e costumes que fazem as pessoas se tornarem frias e infelizes( e o pior acham que sao melhores). Nao concordo com muitas coisas no Brasil, mas tambem nao concordo com muitas coisas do exterior e nao vou colocar esse pareo como empatado por que meu coracao e brasileiro, posso ate mudar o meu exterior, mas minha essencia, essa foi bem formada e nao preciso que uma nacao me compre para mudar minha opiniao(Comprar em todos os sentidos, bom trabalho, falsa impressao de desenvolvimento, etc…). O que vejo aqui nos E.U.A, principalmente na California sao muitos andantes, riphes, e pessoas completamente doidas,…Se voce for ajudar uma pessoa na rua com dinheiro ou algo para comer, essa pessoa acha ruim, briga com voce e ate te agride, ou nao quando seguem voce e nunca pode abrir a porta da casa pois nao sabe qual surpresa desagradavel pode encontrar… Nao conheco meus vizinhos, se voce estiver precisando de algo ou correndo perigo fecham a porta na sua cara e chamam a policia. A comida aqui me intoxicou, sou alergica a comida industrializada, engordei 15 kilos e vivo inchada pois minha comida no Brasil era bem natural, comprava diretamente da fonte produtos naturais e organicos, vegetais, legumes, verduras, frutas, aqui passo mal cada vez que como em um um restaurante. As grandes industrias manipularam as pessoas a comer porcarias e controlam o ramo alimenticio. Eu sou casada e nao adaptei tambem a nenhum anticoncepcional aqui, descontrola todo nosso sistema hormonal e voce fica completamente desajustada fisicamente, para que morar num lugar de 1 mundo se nao tem saude para enfrentar o frio e nao tem um paladar, um gosto por que nao existe nada de bom para voce saborear… no trabalho as pessoas no maximo quando forcam ser simpaticas por que as empresas exigem dizem: Bom dia e Como esta voce, mas nao esperam resposta so falam por dever mesmo. Melhor do que na Europa que nem olham em seus olhos, isso quando decidem te atender.
    Eu criticava piamente o Brasil quando morava la, mas as pequenas coisas nos fazem muita falta. Ir caminhando a uma padaria de manha para comprar pao quentinho e fresquinho e dar bom dia as pessoas na rua, sorrir naturalmente, etc… A verdade e que os estrangeiros em um mundo de globalizacao tem que aprender “sociabilidade” com os brasileiros e nao nos deixarmos de sorrir, ou cumprimentar as pessoas por para os gringos isso e normal(exemplo), nao isso nao e normal, tive a oportunidade de viver numa cidade pequena na Europa e as pessoas antigas e do interior ainda tem o habito de se cumprimentarem e cumprimentar voce na rua mesmo sem te conhecer, o que nao ha mal nenhum nisso, o que ha mesmo e uma tremenda falta de educacao, das novas geracoes e o pior querem impor isso aos estrangeiros como AH! E a cultura, e jeito deles,… (babaquice).
    Se querem entrar na era da globalizacao e socializacao com o mundo eles que tem de mudar e nao nos…Nao concordo com desonestidade, malandragem e corrupcao no Brasil, mas a vida sem calor humano, alguma educacao e a afetuosidade brasileira e como diz um depoimento ai mata a pessoa, para nascer pior, pois nao vejo nada de melhor nisso em nenhum sentido, a nao ser ser mais nariz empinado(a) e achar que e melhor por que mora no exterior e fala outra lingua. E pura ilusao, para o idiota classismo e mundo de aparencia que o brasileiro quer viver, pode viver muito bem sem isso; o que se ganha nao vale pelo que se perde, por que o que perdemos dinheiro no mundo nao compra. Hoje eu descobri que a verdadeira felicidade, a verdadeira vida esta nas pequenas coisas e nao no dinheiro que o consumismo compra e evapora.

  78. Antônio Lídio permalink
    06/06/2012 19:20

    Então Paulo…
    Veja, eu nasci aqui. Minha mãe me gerou aqui.
    Meus filhos nasceram aqui.
    Casei-me aqui.
    Constitui uma família aqui. Você pensa que eu também não vejo virtudes em nosso rincão?
    Claro que sim! Eu seria um tolo se não enxergasse coisas boas no Brasil.
    O que me entristece é justamente o que você citou.
    E sendo você gay, pode ter certeza de que EU jamais o discriminaria, inclusive porque tenho amigos gays que são gente de nível e educadas.
    O que me aborrece, é saber que aqui poderia ser um paraíso sim.
    Pois temos clima para isso. Vejamos que não há perseguição religiosa, aqui há oportunidade para todos, o sol brilha o ano inteiro, muitos pobres estão saindo da margem de pobreza e se tornando empresários, não temos atentados terroristas como aqueles dos países do Oriente Médio, mas infelizmente temos nosso terrorismo oriundo do narcotráfico.
    Tudo porque nossa “inJustiça” passa a mão na cabeça dos criminosos e a vítima é que se f…
    É isso, e olhe que até em Portugal, país muito mais católico que o nosso, os gays conquistaram direitos que aqui ainda é projeto…
    Outra coisa e me perdoe se ferir o ego de alguém, mas esses “brasileiros” que saem daqui e vão para Austrália, EUA, Japão ou Alemanha, fazer “pé de meia”, depois que se estabelecem lá, comem da comida de lá, usufruem do ar, da água, e das coisas de lá, agora ficam nessa lenga lenga de “meu Brasil brasileiro, amado, idolatrado”!
    Sabe o porquê também disso? É porque lá, eles não vão ter mãos passando em sua cabeça e lá a lei é rígida. Saem daqui com maus hábitos, cospem na rua, jogam lixo no chão, querem fazer fofoca como fazem aqui da vida alheia, querem pisar na grama, não respeitam as normas de trânsito e os regulamentos, querem chegar atrasados sempre, são indolentes e mal acostumados! Querem o que? Acham que lá é o Brasil, com sua falta de educação e suas mazelas? Trabalho com condôminos e sei o que estou falando! Só faltam te agredir quando são multados por uma infração. São advertidas trezentas vezes e continuam infringindo regulamentos, e quando recebem a multa querem te matar….
    Se o Brasil fosse tudo isso para esse pessoal, por que é que se foram para lá?
    Por que não retornam ao seu berço esplêndido?
    Se fossem tão amantes do Brasil como dizem, fariam como o resto de nós, sobreviveriam aqui. Estamos aqui com tudo isso que citei, ou seja, com toda essa nojeira de nossa política e seus políticos!
    Esses brasileiros parecem os bolivianos que aqui chegam passando fome, e depois ficam falando mal do Brasil para seus familiares. Isso me dá asco! Ou seja, cospem no prato que comem!
    Paulo, quanto à raça superior, isso é bobagem porque todos nós uma hora ou outra, sucumbiremos com nossa arrogância, vaidosismo e patriotismo barato.
    E aos amigos que dizem amar tanto seu Brasil lindo, charmoso e brejeiro, façam como os familiares de minha esposa que vieram da Hungria na década de 20 e sofreram tudo que vocês possam imaginar… Mas Venceram AQUI!!

    • Mah permalink
      21/10/2013 0:54

      Sr. Antônio, venho acompanhando seus comentários com muito gosto porém devo fazer algumas ressalvas. Moro em um país considerado o melhor país para se viver no mundo, no norte do mundo. Você iria se surpreender com o gosto que eles têm por uma fofoca! Chega a me deixar com vergonha, e olha que sou mulher, e olha que sou brasileira!
      Também aqui nao é proibido pisar na grama. (será que é e eu nao tô sabendo? rs)
      Tem muitos aqui que odeiam levar multa, viu? Mas entendo que no Brasil deve ser multiplicado por 100 esse comportamento de infrigir e nao aceitar as consequências depois. A maioria dos brasileiros anda pianinho no exterior, inclusive eu! Os brasileiros reclamam é porque dói. E dói muito. Mas talvez você nao seja capaz de entender porque nunca viveu isso.

  79. Paulo permalink
    10/06/2012 7:53

    Querido Antônio Lidio,
    Agora falou de uma forma mais realista.
    mas falta aos brasileiros dislumbrados com as potências estrangeiras, enxergarem que não há sociedade perfeita. Realmente, como você disse, temos problemas terríveis e vemos isto todos os dias, de alguma forma. Mas não fantasiemos a vida no dito 1º mundo. Para a maioria dos imigrantes, há imensas pedras no caminho, inclusive violência.
    À senhora aposentada que deseja morar em portugal com seu esposo: porque não? Se fosse eu, iria. Poderão viver algo bom e diferente, num país lindo e calmo, com um povo bom que é a nossa cara. A vioencia no Brasil é preocupante, né?
    Á moça que tem dúvidas quanto a regressar ao Brasil: querida, você poderá, sim, arrepender-se. Nosso país é maravilhoso e o calor humano daqui faz falta, mesmo. Contudo, não se vive em paz nas cidades grandes e em boa parte das outras. Há cidades com baixíssimos índices de criminalidade também, mas a maioria oferece poucas oportunidades. mas se você pode vir pra ver no que dá, sem perder a possibilidade de regressar se as coisas não ocorrerem como deseja, vale a pena vir, sim e voltar à Europa, se for o melhor a fazer. Boa sorte!
    Também acho que as nossas leis são inadequadas e fruto de legislarem em causa própria. Revolto-me quando vejo a forma como as autoridades nos tratam e como os cidadãos são negligentes e displicentes na vida em sociedade. porém, percebo uma mudança lenta acontecendo e outra mais acelerada, também, ambas boas.
    Uma das causas do nosso insucesso é exatamente a baixíssima autoestima do nosso povo, devido, entre outras coisas, a uma campanha ostensiva e um tanto sutil para nos tornarem manipuláveis, ocorrida principalmente nos governos militares, sobre a batuta dos EUA. Aprendemos a valorisar demais os defeitos e nem vemos as qualidades, que são em maior número.
    Eu também posso citar fatos que me indígnam sobre o nosso povo, mas também há o que se falar de negativo e grave das grandes e ” civilisadas ” nações do norte. Mas acho isto improdutivo, antiético e muito desrespeitoso para com a maioria, que é de boa índole, em todos os países. Tenho aprendido a duras penas que não se vê o que não se quer e que vivemos num mundo moderno e neurótico, em que todos são donos da razão e há cada vez menos diálogo.
    Uma coisa é certa. Vivemos imensos paradoxos em toda parte. No Brasil, por exemplo, convivemos com tudo de negativo dito por você, mas somos os mais hospitaleiros e calorosos, também.
    Enfim, vale a pena viver em qualquer lugar onde possamos crescer como seres humanos e ou financeiramente. há o belo e o feio no mundo inteiro. mas algo que me deixa especialmente indignado e assustado, é a demonstração de preconceito clara em certas idéias e expreções, como ” afrotupiguarani “, por exemplo, para denegrir e despresar culturas , inclusve riquíssimas, como a nossa, ainda em formação. Quem utilisa de tais termos, nem vê o mal que causa e o engano na seu argumento: deixam de fora o ” euro “, quando este deveria ser o prefixo principal, pois os maus hábitos citados aplicam se muito mais aos europeus, que foram quem, na verdade os trouxeram para cá. As antigas sociedades africanas e americanas eram organisadas de forma diferente demais e nem havia muito como haver esses crimes e costumes nefastos, constantemente associados a elas, nas tais expressões. Os nossos colonisadores sim, viviam todos estes problemas em suas cidades e aportaram com eles aqui.
    Olha, quero deixar bem evidente que gosto do que foi feito pelos portugueses aqui. Muito foi retirado, mas bastante foi construído e deixado, como as lindas cidades históricas e a nossa sociabilidade comportamento alegre e hospitaleiro, por exemplo, herdados dos portugueses. Afinal, qual o motivo teriam para aquelas incríveis aventuras, se não houvesse motivação econômica, não é mesmo? Os indígenas e africanos contribuíram com maravilhas, porém eram mais quietinhos e tímidos, né? outra injustiça; não vejo a indolência que alguns atribuem ao povo brasileiro. O que observo é uma maioria que trabalha duro, tendo que vencer grandes distâncias até seus empregos, lenvantãndo cedíssimo, na madrugada.
    Caro Antõnio Lídio e os demais frequentadores deste blog, agora me despeço. Não posso continuar a frequentar, mas valeu. Abraços e felicidades !

  80. 16/06/2012 0:57

    Adorei as dicas do blog …
    dando td certo em uma nova conquista profissional, Paris é o provavel destino de minha permanência. Difícil vai ser só ter o inglês.
    Vcs q curso de FR por lá?

  81. cinthia permalink
    26/06/2012 14:57

    Tenho muita vontade se conhecer outro paiis , sair da rotina , mais naum posso , mão tenho condições finaceiras para isso , maiis se Deus quiser , ainda voouu ..

  82. 04/07/2012 11:09

    me mudei do brasil faz pouco tempo,sinto muita saudades da minha familia dos amigos e principalmente do clima…ainda e muito cedo pra eu dizer se vale a pena morar no exterior,mais de uma coisa eu sei nada vale mais que sua FAMÍLIA!!
    mais ai vc para e pensa em como e mais fácil vc conseguir algo que no brasil vc demoraria anos para ter,então eu e meu marido viemos para bruxellas com um intuito conseguir uma estabilidade no brasil o mais rápido possível depois ver se nos iremos embora ou permaneceremos aqui no exterior,morar aqui vale a pena sim por alguns pontos como,uma vida melhor com pouco dinheiro, reconhecimento do seu trabalho(ou seja um salario digno),uma cultura nova para vc levar o resto da sua vida,provar que vc é capaz de se superar,uma experiencia nova…só não aconselho vc vir se vc não tiver um apoio aqui,pois e muito difícil arrumar serviço e principalmente se vc não souber a linguá local!!!
    agora de uma coisa eu sei,pra vc que e super apegado em família no começo não e nada fácil,vc chora todos os dias fala que irá pedir a passagem pra voltar e pensa em muitas outras coisa e é aqui que vc descobre que SUA FAMÍLIA E TUDO NA SUA VIDA !!!
    assim esta sendo minha experiencia,a cada dia me superando e aprendendo para que no futuro eu possar ir embora sem olhar pra traz…
    FICA A DICA:vc que quer viver uma experiencia nova não pense duas vezes,faça suas malas e viaje,pois se amanhã descobrir que vc não consegue vc pode ir embora e construir tudo outra vez e sempre lembre que nunca e tarde pra um novo começo e não se preocupe com as criticas isso sempre irá ter mesmo vc fazendo o certo ou o errado!!!

  83. Paulista.Spain permalink
    18/07/2012 4:44

    Uauuu..que blog show!!! Parabéns Glenda diMuro e a todos os colaboradores pela empreitada!!!

    Mas então, respondendo a pergunta: Vale a pena morar no exterior?

    Depende, e muuuuito do país onde se decide migrar, pois hoje migrar para europa não vale a pena, devido a “mardita” crise economica, porém…porém, nem todos os paises da europa estão sofrendo com a crise, como exemplo, paises com economia forte e estável dentro da zona UE: Austria, Bélgica, Dinamarca, Finlandia, Luxemburgo, Holanda e Suecia.
    Fora da zona UE: Mónaco, Islandia, Noruega, Rusia, San Marino e Suiza.

    Estes paises que menciono, são ótimos para migrar, pois possuem uma alta qualidade de vida e se pagam muito bem! Dou um exemplo de um amigo brasileiro que morou na dinamarca por 6 meses(Hoje mora em Londres, é entregador da pizza hut) ele não tem profissão e tampouco o segundo grau…mas fala inglés como um britanico, este cara, trabalhava de limpar as ruas e estradas cheias de neve…e cobrava a bagatela de 3.800 euros/mes, isso em 2010.

    Outro exemplo, minha amiga espanhola que mora na Noruega(Oslo), cobra em uma manicure e pedicure (17.161,22 NOK) 2.300€/mes.

    Mais um exemplo: Outra amiga venezuelana que mora em Luxemburgo, ela trabalha em um hotel 4* e é faxineira (Ela fala inglés fluente) cobra 3.600€/mes.

    Com estes exemplos fica claro que os paises que mencionei, vale muito a pena migrar. Melhor ainda sendo profissional em nestas áreas, que no brasil não é muito bem remunerada e até desvalorizada, nestes paises a mão de obra é muito valorizada. Dou exemplos:

    Funileiro e Pintor de carro;
    Mecanico de carro ou moto;
    Pedreiro;
    Eletricista;
    Encanador;
    Cortador de Carne(Aquele indivíduo que sabe destroçar o boi inteiro)rs
    Faxineira;
    Marceneiro

    (Bom, estes são os profissionais bem valorizados)

    Tenho tb uma amiga que mora em Washington e outra que mora em San José-California-USA. E elas não trocam USA por nenhum pais do mundo…hehe Também neh…olham onde elas moram…hehehe Até eu queria estar por lá, mas como “num falu o tar de ingreis….hehehe Tenhu q ficar pur aqui mesmo nas zeuropa…hehehe

    Mas então isso é FUN-DA-MEN-TAL e ressalvo: Se vc não fala nada de inglés e tampouco o idioma do país, nem sonha em ir para estes paises, pois é fundamental falar o idioma nativo ou o segundário (ingles).

    Outro detalhe MUITO IM-POR-TAN-TE e serve para qualquer país: Não saia do Brasil e vá morar ilegalmente, pois hoje em dia o controle de imigração é muito policiado. E dificilmente conseguirá trabalhos em “negro”.Se vc tem a possibilidade de conseguir a nacionalidade por meio, paterna, materna, avô, avó, vai em frente e lute para consegui-la. Vai demorar? Sim e muito +- entre 5 a 6 anos.(a minha ainda esta em tramite)rs Mas depois vale muito a pena. Não importa o tempo de espera, o que importa é vc possuir um documento LEGAL que vc poderá circular livremente pelo país.

    Como costumo dizer a meus amigos e conhecidos, se pretende migrar, grave bem esta frase: PLANIFICA SEU PROJETO DE MIGRAR!!!

    Pois sem um projeto bem definido, chegará um tempo que vc estará igual a um barco no oceano com o motor quebrado. Totalmente a deriva, sem noção para onde vai.

    Bom, e para concluir, particularmente vale muito a pena migrar, pois terá muitas histórias para contar, terá imagens e momentos que jamais se apagarão de sua mente(bom, espero que não tenha uma Perda mental) hehe…mas irá conhecer novas culturas, novas culinárias, novos lugares, novas pessoas, nova forma de interagir com as pessoas, respeitar a cultura e “achar um pouco estranho” rsrs. Será um recomeço doloroso, mas lá na frente vc irá dar risada por tudo que passou no principio. Migrar não é fácil, tem que ter coração de pedra, eu uso a expressão “homem de gelo” rsrs. Pois aprendi a ser um ICEBERG…hehe..para aguentar a solidão no principio não é fácil, mas vc tem que se decidir, se ficar chorando as pitangas, melhor que volte ao Brasil ou então tome a atitude de ser forte e aguentar a dolorosa solidão e saudade! Mas tranquilo/a, isso com o tempo se supera!

    Ah! Outro conselho para marinheiros de primeira viagem…hehe No país que estiver, tenta se relacionar somente com os nativos ou de outras nacionalidades, não se envolva muito com brasileiros, isso fará que vc retrase o aprendizado do idioma. E outra, evitará problemas…pois cuidado, não só pq é brasileiro ele é gente boa, tem muito FDP por aí que NÃO é do BEM! Não confie em uma pessoa que é muito boazinha ou bonzinho demais, este é o truque dos SAFADOS E PILANTRAS…Se possível evita brazucas…hehe Mas claro, nem todos são do mal…irá conhecer muita gente do BEM, mas vc sabendo separar o Joio do Trigo, terá ÓTIMOS E MARAVILHOSOS amigos/as BRAZUCAS.

    Bom, acho que já falei demais neh…este é um relato de um humirde Paulistano (de Anália Franco) moro 6 anos aqui no velho continente e sendo mais especifico, “Epaña”-Benalmádena…Oleee….oleee…,já passei tantos anos “dourados” aqui, mas hoje a situação economica está pará lá de “desagradável” rs(mesmo legalmente) Mas como brasileiro não desiste nunca neh…vamos tocando meu projetinho neh…rs

    Deixo uma ressalva ok:

    Não mencionei alguns paises da UE como exemplo: França, Itália, Espanha, Portugal, Reino Unido, Irlanda etc.
    Porque são paises para serem evitados a migrar, economia decadente, muito desemprego, excesso de imigrantes(Reino Unido), e crescimento economico somente a partir de 2017-18. Portanto, evitem estes paises.

    Tudo que disse aqui, NÃO se APLICA a estudantes ou a profissionais que vão trabalhar em filiais ou Matrizes da empresa onde já trabalham, como também a profissionais altamente qualificados.ok! Pois é um assunto TOTALMENTE diferente. Veja neste Link: http://www.apply.eu/

    Um grande abraço e $uce$$o a todos/as!!!

    Não desista de seus sonhos, faça ele acontecer! como? MEXA-SE!!! rsrs

  84. Rafael permalink
    05/08/2012 5:17

    Olha já tive uma ótima experiência em Vancouver/Canada e hoje em dia de volta ao brasil sinceramente eu to começando a ter ódio de morar nesse país que está completamente corroído pela corrupção, aqui lamentavelmente todas as empresas formam um grande cartel oferecendo produtos e serviços de péssima qualidade aos custo dos mercados mais caros do planeta como exemplo aqui você compra um VW Gol 1.6 sem atingir a metade dos requisitos de segurança que um país sério exige mas paga o mesmo valor de um Chevrolet Camaro nos USA que custa por volta de 25 mil dolares enquanto esse mesmo carro aqui custa 200 mil reais, pagamos os maiores impostos do mundo com zero de retorno, eu odeio a sensação de ser tratado como otário dando dinheiro para o estado e sabendo que tudo vai ser desviado para os políticos que são todos envolvidos com facções criminosas, que ainda nos chamam de otários na cara dura, cada dia que passa mais vejo a educação indo pro ralo, crianças que não sabem ler e escrever, batem na cara de professores, escolas públicas hoje são formadoras de delinqüentes, daqui 10 anos isso aqui vai estar o caos completo, o Brasil é o único país do MUNDO onde o CRIME e a VAGABUNDAGEM vale a pena e MUITO porque o governo banca isso tudo com as “bolsas misérias, reclusão, familia” da vida, só aqui nesse caos que bala perdida é fato comum e corriqueiro, homicídios e latrocínios ocorrem às centenas ou até aos milhares diariamente e nada é feito, odeio a sensação de medo e insegurança 24 horas 365 dias, num país onde bandido tem muito mais direitos e proteção que um cidadão do bem, a cultura popular do brasileiro me dá nojo, com essa mania de querer conseguir as coisas “no jeitinho brasileiro”, aqui só existe manifestações quando tem parada gay, liberação da maconha e etc, um povo que sente orgulho de ser terceiro mundista e demonstra isso todos os dias no transito, na escola, numa fila qualquer e assim por diante.
    Nesse país tudo é feio, sujo e favelizado ando no centro de SP parece que estou andando na cidade dos zumbis com mendigo e drogado pra todo lado, cheiro de urina e fezes em todos os cantos, saio do centro da cidade e 80% é periferia pobre sem ao menos infra estrutura básica… Se Deus quiser em dois anos saio disso porque tenho pavor de pensar que posso criar meus filhos num lugar tão caótico quanto nosso paísinho de M…..

    Desculpem as duras palavras mas já se tornou um desabafo de quem sente que só se ferra 24 horas num lugar que não te dá um minimo de beneficio ou melhor só tira de você.

  85. Isabel Macena permalink
    06/08/2012 3:48

    O que voces tem a dizer da bolsa do governo brasileiro para universidades na europa , funciona? Em Portugal é confiável? Uma pessoa que nunca saiu de sua cidade vai se dar bem ou vai quebrar a cara?

    • 26/08/2012 15:45

      Olha Isabel eu sai do Brasil tem 22 anos vim para O Japão com meu esposo que e filho de Japonês vim para ficar 1 ano aqui e muito triste sabe não tem a alegria do povo brasileiro eu na verdade nunca acostumei… meus filhos foi criado aqui no começo fui duro eles sofreu muito com a língua e com hábitos do povo Japonês, depois fui a Portugal a trabalho com a empresa aqui do Japão fui para ficar 6 meses fiquei 2 anos e 3 meses foi duro la foi realmente dificil la eu estava sozinha e o problema da língua não tive nenhum problema, mais em Portugal o povo e muito racista sofri muito, eles parece que tem uma inveja ou ódio do povo principalmente do povo Brasileiro. la tu mata um leão por minutos se não for esperta e nunca acreditar na bondade por que tudo tem um interesse se for homem pior!!

      • 26/08/2012 20:03

        …me perdoe se ferir o ego de alguém, mas esses “brasileiros” que saem daqui e vão para Austrália, EUA, Japão ou Alemanha, fazer “pé de meia”, depois que se estabelecem lá, comem da comida de lá, usufruem do ar, da água, e das coisas de lá, agora ficam nessa lenga lenga de “meu Brasil brasileiro, amado, idolatrado”!
        Sabe o porquê também disso? É porque lá, eles não vão ter mãos passando em sua cabeça e lá a lei é rígida. Saem daqui com maus hábitos, cospem na rua, jogam lixo no chão, querem fazer fofoca como fazem aqui da vida alheia, querem pisar na grama, não respeitam as normas de trânsito e os regulamentos, querem chegar atrasados sempre, são indolentes e mal acostumados! Querem o que? Acham que lá é o Brasil, com sua falta de educação e suas mazelas? Trabalho com condôminos e sei o que estou falando! Só faltam te agredir quando são multados por uma infração. São advertidas trezentas vezes e continuam infringindo regulamentos, e quando recebem a multa querem te matar….
        Se o Brasil fosse tudo isso para esse pessoal, por que é que se foram para lá?
        Por que não retornam ao seu berço esplêndido?
        Se fossem tão amantes do Brasil como dizem, fariam como o resto de nós, sobreviveriam aqui. Estamos aqui com tudo isso que citei, ou seja, com toda essa nojeira de nossa política e seus políticos!
        Esses brasileiros parecem os bolivianos que aqui chegam passando fome, e depois ficam falando mal do Brasil para seus familiares. Isso me dá asco! Ou seja, cospem no prato que comem!
        Paulo, quanto à raça superior, isso é bobagem porque todos nós uma hora ou outra, sucumbiremos com nossa arrogância, vaidosismo e patriotismo barato.
        E aos amigos que dizem amar tanto seu Brasil lindo, charmoso e brejeiro, façam como os familiares de minha esposa que vieram da Hungria na década de 20 e sofreram tudo que vocês possam imaginar… Mas Venceram AQUI!!

  86. Jon Escobar permalink
    16/08/2012 18:55

    Vale a pena, sim! Sou norteamericano (do Texas) e morei 3 anos na Coréia do Sul e to aqui no Brasil faz 4 anos. Além de aprender muito sobre outras culturas, vejo o mundo de olhos diferentes. Vejo que o meu país é longe de perfeito e que o governo americano mente para o povo. Armas de destruição em massa…onde? Rebeldes lutando para democracia no médio oeste…tenho minhas dúvidas.
    O que mais gosto do Brasil é a solidariedade do povo e o calor humano. Realmente se sente isso aqui e não tem a mesma coisa no meu país. Apesar dos problemas com greves e violência, eu nunca fui assaltado e geralmente ando nas ruas de Salvador sem problemas.

    Agora, concordo com os outros em dizer que cada pessoa tem experiências diferentes. Não tive que enfrentar problemas com o sistema de saúde precária e nem escolas públicas neste país. Sei que existe, mas pra mim, não tenho filhos e estou de condição físicia muita boa, Graças a Deus.

    Trabalho com tradução e ensino inglês. Foi muito díficil no ínicio, pois não sabia nada de como sobreviver aqui. Lembro de ter ficado em pé na estação Lapa e no Pelourinho anunciando em voz alta, “Aulas de inglês com nativo, R$10,00.” Rsrsrs. Mas, depois coloquei anúncios na internet e comecei a criar uma fonte de renda.
    Nem sei quando ou se irei voltar pros EUA (estou de visto permanente), mas sei que estou feliz aqui. Vou morar no Rio apartir de outubro deste ano para fazer um curso de formação de intérprete. Pra mim, meu objetivo aqui no Brasil é falar português o melhor que eu puder pra ser um dos melhores tradutores e intérpretes no país…e é difícil, viu! heheheh

    Aí, na minha opinão, vale a pena sim. Se você trabalhe dura e seja realista, você conseguirá realizar seus objetivos. Não esqueça que todo lugar tem seus problemas. Não existe o país perfeito. Irá enfrentar muitos desafios, mas irá crescer muito também.
    Boa sorte a todos!

    • 26/08/2012 20:14

      Amigo estadunidense, então só me resta te APLAUDIR!
      Mas não me venha com a mesma história de dizer que aqui é o PARAÍSO!!!!!!!!!
      POR FAVOR, VAMOS SER REALISTAS!!! MEU CUNHADO JÁ FOI ASSALTADO MAIS DE 30 VEZES EM SEU MERCADINHO POR RAPAZES PARA COMPRAR DROGAS
      ENTÃO SE VOCÊ TIVER PACIÊNCIA, LEIA MEU RELATO E DEPOIS TIRE SUAS CONCLUSÕES:

      Veja, eu nasci aqui. Minha mãe me gerou aqui.
      Meus filhos nasceram aqui.
      Casei-me aqui.
      Constitui uma família aqui. Você pensa que eu também não vejo virtudes em nosso rincão?
      Claro que sim! Eu seria um tolo se não enxergasse coisas boas no Brasil.
      O que me entristece é justamente o que você citou.
      E sendo você gay, pode ter certeza de que EU jamais o discriminaria, inclusive porque tenho amigos gays que são gente de nível e educadas.
      O que me aborrece, é saber que aqui poderia ser um paraíso sim.
      Pois temos clima para isso. Vejamos que não há perseguição religiosa, aqui há oportunidade para todos, o sol brilha o ano inteiro, muitos pobres estão saindo da margem de pobreza e se tornando empresários, não temos atentados terroristas como aqueles dos países do Oriente Médio, mas infelizmente temos nosso terrorismo oriundo do narcotráfico.
      Tudo porque nossa “inJustiça” passa a mão na cabeça dos criminosos e a vítima é que se ferre…
      É isso, e olhe que até em Portugal, país muito mais católico que o nosso, os gays conquistaram direitos que aqui ainda é projeto…
      Outra coisa e me perdoe se ferir o ego de alguém, mas esses “brasileiros” que saem daqui e vão para Austrália, EUA, Japão ou Alemanha, fazer “pé de meia”, depois que se estabelecem lá, comem da comida de lá, usufruem do ar, da água, e das coisas de lá, agora ficam nessa lenga lenga de “meu Brasil brasileiro, amado, idolatrado”!
      Sabe o porquê também disso? É porque lá, eles não vão ter mãos passando em sua cabeça e lá a lei é rígida. Saem daqui com maus hábitos, cospem na rua, jogam lixo no chão, querem fazer fofoca como fazem aqui da vida alheia, querem pisar na grama, não respeitam as normas de trânsito e os regulamentos, querem chegar atrasados sempre, são indolentes e mal acostumados! Querem o que? Acham que lá é o Brasil, com sua falta de educação e suas mazelas? Trabalho com condôminos e sei o que estou falando! Só faltam te agredir quando são multados por uma infração. São advertidas trezentas vezes e continuam infringindo regulamentos, e quando recebem a multa querem te matar….
      Se o Brasil fosse tudo isso para esse pessoal, por que é que se foram para lá?
      Por que não retornam ao seu berço esplêndido?
      Se fossem tão amantes do Brasil como dizem, fariam como o resto de nós, sobreviveriam aqui. Estamos aqui com tudo isso que citei, ou seja, com toda essa nojeira de nossa política e seus políticos!
      Esses brasileiros parecem os bolivianos que aqui chegam passando fome, e depois ficam falando mal do Brasil para seus familiares. Isso me dá asco! Ou seja, cospem no prato que comem!
      Paulo, quanto à raça superior, isso é bobagem porque todos nós uma hora ou outra, sucumbiremos com nossa arrogância, vaidosismo e patriotismo barato.
      E aos amigos que dizem amar tanto seu Brasil lindo, charmoso e brejeiro, façam como os familiares de minha esposa que vieram da Hungria na década de 20 e sofreram tudo que vocês possam imaginar… Mas Venceram AQUI!!

      • 28/08/2012 5:50

        Antônio tu como alguns aqui está muito equivocado tu sabe que todos procura um lugar para trabalhar e ter seu dinheiro até as formigas anda de um lado a outro procurando o melhor, tem muitas gente no Rio de Janeiro de todo canto do Brasil, eu sou a favor que todos lutem por uma vida melhor dentro da honestidade tem muitos Português no Brasil muito mais que Japonês no tempo da guerra ninguém que vai para um lugar a outro acostuma fácil nem quando tu troca de quarto até acostumar para dormir e uma canseira, sabe que Brasileiro são desorganizado isso são e muito porque até da janela do ónibus jogam latinhas de refrigerante perigo machucar alguém ou causar um acidente isso ninguém pensa! um cara dentro do ónibus só´porque eu reclamei queria me bater fazem a merda e acha que fez coisa boa é porque ele não sabe dirigir meu amigo essa e a verdade quem não sai para passar os problema de vida em busca de uma vida melhor diz isso que tu diz, cara do carro que caiu uma latinha dessa chegou a perder a direcção do carro em que dirigia que já vi, se muitos sai de João pessoa para o Rio de Janeiro e porque não tentar a vida no exterior?? se assim se tem oportunidade? nós falamos bem do nosso Brasil porque somos Brasileiros os Português e Japonês e outro de seus Pais de origem fala do Pais deles… até aquele que seu Pais comem gente vão falar nosso pais comemos gente ninguém reclama!!! é sempre assim querido ninguém acostuma com o que tinha na sua vida se come barro vai querer sempre comer barro, pois cada um e cada um outros que gosta de roubar como aqui no Japão 8 anos atrás ninguém fechava aporta do carro e entrava nas lojas e deixava as compras na bicicleta mais muitos com maus hábitos, acha que se deixou e para pegar que achado não e roubado por isso muitos sofre até o Pais que aceita gente que vivem outra forma de vida que ele sofre mais todos tem que entender o outro Pais e aceitar as regras !! estou 22 anos no Japão e somos respeitador das regras do Pais…por isso somos respeitados… tudo tem as regras, o triste e sofrer descriminação como sofri em portugal 2 anos que fiquei por la aqui no Japão nunca senti isso ser descriminada, aqui qualquer um te dar informação na rua com uma vontade que deixa agente tão feliz, em portugal vira a cara e diz que não saber mal vontade de ser amigo com estrangeiro, mais todos sabem ir para o Brasil e outros cantos do mundo em busca de trabalho e querem ser bem tratados no Pais e vão trabalhar!! isso que e a maldade em maltratar um que vai servir aquele Pais com mão de obra, meu esposo está semana perdeu a carteira com todo dinheiro e com os cartões de credito a policia mandou um telegrama em minha casa que apareceu na delegacia, ele foi buscar tudo estava como ele perdeu do mesmo jeito, poderia no Brasil ser a mesma coisa mais! o mal dos Brasileiro pensar que achado não e roubado!! sim e roubado se tu tirar uma moeda da menor que seja e roubado se, tu não entregar e roubado! se tu usar de maldade amigo se desperta, aqui no Japão tem aulas nas escola tudo que achar entregar nos postos policial e corpo de bombeiro, meu filho com outro amiguinho eles estavam com 6 anos de idade achou uma pulseira de ouro foi entregar no corpo de bombeiro , uma brasileira disse para que entregar deixava para mim… olha que ela disse isso perto do filho dela da mesma idade que o meu tinha na época… para tu ver como são a cabeça das pessoas não digo dos Brasileiro da raça humana em geral…

      • 30/08/2012 22:31

        POXA LENY, SEU PORTUGUÊS JÁ ESTÁ UM POUCO DIFÍCIL DE ENTENDER…

        MAS ENTENDI O SENTIDO DO QUE QUIS PASSAR PARA NÓS.
        Mas a essência de minha queixa é em geral tudo o que você falou.
        O BRASIL E OS BRASILEIROS TEM SEUS DEFEITOS, MAS TAMBÉM TEM SUAS VIRTUDES.
        E INFELIZMENTE, OS MAUS PORTUGUESES, OS MAUS BRASILEIROS, OS MAUS JAPONESES OU OS MAUS ALEMÃES É QUE ESTRAGAM O MUNDO!!!!
        BOS SORTE PARA VOCÊ E SUA FAMÍLIA. PELO MENOS OS JAPONESES SÃO BEM MAIS HONESTOS. MAS TAMBÉM SEI DA CASOS EM QUE BRASILEIROS FORAM E SÃO DISCRIMINADOS AÍ. OU SEJA, NÃO HÁ LUGAR NENHUM NO MUNDO AONDE ESSA PRAGA NÃO ESTEJA PRESENTE.
        UM ABRAÇO.

      • 02/09/2012 9:45

        Antônio Lídio Gomes estou escrever tão errado assim??? kkkkk o pessoal diz que escrevo igual o português de Portugal,. eu acho que tu tem razão em alguma coisa que diz ai ,mais eu penso que no meio de tudo e a inveja que estraga o mundo… entra em meu blog vamos ser amigos, e quem tiver interessada em minha amizade estou aqui posso ajudar dar dicas para quem quer tratar da beleza beijinho para ti e todos.

  87. 26/08/2012 20:17

    JON ESCOBAR, O RELATO QUE LHE FIZ, FOI DIRECIONADO AO PAULO, UM LEITOR QUE É HOMOSSEXUAL, APENAS REPETI AQUI PARA QUE VOCÊ TOME CIÊNCIA DE MINHA VISÃO REALISTA DO QUE É O BRASIL. APENAS ISSO. UM ABRAÇO.

  88. Claudia permalink
    08/09/2012 0:55

    Vale a pena morar fora do Brasil.Sou filha unica,nunca tive raizes com minha familia.O cordao umbilical e’ cortado por um motivo:Liberdade…Onde moro ha seguranca e isso eu nunca tive no Brasil.Fui assaltada 23 vezes em minha cidade..Aqui onde moro:Nunca.
    Quem fala mal de quem mora fora talvez tenha uma certa inveja branca da vontade ou da falta de coragem em enfrentar o que nunca experimentou.
    Nao vejo meus pais ha 8 anos e isso me fortalece como pessoa.

  89. FATIMA permalink
    12/09/2012 3:26

    cada macaco no seu galho. FUI CLARA?

  90. Ricardo permalink
    12/09/2012 13:27

    Pessoal, acho que tem muita confusão aqui. Morar fora pode ser tudo o que você sempre quis, e também pode ser um pesadelo, tudo depende de vários fatores.

    Se você é uma pessoa muito apegada à família e aos amigos, vai sentir muita saudade, e vai ser difícil. Se você escolhe o país/cidade errado, vai ser difícil. Se você não estiver disposto a se inserir na cultura local, vai ser difícil. Tem tantas variáveis a considerar!

    Minha dica é a seguinte:

    1) Porque você está pensando em sair do Brasil? Defina o que você está procurando primeiro;

    2) Procure um país onde você pode encontrar o que está procurando. Simplesmente sair se mudando porque fulano ou beltrano falou que é bom não é garantia que vai ser bom pra você também.

    3) Aprenda o idioma. Como você pode esperar se inserir e fazer amizades se não fala o idioma?

    4) Se possível aprenda também um pouco da cultura local.

    5) Tenha em mente que pessoas são diferentes em diferentes locais do mundo. Não ache que um chinês ou alemão vai se comportar como um brasileiro.

    Pra dar um exemplo, sempre morei no Brasil, mas já viajei pra vários países da Europa. Achei alguns bem legais (Holanda, Alemanha), e não gostei da Itália, por exemplo. A impressão que ficou pra mim é que é dali que vem a nossa bagunça Achei bem desorganizado. Mas isso é porque gosto de coisas organizadas. Possivelmente pra quem tem saudade das coisas do Brasil vai gostar mais. Sem problema.

    Em um resumo, os dois primeiros itens que destaquei são os mais importantes. O QUE VOCE PROCURA? E baseado nisso, ONDE VOCE VAI ACHAR O QUE PROCURA.

    É como outras pessoas já colocaram aqui. É uma experiência muito pessoal, que pode valer muito a pena, ou pode ser muito ruim. Tenha certeza do que você quer fazer antes de sair por aí sem destino. Suas chances de sucesso serão muito maiores.

    • 13/09/2012 21:18

      Ricardo, posso rir? rsrsrsrsr
      Essa da Itália foi boa, rsrsr
      Realmente, os italianos lembram bem os brasileiros no sentido de falarem pelos cotovelos!
      Não precisa ira à Itália. Basta ver os filmes italianos e dá a impressão que são braileiros em alguma cidade de São Paulo.

      • Ricardo permalink
        21/09/2012 11:22

        Quem sou eu pra dizer quem pode ir? Hehehe
        É aquilo que falei, pra alguns a Itália seria uma ótima opção. Talvez pra mim também, não cheguei a conhecer tudo.

        De qualquer forma acho imprescindível obter o máximo de informações possível antes de cogitar botar tudo nas costas e ir embora. Os riscos de dar errado são muito maiores assim!

        Abraço!

  91. 17/10/2012 21:00

    muito bom gostei muito das opinioes,palpites. vivo em barcelona com minha mae e meu irmao e tenho muita saudade do brasil da familia etc….. e um poco complicado a vida aki mais agente aprende muito,

  92. paulo permalink
    05/11/2012 1:25

    a corrupcao grande que tem no brasil , o rio de janeiro tomado por bandidos de colarinho branco que so massacram a populacao , os hospitais uma miseria, seguranca publica horrivel . vale muito a pena viver fora , mas depende muito do lugar . aqui em hongkong , comparado com o brasil, e primeiro mundo . tudo funciona e os servicos pra populacao sao excelentes .

    brasil nao tem terremoto , nao tem furacao , nao tem tufao , mas tem os politicos mais curruptos do mundo que so massacram o povo com taxas e mais taxas . carros valem muito dinheiro com o que chamam de basicos .

    como collor falou , carro nacional ( brasileiro ) e uma carroca .

  93. paulo permalink
    05/11/2012 2:08

    a corrupcao grande que tem no brasil , o rio de janeiro tomado por bandidos de colarinho branco que so massacram a populacao , os hospitais uma miseria, seguranca publica horrivel . vale muito a pena viver fora , mas depende muito do lugar . aqui em hongkong , comparado com o brasil, e primeiro mundo . tudo funciona e os servicos pra populacao sao excelentes .
    brasil nao tem terremoto , nao tem furacao , nao tem tufao , mas tem os politicos mais curruptos do mundo que so massacram o povo com taxas e mais taxas . carros valem muito dinheiro com o que chamam de basicos .
    como collor falou , carro nacional ( brasileiro ) e uma carroca .

  94. Fabiana permalink
    02/12/2012 21:19

    Eu moro no Mexico a 4 anos, tenho um filho que chegou aqui com pouco menos de 3 anos e uma filha de quase 3 que nasceu aqui. Não é facil viver fora do seu país, a saudade é grande, de familia, amigos, gostos, sabores, cheiros, modo de vida. Mas cada vez que a gente vai pro Brasil percebe que há muita coisa fora que é melhor, percebe que exixtem modos distintos de se viver e fazer as coisas. Se adapta, recicla, muda, deixa de ser aquela pessoa que era. Para minha familia viver aqui é algo que percebo que vale a pena. Meu filho de quase 7 anos é totalmente bi-lingue (portugues/ espanhol) e em uns 2 anos tera fluencia no ingles também, já que estuda em uma escola bilingue ingles/espanol. A escola dele é boa e custa metade de uma boa escola em SP, que nao seria bilingue. Tem algumas coisas que nao tem preço, e vc ver seus filhos se comunicando sem dificuldade em 3 idiomas é fantanstico, sabe que está proporcionando novos caminhos e horizontes por toda a vida deles. Claro, por outro lado eles nao tem tias, avós, primos por perto, mas a verdade é que a familia q se importa fica presente via skype ou pega um aviao e vem te ver de vez em qdo. Eu nao pretendo viver toda minha vida no Mexico, penso em viver em outro pais antes de voltar para o Brasil, mas a verdade é que para voltar ao Brasil, com 2 filhos tem que pensar muito. Manter uma familia no Brasil nao está facil, o custo de vida é altissimo e poder proporcionar coisas, estudo, viagens, lazer, estrutura geral para a familia. Acho que depende de cada historia e do sucesso ou insucesso de cada trajetoria. Podemos viver bem e descobrir que viver bem é diferente do que pensavamos. Mas a saudade sempre vai existir, ainda que eu volte para minha terra sempre terei saudade do pedaco da gente que ficará onde vivemos…

    • natalia morgana permalink
      17/12/2012 16:37

      Aiiii eu amo meu brasil! casa de mamae e colo de vovo mmm….
      Mas estou super feliz aqui no mexico com meu NAMORADO-ESPOSO HAHAHA nos conhecimos por internet faz 4anos e hj temos uma filha de 1ano e meio Os amooooo comm todo meu coracao !

  95. marilia permalink
    22/12/2012 19:56

    E muito dificil… vc tem que ter muita coragem e sangue no olho. Ha 4 anos estou no canada e morro de saudades da minha familia e muito triste quando entra ano e sai ano e eu sem poder ir ver meus familiares… o dinheiro esta curtissimo e nao sei quando vou poder ir ve-los e sim uma experiencia unica viver em outro pais nao tenho coragem de voltar pro Brasil pra morar outra vez nao mas meu amado Brasil e o primeiro lugar que penso quando se trata de ferias… eu adoro o Brasil com todo meu coracao e minha familia e amigos e muito muito dificil viver longe deles. muito mesmo e eu sou uma pessoa voadora que nao gosta de estar parada voce so da valor o teu lugar e as pessoas quando vc fica muito tempo longe delas e ai que vc ve que vc nao tinha problemas quando achava que tinha! se vc pensa em sair do Brasil por um amor pense duas veses e faca ele vir ate vc. Mas se vc quer alem do amor uma qualidade de vida melhor e longe dos parentes se vc ahca que aguenta entao eu digo que va!

    • adriana permalink
      02/07/2013 18:17

      Marilia, estou com esse enorme desejo de ir pra fora do brasil mais confesso que o lugar ainda é desconhecido, gostaria de manter contato com pessoas que estão vivendo essa experiencia antes de me aventurar.

  96. Fábio permalink
    23/12/2012 19:38

    Boa tarde, pessoal. Gostaria só de colaborar com uma coisa. Saí com a minha esposa do Rio Grande do Sul e viemos trabalhar e morar no Rio de Janeiro. Esse lance de calor humano pra nós se tornou balela. As pessoas são mal educadas aos extremos. Temos planos de ir para o Canadá com certeza não podemos ainda dizer nada como vocês que já moram fora e tiveram experiência pra saber realmente o que é passar por isso. Mas uma coisa é certa (tirando o fator família): Só vale apena viver no Brasil quem não se importa com a bagunça que isso aqui se tornou!
    Infelizmente não concordamos com as “qualidades” ditas aqui sobre o Brasil

  97. Valmir Nascimento permalink
    27/12/2012 21:35

    Boatar a todos, eu li vários comentário, tem muitos pros e contras de ambas as partes!
    Quem quer endeusar o país lá fora e os que querem justificar os erros que temos no Brasil.
    Mas, vamos lá dá a minha opinião:
    Primeiro muita calma nessa hora, vou ser o mais imparcial possível já que é difícil mais não impossível ANTÔNIO LÍDIO, PAULO, FABIANA, FÁBIO, MARÍLIA, ENFIM A TODOS!
    morei de 2004 à 2010 em Portugal que os portugueses acham que é de primeiro mundo, mas, só tem o titulo.
    Vim dá classe média, eu desde guri vi situações de muita pobreza no Brasil!
    E eu acho que é um ótima situação você vai comprar uma Ferrari mas pode comprar um carro novo, meu pai não tinha uma fazenda mais sempre possuiu sítio, eu acho que é uma situação que a maioria deseja e olha que aqui em casa 3 casais de filhos.
    Ruas lipas, praças bem cuidadas na maioria das vezes, ruas bem cuidadas e parou por aí, se é isso ser país de primeiro mundo, confesso que me decepcionei, acredito que outros país mais desenvolvidos dê uma condição melhor, fala sério a medicina em Portugal é muito atrasada, quando se tem bons equipamentos falta profissionais competentes e se for comentar aqui dentistas portugueses é de dar pena “UM COLEGA MEU FOI EM UM E ELE EXTRAIO O DENTE BOM E DEIXOU O RUIM, OUTRO QUE A MEDICA PASSOU UM REMÉDIO PARA DIABETE QUE NO BRASIL JÁ NÃO SE USO DESDE 1984, POR CAUSAR MUITOS EFEITOS COLATERAIS”..
    Transporte publico é bom? É, desde que você trabalhe próximo da linha do metrô se não depois das 22:00h, você tá frito e mal pago tradução é uma merda pelo menos na região metropolitana do porto é meu amigo nem tudo são um mar de flores.
    Outra fui vendedor porta à porta vendendo planos de chamadas da TELE2 logo que cheguei e vi a situação de muita gente pobre mais pobre mesmo morando em fundo de quintal no quarto 10m² pessoas 60, 70, 80 anos reformados com 118 euros em 2004 e um salário mínimo era 365,60 euros.
    O mínimo aqui no Brasil era 260 reais, vamos e coveamos o cara recebia 118 é pra passar fome e frio, tem lá as favelas de pedra nos bairros antigos vou lhe contar alguns perrengues que passei lá na Ribeira no Porto é que é conhecido como a baixa do Porto, entre a parte alta e a baixa tem uma escadaria passar por lá no final da tarde e vê se consegue chegar do outro lado pelo menos vestido, vamos a outro São Pedro da Cova é outra merda e etc… Agora não sou nenhum iludido muita gente lá fora aprende a trabalhar na marrar porque aqui nunca fez nada e outra o camarada qui muitas vezes mora com os pais não compra uma bandeja de ovos, não paga uma conta de luz e lá meu velho ninguém vai lhe dar nada não ou você acha que esses imigrantes que estão chegando no Brasil não vai sofrer não? 99% dos imigrantes vão passar aperto isso é no Brasil, na França, Espanha, EUA, Japão em qualquer lugar.
    Para melhorar nosso país temos que admitir que muita coisa errada, são pertinentes muitas das criticas que Antônio e outros fizeram toda critica construtiva é valida porque é com elas que revemos aonde erramos e o que podemos melhorar.
    Voltei e não estou arrependido nem quando fui e muito menos quando vim, Sabe acho que nosso país tem muitas oportunidades a serem exploradas.
    Não vou arruma desculpas nem tão pouco desistir do que ganhei com conhecimento tanto de outras culturas quanto de outras pessoas com hábitos muito diferentes dos nossos, mas, temos que respeitar as diferenças e pelo menos isso nosso povo respeita e convive em harmonia, sobre isso samos imbatíveis!!!

    • Frank permalink
      11/01/2013 10:12

      Acredito sim que vale a pena morar no exterior se o principal objetivo não for financeiro. Isto porque todo o processo imigratório é longo, sentimental. Como parte da vida,pode ocorrer que alguém que você deixou no Brasil adoeça e venha a falecer com a sua completa ausência, não creio que razões financeiras irão compensar isto.
      Não escrevo em português com frequência, consequentemente estou perdendo minha fluência,. Porém noto em muitos relatos de pessoas no Brasil querendo imigrar e também pessoas que imigraram e estão sofrendo no exterior que há um nivel muito baixo de escrita em português. Antes de imigrar é importante analisar quais são os motivos reais pelos quais sua vida financeira não está indo bem no Brasil, se é por falta de estudos que não se encontra o trabalho bem remunerado etc.. Como imigrante, é esperado um alto nível de serviço a ser prestado ao tempo todo. O povo local sempre terá prioridade e estrangeiros têm que provar a todo o momento, porque eles são melhores e merecem estar alí (ocupando o lugar de um local desempregado).
      Se ganha bem sim, quando estamos bem preparados. Mas os gastos aqui também são altos. Se você sabe administrar pouco dinheiro no Brasil, saberá administrar muito dinheiro aqui. Caso o contrário, nada irá mudar e como mencionado acima em meu texto, quase tudo poderá somente piorar e você irá querer retornar com as duas mãos na frente.

    • 12/01/2013 18:07

      Meu amigo, confesso que ao ler teu relato fiquei um tanto confuso….

      fala sério a medicina em Portugal é muito atrasada, quando se tem bons equipamentos falta profissionais competentes e se for comentar aqui dentistas portugueses é de dar pena “UM COLEGA MEU FOI EM UM E ELE EXTRAIO O DENTE BOM E DEIXOU O RUIM, OUTRO QUE A MEDICA PASSOU UM REMÉDIO PARA DIABETE QUE NO BRASIL JÁ NÃO SE USO DESDE 1984, POR CAUSAR MUITOS EFEITOS COLATERAIS”..

      Mas amigo! E aqui? É exemplo para o mundo????
      Para com isso Rapaz! A medicina aqui está um LIXO!!! TANTO É VERDADE, QUE O JORNAL NACIONAL NOTICIA TODA NOITE, MORTE POR DESCASO, ERROS MÉDICOS, pacientes JOGADOS NOS CORREDORES DOS HOSPITAIS FEITO ENTULHOS, SISTEMA CARCERÁRIO FALIDO, SUPERLOTADO E ESCOLA PARA O BANDITISMO! ALÉM DA TOTAL FALTA DE INFRA ESTRUTURA NOS HOSPITAIS E PRONTOS SOCORROS QUE ESTÃO PRÁ LÁ DE SUCATEADOS!!!
      Então, não venha com essa de dizer que o Brasil é isto e é aquilo, que NÃO É!
      Eu vivo aqui, sei bem o que estou falando, pois A VIOLÊNCIA AUMENTOU!
      TODO DIA MATA-SE UM POLICIAL, JOVENS INOCENTES SÃO EXTERMINADOS POR FACÇÕES CRIMINOSAS, O TRABALHADOR SAI DE CASA NÃO SABE SE VOLTA.
      SAÍDINHAS DE BANCO, SEQUESTROS, E PARA ACABAR DE INFERNIZAR, CORRUPTOS NA ESFERA DO GOVERNO, PROLIFERNADO MAIS QUE DOENÇA RUIM.
      Precisamos melhorar principalmente na Educação que é uma porcaria, bastar ver a quantidade de erros de português de quem escreve aqui.
      FALA SÉRIO GENTE, VAMOS SER MAIS REALISTAS E PARAR DE QUERER TAMPAR O SOL COM UMA PENEIRA?

      Depois falamos sobre as coisas boa do Brasil. Só levanto estas questões, para você ver que o Brasil não é e nem será a bola da vez, enquanto os bolsões de misérias prevalecer morro acima, morro abaixo, a Educação estiver ruim, a Saúde e a Segurança não forem exemplos.

      Sabe para quem o Brasil é ótimo, maravilhoso e um paraíso?
      Para os políticos, para o Edir Macedo, Valdomiro Santiago e outros profetas do nosso apocalipse.

      • Roberto permalink
        31/05/2013 15:15

        Assino embaixo…a maioria que entrou neste site não conhece nem a língua portuguesa, faz 04 anos de um curso qualquer e acha que domina a língua inglesa…rs..é típico do brasileiro, acha que sabe tudo, mas na verdade não sabe m…nenhuma.

    • Natan Leite permalink
      16/08/2013 1:06

      Valmir, adorei e concordei com tudo, o BRASIL é bom pra quem é bom pra ele. Se você não quer ajudar não estrague mais, vá!!!! Busque o lugar que você acredita ser ideal. Livre arbítrio.

  98. 31/12/2012 21:08

    Tenho 18 anos, já faz ums 3 anos que tenho a meta de sair do brasil e ir tentar a vida na terra do Tio Sam, acho que vale a pena desde que vc tenha uma grana para poder voltar se não der certo fazer um curcinho da ligua que vc queira, e ter um amigo para lhe dizer algu ou alguma dica no pais que vc queira. não tenho uma grana boa ainda nem sou classe media alta, então vou juntar uma grana aparti de 2013 assim q arrumar um emprego, e se Deus qzer vou ir pros EUA, e talvez encontro o Renato em orlando.

    • 12/01/2013 17:39

      Ô amigo!
      Psiu!
      ANTES DE FAZER OS TAIS CURSINHOS, APRENDA A ESCREVER NO SEU IDIOMA CORRETAMENTE.
      Senão, você vai é tomar pau dos gringos, ok?
      Apenas uma dica.

  99. 28/01/2013 23:43

    Eu estou criando video-blogs para ajudar quem quer morar no exterior. Ja moro em Londres ha 11 anos e o intuito e tornar a sua viagem mais facil, pratica e que voce consiga atingir ainda mais seus objetivos.
    Vejam o primeiro video que criei para a Raquel de BH, que me perguntou sobre orcamento:

    http://www.youtube.com/flatshareinlondonup
    Videos em ingles e portugues sobre mudar de pais, como morar com estrangeiros, choqu de cultura, etc.

    http://www.facebook.com/londonupaccommodation
    Mesmo que o de cima, mas aqui eu ajudo as pessoas respondendo a perguntas sobre morar no exterior, dicas, historias, etc.

    http://www.londonup.com – esse e o site da minha pequena empresa em Londres.

    Me enviem suas perguntas que eu envio a resposta em forma de video!

    Rafael.
    Happy to Help!

  100. Daniel permalink
    17/02/2013 17:13

    Boa tarde,

    Alguém já morou , ou mora na turquia ou África do Sul ?

    Obrigado

  101. Victor Spina permalink
    22/02/2013 20:17

    Muito legal conhecer as experiências de cada um de vocês.
    Este ano irei fazer mestrado na França e estou um pouco nervoso, mas
    acho que será uma ótima experiência. Obrigado por trazer a opinião de vocês por aqui!

  102. alexandre permalink
    26/03/2013 10:19

    Ola, eu ja morei na India 6 meses e 7 meses na argentina e quando voltei para o brasil parece que tudo volta a rotina, entendem? Eu comecei a ver que nao sou feliz estagnado aqui em um emprego, enchendo a cara nos finais de semana e falando mal das merdas do brasil. E por essas e outras que eu vejo que nao curto aqui…

  103. Daniela permalink
    02/05/2013 2:44

    Boa noite … Desde criança me sinto sufocada e sem rumo morro de vontade de morar no exterior preferencia a grecia depois do meu divorcio e outras decepçoes a vontade aumentou …. alguem me da uma luz de eu for como faço eu não conheço ninguem la esse é meu maisor medo ……………socorroooo rsrsr

  104. Antonio permalink
    05/05/2013 21:55

    O Brasil tem calor humano e solidariedade. Para mim solidariedade é respeito. Onde está solidariedade num pais onde ocorreu 1 milhão de assassinatos em 20 anos? Record Mundial !!! Calor humano só se for o calor das balas. A criminalidade está fora de controle. O sistema judiciário permite que um assassino cumpra 1/6 da pena!!! Se pegam 30 anos, saem da cadeia com 5.

  105. silviamedina permalink
    07/05/2013 7:49

    Moro a 1 ano na Australia e digo: SIIIM….vale a pena, visite meu blog e deixe seu comentário, com certeza posso dar todos os motivos.

    • adriana permalink
      02/07/2013 18:34

      O custo de vida é muito alto? tem trabalho? gostaria de manter contato com quem ta fora antes de me decidir que rumo tomar.

  106. Marlos Alevy permalink
    07/05/2013 19:39

    O Brasil é um país de dimensões continentais, temos portanto diferenças de toda natureza: climáticas, geográficas, culturais, sociais, educacionais, financeiras, de segurança, etc… É claro que temos também semelhanças boas e ruins também em comum, incluindo-se corrupção, violência, criminalidade, falta de respeito ou de educação e toda sorte de coisas ruins, assim como em outros países (em maior ou menor grau), afinal esses são traços humanos e onde houver pessoas haverá também bondade e maldade, amor e ódio, e tudo mais que é inerente ao ser humano. Também em nosso país há estados mais ricos, há cidades mais cultas e, dentro das próprias cidades há bairros mais seguros e melhores de se viver. Li alguns comentários reclamando de sequestros, balas perdidas, medo, falta de segurança, principalmente de pessoas de São Paulo e Rio de Janeiro e afirmo, não é necessário mudar de país para encontrar um lugar melhor para se viver. Moro em Goiânia há 14 anos e nunca ouvi falar de um bala perdida por aqui, não conheço ninguém que foi assaltado (pelo menos nos últimos 5 anos), e não tenho medo de sair de casa ou de voltar tarde da noite. Não estou dizendo que a cidade inteira é uma maravilha, é claro que nas periferias a criminalidade e a violência são maiores. Mas, não precisa ser rico ou morar em condomínio fechado para ter segurança. Tomando-se precauções básicas é possível ter uma vida segura e tranquila. Tenho um professor que veio do Rio avaliar uma proposta de emprego, ele disse que, quando viu crianças correndo e brincando em segurança em um parque público (parque Vaca Brava) lembrou-se de seus filhos e decidiu mudar-se para cá, mesmo ganhando um salário menor. Assim como aqui, há muitas cidades em outros estados com boa qualidade de vida, depende do que se está procurando. Fiquei duas semanas nos EUA recentemente, quando retornei fiquei um pouco assustado pois ainda temos muitas ruas com a sujeira, muitas calçadas destruídas, abandono e ainda, falta de educação das pessoas. Porém, ao invés de ficar descrente, fiquei motivado. Motivado a tentar fazer da minha casa um lugar melhor, e incentivar as pessoas ao meu redor a fazer o mesmo. Não jogar lixo nas ruas (apesar da dificuldade de se encontrar uma lixeira), dar a preferência para alguém no trânsito (apesar de na maioria das vezes não ser correspondido), parar na faixa de pedestres (mesmo quando os carros da faixa ao lado não pararam). Alguns pequenos exemplos comparados ao infinito de possibilidades do que pode ser feito. Entendo que é um processo muito lento, e que pouca diferença faz uma gota de água limpa em uma enchurrada de lama. O Brasil é um país jovem e muito tempo ainda há de se passar para que mudanças efetivas aconteçam, mas, para aquele senhor que tentava entrar na avenida com seu carro e ninguém lhe permitia, eu fiz a diferença. Para aquela estudante que tentava atravessar a rua e não conseguia, eu também fiz a diferença. Talvez essa moça, quando deixar de ser pedestre e comprar seu próprio carro, lembre-se disso e pare para que outro estudante possa atravessar aquela mesma rua. E assim vai construindo-se, uma pequena e insignificante corrente do bem, nesse amado país, gigante pela própria natureza.

    • Frank permalink
      24/05/2013 10:14

      Oi Marlos, gostei muito de sua mensagem. Imigrar ou ficar depende somente do que se está buscando. Se o que você está em Goiânia, para que buscar algo fora do país…Eu amo morar em um ambiente internacional com pessoas falando outros idiomas a parte de todos os pontos positivos que você citou em Goiânia. Não queria morar em uma penitenciária de luxo como os condominios fechados brasileiros pois isto é sinal de medo e não de segurança e sim insegurança. Se alguém está feliz aonde está, fique, caso oncontrário que vá em busca de outro lugar. Já queria conhecer Caldas Novas agora quero conhecer Goiânia também. Um abraço.

    • carla permalink
      04/07/2013 9:11

      Caro Marcos,
      em qual bairro você mora aí em Goiânia? Dê por favor os melhores para se viver.
      Obrigada,
      Carla

  107. Jane permalink
    08/05/2013 2:28

    Olá, meu nome é Jane, tenho 35 anos e tive proposta de casar com meu namorado e morar na Itália pois ele é Italiano.. estou muito indecisa pois aqui no Brasil tenho estabilidade financeira, trabalho numa instituição financeira de economia mista, mas ao mesmo tempo não aguento mais essa sujeira toda que nos é oferecida aqui no Brasil, em todos os aspectos.. seja na música, política entre outras.. gostaria de saber a opinião dos colegas.. obrigada!!

    • Luciano permalink
      07/11/2013 13:39

      Se voce fala ingles e italiano e tem faculdade consegue sim um trabalho na Itàlia com estabilidade sem nenhum problema.

  108. Jane permalink
    08/05/2013 2:34

    Ah, esqueci de falar.. ele no momento tem ótima condição financeira, penso que não passarei por necessidades e a família dele é a favor de nossa união.. só temo por eu ter que deixar minha estabilidade financeira, no resto estou muito segura..

    • Frank permalink
      24/05/2013 10:25

      Jane, se o amor de vocês é recíproco, se você o conhece bem, confia nele, então se case ou tenha um bom contrato de relacionamento (típico na Europa), e vá com Deus. Não será fácil pois se você é uma mulher independente financeiramente, a Itália como você já deve saber, está passando por uma séria crise económica, o que significa que você poderá ficar sem emprego por um longo período. Isto á fará completamente dependente de seu marido, o que possivelmente te trará momentos de frustração, incerteza em conjunto com momentos de saudade e choques culturais. Já pensou em seu marido imigrar para o Brasil, já que você tem um bom emprego e ele, após aprender a falar português, como estrangeiro, terá ótimas chances no Brasil ? …

  109. Solange Alves permalink
    20/05/2013 6:16

    Oi pessoal, sou uma aposentada de 55 anos que falo mal o ingles, entendo bem o espanhol e consigo ler alguma coisa em francês…
    Eu e meu marido somos aposentados, e tenho um filho com 23 anos, que infelizmente está dentro da média cultural do Brasil, apesar dos esforços e padrões dos pais (eu e marido) ser bem melhor que a média.
    Vendi tudo que tinhamos, só temos 2 automoveis, tudo aplicado…. Não sei o que será do Brasil, hoje nossos rendimentos são bons, amanhã, nem sei se haverá o amanhã. O brasileiro médio caiu de padrão cultural nos ultimos 15 ou 20 anos. Quase impossível encontrar e ter amigos que consigam ter pensamentos independentes. O consumismo, a exploração sexual, as drogas, a violencia, a falta de infra estrutura são mais que evidentes e todos acham que somos os melhores do mundo que o Brasil é o que há de melhor… maldita propaganda do governo que conseguiu anestesiar o povo, e maldito povo que se submete a isso, sem pensar… desculpem o desabafo, mas essa é a minha realidade.
    Não me vejo com mais 20 ou 30 anos de vida, mas me preocupo com meu unico filho e, realmente peço a vcs que estão no exterior que me digam se vale a pena alugar algo e fazer essa mudança, temos cidadania européia, o que ajuda um pouco, meu marido fala italiano (medianamente) … meu filho, oh vergonha, fala mal até o português…
    Quero um futuro melhor, com 23 anos o que e onde seria melhor pra ele despertar para a vida?

    • Frank permalink
      24/05/2013 11:10

      Querida Solange, aprecio sua sinceridade pois muitos pais brasileiros e também no mundo estão passando pela mesma frustração e preocupação.
      O melhor teria ter-lo enviado ao exterior para cursar o segundo grau em uma boa escola nos EUA ou Europa. Alí ele, talvez, teria sido obrigado a ser independente e mais consciente com relação um futuro melhor. Com 23 anos, ele já é um homem adulto, não creio que resolveria você tomar decisões por ele. Como pais bem sucedidos, você o deve ter-lo mimado, dando tudo o que você podia mas não o que ele merecia. Filhos têm que ser desafiados, devem sim ser presenteados mas, após atingirem metas, concluírem algo. É difícil viver simples quando podemos nos permitir um ambiente de comforto e luxo, porém, quando se tem filhos, isto é um must porque a escola da vida começa em casa.
      Se eu estivesse em sua situação, pesquisaria alguns cursos no exterior de curta e média duração em instituições afiliadas a EF, e o enviaria para um destes programas que são muito interessantes, daí sim você poderia considerar o extremo, de imigrar. Boa sorte!

    • Roberto permalink
      31/05/2013 15:20

      O seu filho é um perdido e a culpa é do governo, é isso? Você quer tentar educá-lo agora, com 23 anos? Sinto informar, mas já era, o vagabundo é vagabundo aqui e em qualquer lugar, não muda, e pelo que percebi, sinto informar, vocês são os culpados pelo que criaram…mais um peso morto na sociedade, se sair do Brasil, eu sentirei pelo país que os receberem, uma família que não consegue criar um filho não serve pra nada.

      • sapsolannge@yahoo.com.br permalink
        08/06/2013 0:55

        Obrigada Marcelo pelo seu incentivo… entretanto, aquilo que julgava ser um problema de personalidade foi transformado num problema genético … conversando com um médico amigo sobre a postura de meu filho em relação ao mundo e, ele que vez em quando vem em casa, nos aconselhou a fazer o exame.
        Não sei se agora fico mais feliz ou mais triste, mas infelizmente meu filho tem limitação para algumas coisas, como comunicação e iniciativa. Entretanto, o geneticista nos informou que meu filho consegue desempenhar funções até complexas se tiver o devido treinamento inicial. Como vc colocou nao culpei o governo, a não ser pela insegurança a que todos estamos expostos, mas agora abençooo minha escolha em protege-lo, pois ele não é um folgado, é um batalhador que tem mais força do que eu pensava. Embora não tenha a maldade que vc eu eu podemos ter com tanta eficiencia, e muito menos julgamento. A vida nos ensina por vários caminhos, eu aprendi e sempre respeitei que todas as pessoas são diferentes. Não vou deixar de amar meu filho, apenas apoia-lo no que ele pode desenvolver, pois como pessoa, ele é muito melhor do que você ou eu poderemos ser.

  110. marcelo permalink
    07/06/2013 21:10

    Ola Antonio,

    Com muita atencao li todos os comentarios do seu blog e percebi a riqueza de informacoes tanto para quem quer ir para o exterior como para quem pretente voltar para o Brasil. Apesar da interpretacao positiva ou negativa de quem le, seu blog me fez realizar em quao eh importante a comunicacao e a troca de experiencia entre as pessoas. Uso o mesmo exemplo de nossos filhos, onde uma vez que ja tenhamos passado por situacoes, os alertamos dos riscos e perigos e isso reflete muito na vida deles. Bom ,queria compartilhar uma situacao de minha vida onde apos 7 anos no exterior, tenho a oportunidade de retornar ao Brasil mas para participar de um investimento em Construcao Civil onde cogita-se a oportunidade de aproveitar a epoca da copa do mundo no rio grande do norte para alavancar os negocios! Como todos os brasileiros que vivem no exterior, tenho um emprego estavel, suficiente conforto e seguranca para mim, minha esposoa,dois filhos e minha mae que ja esta com 68 anos. Honestamente tenho os dois pes atras sobre o retorno, pois alem da adaptacao e diante de todos impecilios lidos acima, tenho amigos que retornaram ao brasil e 3 meses depois nao aguentaram e voltaram aos EUA. Alguns amigos me enviaram pequenos exemplos do cotidiano da vida no Brasil como por exemplo preco de escolas para as criancas e seguro de saudes, o que me assustaram um pouco. Gostaria de compartilhar esta fase de minha vida e ter sua opiniao sincera e realista sobre o assunto acima descrito. abraco, Marcelo

    • Dina permalink
      09/06/2013 16:37

      Oi Antonio,
      Com sinceridade!! Pensa bem antes de voltar para o Brasil. Realmente está difícil viver aqui, as EScolas custam caro e plano de saúde nem se fala e se vc nao tem um plano de saúde está no ar. A falta de seguranca também é outro fator desgastante desse país. Eu estou há 8 anos tentei ir embora daqui, e parece que estou vendo uma luz no final do túnel. Acho que o custo de vida no Brasil está mais caro que nao Europa, é só ir no supermercado e comparar com supermercado na europa, é lógico que comido é insiguinificante mas contando com tudo o valor é alto.
      Os carros custam caríssimos, iptus nas grandes cidades também custa, viver em si está custando bem mais do que já foi antes.
      Para quem é cidadao europeu vale a pena ficar na Europa, pois lá tem beneficios e ajuda, além de educacao gratuíta. A bagagem cultura que se adquire é grande e a facilidade de viajar para países vizinhos também favorável.
      Fique bem tranquilo onde vc está e aproveite a sua oportunidade, quando vc sentir muita saudade daqui, peca a um parente para lhe enviar uma caixa pelo correio com algumas gosturas daqui. isso ajudar a matar a saudade. rsrs
      Boa Sorte, seja feliz.. Abc Ana

  111. Dina permalink
    09/06/2013 16:24

    É gente caramba reclamando desse Brasil. Em partes estou de acordo. Viver na Europa é bom demais, mas parece que só vai pra lá quem nao quer, eu quero e estou aqui no BRasil a espera da minha vez. Nao é só comprar passagem e ir, depende de muita coisa. Mas com certeza por causa da seguranca compensa aguentar o frio. A qualidade de vida na Europa para quem trabalha é ótima. Eu nao quero ir,,,,,, quem sabe chega minha vez…. nao quero (tô querendo).. Agora sobre saudade: a gente se acostuma.. sao coisas da vida e tudo tem um preco, é logico que vc tem saudade da mae etc, mas a vida é assim. Aqui no Brasil tá muito difícil pra viver, sao tantas coisas negativas que cansa, infelizmente.

  112. Duka permalink
    27/06/2013 18:52

    Podemos viajar pelo mundo, morar em qualquer ponto do planeta, mas a insatisfação persiste
    dentro de nós pq não é o lugar que vai curar problemas psicológicos, espirituais, traumas e etc.
    Somos seres espirituais e este vazio só é preenchido por Deus.

    • Frank permalink
      30/06/2013 14:25

      Duka, concordo com seu comentário se o problema ou a insatisfação for de ordem psicológica ou espiritual. Porém, se a insatisfação for por carência de contatos internacionais, experiência de vida em ambientes com histórias internacionais diferentes e costumes que não sejam puramente encontrados aonde você mora, com a ajuda de Deus, o preenchimento é feito sim.

  113. Cristiane permalink
    01/07/2013 12:51

    Bom dia pessoa!
    Eu estou numa enorme duvida…. Tenho uma tia que mora na Alemanha e me convidei para ir morar com ela e ela disse que sim!
    Porém agora estou com medo de ir… nunca sai de SP… e não sei falar alemão, apenas o básico do ingles… bem basico aquilo que aprendemos na escola..
    Tirando que estou há 6 anos com uma pessoa e faz 2 meses que estamos morando juntos, mas não está dando certo.
    Ir para fora me “desligaria” um pouco dessa pessoa, tirando que não tenho nada a perder…eu acho.

    • adriana permalink
      02/07/2013 18:27

      Boa tarde!!
      Cristiane, vc mesma já se deu a resposta.

  114. 10/07/2013 4:59

    como faço para ´participar do site?

  115. vinicius de amorim permalink
    16/07/2013 5:05

    Meu nome é vinicius e tenho 20anos,estou pensando em tentar a vida na alemanha,tenho uma conhecida bem distante,estou pensando em ir pra la e tentar a sorte,o que acham,eu so tenho o 2º grau e aki no Brasil as coisas são muito dificeis ,talvez la eu possa começar uma vida nova e crescer e conseguir um dinheiro,sera que vou???

    • Luciano permalink
      07/11/2013 13:33

      Se voce vai ir para “tentar a vida” na Alemanha é melhor ficar no Brasil mesmo.

  116. Michelle Rocha permalink
    19/07/2013 20:38

    Oi gente adorei o blog preciso muito da ajuda de todos, estou a procura de um lugar que não faça muito frio, que não seja uma cidade grande, poís meu marido vai se aposentar e eu estou me formando amo que vem e estamos pensando seriamente em deixar o Brasil, somos classe média, mas não gostamos de muita ostentação de baladas e festas prefiriamos um lugar aconchegante e calmo, queremos ir para morar mesmo estamos procurando uma cidade que tenha essas caracteristicas se alguem poder me ajudar agradeço ! um grande abraço a todos !

  117. Elizabeth permalink
    20/07/2013 21:51

    E morar em Dubai trabalhando na área de administração de empresa, será que é facil?

  118. Cecília permalink
    30/07/2013 12:07

    Vale a pena morar no estrangeiro sim, me mudei para a europa e tem sido uma experiencia otima.Vale a pena arriscar.
    Para quem está indeciso entre mudar ou nao, consulte também o site abroadwiz.com, tem dicas e links sobre morar no estrangeiro, pode ser que ajude.

  119. Maria Cristina permalink
    30/07/2013 22:22

    Eu concordo com a maioria, é aprendizado, conhecimento, enfim é um crescimento que sem dúvida traz muita experiência de vida. Eu fiz essa mudança aos 50 e poucos anos, me casei pela primeira vez, e fui morar no interior dos Estados Unidos numa cidadezinha pacata, depois de viver longos anos em uma grande cidade, mesmo interagindo bem com as pessoas, falando fluentemente o idioma, senti muito a falta da praia, da nossa comidinha, os desafios são grandes e você está começando tudo novo. Talvez para trabalhar e estudar como pensei algum tempo atrás e depois voltar com uma bagagem profissional, educacional de peso vale muito a pena, já o casamento à moda tradicional, o qual o marido não aceita que trabalhemos fora e restringe mais sua liberdade de ação, a pessoa deve pensar muito e caso tenha um bom emprego no Brasil, bom nível cultural e condições de viajar sempre que possa, creio que de todas ainda é a melhor opção no meu ponto de vista, está certo quis experimentar mais velha, tudo bem, está me acrescentando muito, mas como disse depois de uma certa idade você não corta totalmente os laços com o Brasil, é o INSS, são as contas-correntes, o apartamento que ficou, os parentes, amigos de longos anos. Eu tento equilibrar tudo e espero que sempre consiga e vamos em frente, unindo o útil ao agradável.

  120. catharina permalink
    22/08/2013 15:56

    Olá,
    Meu nome é Catharina e preciso de opiniões galera…

    Bem, eu tenho 22 anos e um filho de 3 anos, namoro um Argentino que teve uma grande oportunidade de ir morar nos USA, estamos planejando de irmos juntos, ele já tem tudo certo, mas, eu não sei o que preciso ter estável lá para poder ir com meu filho, e penso muito quanto a adaptação dele lá, em escola e tudo mais…

    o que me dizem?

    alguém já esteve nesta situação?

    • Maria Cristina permalink
      24/08/2013 13:33

      Olá Catharina, em primeiro lugar é preciso saber se vocês irão com visto de estudante, trabalho? Pois o processo de legalização irá depender dessas categorias. Tendo o Curso Superior ajuda muito a conseguir um trabalho Talvez um intercambio para que vocês tivessem uma idéia melhor e claro seria uma opção, pois o aprendizado do idioma também facilitaria muito para vocês. Sobre adaptação seu filho se adaptaria e aprenderia facilmente o idioma, tenha em mente que o importante é saber em que categoria de visto você e seu namorado se enquadram. Qualquer dúvida a mais, me escreva tá?! Um abraço e boa sorte!

      • catharina permalink
        27/08/2013 13:57

        Obrigada pela resposta Maria Cristina.

        Bem, o pai do meu Namorado já mora nos EUA e é naturalizado lá, ele vai para estudar e morar com ele até ter uma estabilidade para me receber, então o lado dele já esta resolvido, agora eu estou querendo ir com o visto de estudante, o intercambio é interessante né, vou estar indo para estudar a própria língua que já vai me ajudar muito na adaptação, mas, não conheço nenhuma instituição que faça isso, alias eu ainda nem pesquisei, então não sei nada sobre este processo.

      • Maria Cristina permalink
        31/08/2013 21:13

        Oi Catharina, a EF tem várias filiais em todo o Brasil e oferece intercâmbio para quase todos os estados nos “States”. Muito boa idea caso você precise de mais alguma dica, me mande seu e-mail que lhe envio, pois fui Professora de Inglês no Rio de Janeiro por muitos anos e tenho ainda alguns contatos no meu arquivo de e-mails de algumas escolas de inglês nos Estados Unidos. Abraços.

    • 09/11/2013 23:00

      Primeiro lugar vc tem que saber se seu namorado qualifica para aplicar para vc; Ele tem que ter uma renda financeira exegida pela imigracao o chamado “AFDAVID” (renda suficiente); Eu sou casado com uma cidadao Americana nascido aqui USA e ela nao qualificava para trazer meu filho do primeiro casamento do Brasil e eu tive que entrar com minha receita financeira. O facil seria se voce conseguisse entrar em USA com visa de turista e cazasse com ele aqui em USA; porque so assim ficaria bem mas facil para vc se estabelecer e fazer os tramites de imigracao porque aqui; caso contraria demoraria muinto o processo de imigrar devido os tramites de papeis e custos adiciocionais. Quando eu troxe meu filho demorou 8 meses e me custou mas de 8 mil dollars incluido passage. O governo Americano nao quer que extrajeiro dee dispeza para seu governo; Quando apliquei para meu filho o Afdavid era de 22 mil dorres de receita e 35 mil dollars para 2 pessoas porem isso foi a 10 anos atraz e esses valores deve ter mudado. Boa sorte …

  121. 29/08/2013 20:39

    Morei 1 ano na Espanha(Jaén-Granada) de 2010 a 2011 Fomos, eu, meu filho que na época tinha 5 anos (que não tinha nenhuma noção de espanhol) e meu noivo que é andaluz.. Eramos muito felizes por la, saiamos, viajavamos, tinhamos tempo para VIVER E APROVEITAR A VIDA!!!Alias, meu filho adorou e não sentiu falta do Brasil em nenhum momento…Ao contrario, lá ele podia brincar na rua, sem ter medo de que um carro desgovernado por algum alcolatra atropelasse ele, ou alguma bala o atingisse, ou fossemos assaltados, enfim , uma maravilha de lugar, Pois as leis são mais severas e eles cumprem a rigor.
    Infelizmente voltei ao Brasil quando começou a crise e depois deste tempo meu filho pede para voltar, pois vivemos em São Paulo e quase nunca temos tempo para sair e nos divertir,… é muito triste e estou querendo voltar pra lá e ficar de vez…Acho que depois que você faz amizades e relacionamentos fortes, o seu lar acaba mudando de lugar!!!!!!!Ano que vem espero voltar a Espanha e ficar de vez com a graça de Deus!!!Adoro o Brasil, mas acho a Espanha um lugar melhor e mais seguro para viver para mim e para meu filho e para os que vierem!!!!!!Fiquem com Deus!!!

  122. Patricia M. permalink
    01/09/2013 20:44

    Namoro há 4 anos com um cara que odeia minha filha. Ela já tem 18 anos e ele não quer saber dela de jeito nenhum. Agora ele quer ir para os EUA trabalhar, pois tem contatos em Boston fala e escreve inglês fluente melhor até que um nativo da língua e que me levar junto – sem minha filha. Eu estou desempregada há dez anos e não consigo emprego aqui no Brasil de jeito nenhum e não tenho outra oportunidade de ir para os EUA, esta é minha única chance. Nunca me adaptei ao sistema empregatício brasileiro e também não suporto as picuinhas, fofocas e politicagens sujas que existem dentro do ambiente de trabalho aqui no Brasil. Em suma: eu não me adapto ao povo, embora seja daqui.O povo brasileiro é mal educado, prepotente, mesquinho, egoísta, ignorante e essas características ficam ainda piores no ambiente de trabalho. Pra se ter um salário menos miserável, você tem que ter curso na NASA, pós da pós da pós graduação, saber falar 15 línguas, enfim…diploma universitário no Brasil só serve de passaporte para conseguir empreguinho mediano e não passar fome e eu jamais concordei com isso. O outro lado da moeda é me submeter a sub-empregos e conviver com a pior espécie de ser- humano que jamais existiu na Terra e eu prefiro morrer a ter que encarar isso. Então, estou precisando trabalhar fora, ir embora daqui. Até porque eu tenho nojo do Brasil, ódio, tudo. Mas meu namorado não quer que minha filha vá junto. Eu quero que ela também vá para se livrar da violência daqui. Não quero que ela morra nas mãos de bandidos. O que eu posso fazer? Quero que ela vá, mas ele não quer que moremos todos juntos – e isto seria impossível mesmo. Será que existe algum sistema de família adotiva nos EUA que possa hospedar minha filha por um tempo??? Estou desesperada!!!

    • 09/11/2013 23:47

      Ola Patricia..Seu caso e’ compricado; a sua filha ja e’demaior e os Americanos somente eria usa-la; porem falar e escrever ingles perfeitamente tamben nao e’ suficiente para seu namorado tamben sendo que para ele se estabelecer aqui USA ele teria que achar uma cidadao Americana para casar com ele para que ele conseguisse o green card e’ ate’ a cidadania. Nao me leva a mal porem nao vejo future para vcs 2 juntos nao.

  123. estrela permalink
    02/09/2013 19:29

    se vc tem vontade de trabalhar e ter uma boa qualidade vida venha para o canada! aqui e bom… limpo organizado. Eu morro de saudades da minha familia penso em ir visita-los mas morar outra vez no Brasil… nao sei nao… ate tenho vontade mas quando me lembro da violencia iiiiii gente desisto na hora. Estou aqui a 5 anos e nao poderia ter feito melhor escolha do que essa! aqui e muito seguro. Posso sair e voltar tarde e nada me acontece posso sair do banco contando dinheiro o maximo que me acontece e alguem pedir um trocado … Nao estou dizendo que nao existe violencia aqui mas comparado com o Brasil aqui e 0. Sim violencia 0. minhas filhas podem brincar no parque sem eu me preocupar com balas ou ladrao… As pessoas sao mais educadas mais genuinas… seguram a porta pra vc. Te dao a preferencia. A educacao aqui e otima. o sistema de saude e muito bom. aqui so nao existe trabalho pra quem e preguicoso.

    • Maria Cristina permalink
      09/09/2013 22:31

      Estrela se você está bem e suas filhas estão tendo uma boa infância e você pode ficar morando no Canadá por um bom tempo, educar suas filhas e ter qualidade de vida então está tudo certo. Visite sua família de vez em quando no Brasil, a passeio e mais tarde quando você achar que é hora de voltar, o retorno estará mais amadurecido e tudo mais estabelecido. Uma pessoa uma vez me falou que o lugar que nós nos sentimos bem, é o lugar que escolhemos para viver.

      • Luciano permalink
        07/11/2013 13:29

        Onde que eu assino?

  124. Jeanilson permalink
    26/09/2013 2:19

    Olá pessoal, aqui é o Jean…

    Estou encantado com este site, era tudo o que precisava para tirar minhas dúvidas e sair fora da “bolha”, e conhecer novos lugares.
    Adorei ver comentários verdadeiros de pessoas que estão tão longe de casa e que estão tão bem que nem sei se posso considerar que essa ainda assim.
    Ainda não viajei pra outro país, mas senti na vontade de escrever a vocês.
    Realmente estou fadado das coisas desse país muita coisa aqui acontecendo, mas não é só isso, precioso de intercâmbio em breve, e assim espero uma oportunidade para conhecer novos lugares e postar aqui, junto com todos vocês.

    Abraços a Todos e que Deus abençoe.

    • Maria Cristina permalink
      05/10/2013 19:53

      Olá Jean, te desejo tudo de bom, e será uma experiência maravilhosa para sua vida. Existem muitos bons intercâmbios aí no Brasil e você poderá viajar com tudo já organizado previamente, assim ficará mais fácil. Boa Sorte!!! A você também que Deus te abençoe.

  125. Luciano permalink
    18/11/2013 12:32

    Morei na Cidade do México e agora estou morando em Roma. Digo que sobre morar no exterior que de fato é uma experiencia de vida excelente apesar de consequencias ruins que poderao suceder. Mas acho que também existem outros paises interessantes para onde viver em vez de ser necessariamente a Europa e os Estados Unidos. Nao vejo aqui comentarios de gente que mora, por exemplo, na Argentina, no Chile, no Peru, na China ou na Arabia….

  126. Nara permalink
    26/11/2013 21:03

    Depois de ler todos os comentarios agora eu vou compartilhar minha experiencia. Bom, nunca sonhei em morar no exterior mas aconteceu de eu conhecer um grande amor e ele morava nos EUA e eu vim morar aqui depois que nos casamos. Mas minha adaptacao esta sendo extremamente dificil. Nao estou conseguindo sentir os EUA como meu novo lar. Eu apesar de ter viajado para o exterior outras vezes eu nao tinha ideia que recoemcar uma vida nova em uma terra estranha era tao estressante. Sou enfermeira e no Brasil eu tinha um emprego ate mais ou menos, morava com minha familia. Tive vontade de seguir minha carreira aqui, ja que emprego para enfermeira tem a rodos e o salario e de longe mais alto que no Brasil e ainda falo ingles bem. Mas todas essas mudancas, incertezas, saudade da familia fizeram eu desenvolver um medo cronico. Ja faz mais de um ano que estou aqui posso ate me acostumar com o tempo mas eu tenho certeza absoluta que aqui nao e o local que eu quero passar o resto de minha vida. Gente, esse negocio que estrangeiro e tudo rico e que e um paraiso morar em primeiro mundo eu digo que e tudo ilusao, apesar de nunca ter tido essa ilusao, eu posso falar isso. Mas isso e culpa da midia que nao mostra os problemas dos outros paises. Muita coisa que eu nem sonhava que exisitia aqui eu vejo. Vejo sujeira nas ruas sim, vejo gente pobre, vejo gente morando nas ruas, vejo criminalidades na tv, enfim tudo que um lugar tem porque os seres humanos sao os mesmos em qualquer lugar do mundo. A diferenca e que aqui as coisas sao mais organizadas, as leis funcionam, mas isso nao quer dizer que e um paraiso por causa disso ja que em outros aspectos deixa a desejar demais. Gente, olha quando as pessoas relataram aqui sobre o calor humano nao e porque e mais uma diferenca. E porque o baque e forte! Onde eu morava no Brasil eu via gente em todo canto, grupo de pessoas sempre sorrindo, as pessoas sao alegres de verdade. Ja aqui dificilmente vc ver pessoas em grupos, nas ruas e muito menos dando gargalhadas. Nas ruas so se ver carros e casas fechadas. Aqui tudo e muito lindo e organizado mas nao tem vida. A cultura do americano e apenas fazer compra, se intupir de remedios e ter uma cachorro. Entao depois disso tudo eu me pergunto. Sera que vale a pena mesmo? Aqui vc pode ganhar mais dinheiro, mas sera que ter muito dinheiro e tudo nessa vida? Aqui vc pode ter mais seguranca, mas sera que voce e obrigado a morrer assaltado se morasse no Brasil? Ja que aqui tb tem assaltos..Gente, sinceramente essas duas coisas sao as unicas vantagens que eu vejo em morar aqui, dinheiro e menos viloencia pois em todas as outras nao vale a pena. Eu amadureci muito com o sofrimento de viver longe do Brasil e eu vejo que eu sou uma pessoa mais certa do que eu remente quero da vida e pode ter certeza que nao e dinheiro. Podem me dar um milhao de dolares aqui na minha mao para eu continuar aqui e nunca mais voltar pro Brasil que eu rejeito na hora. Eu aprendi que a gente nao veio a esse mundo so para ter dinheiro, comprar uma casa e um carro. A vida nao e so isso. A vida e viver em comunidade, e sentir esse calor humano, e solidariedade, e valorizar a familia, e saber que a felicidade esta dentro de vc, e estar perto das pessoas!!!!!. E tao mais alem do que esses capitalismo louco!!!!! Entao a conclusao que da para se tirar e essa Quando vc tem seu emprego, estudou, tem sua casa, nao vale a pena colocar tudo para o alto para conseguir essas mesmas coisas aqui e ao mesmo tempo perder o amor da sua familia dos amigos e muito mais. Mas eu nao me arrependo de ter vindo porque eu nunca me arrependi de nada, ate porque tem coisa boa aqui tambem.. Mesmo me preocupando um pouco sobre meu marido que e estrangeiro em morar no Brasil eu to pensando seriamente em voltar. E vir para os EUA so para as coisas boas que e passear e fazer compras hehehe.. Eu poderia passar o dia inteiro aqui colocando mais razoes que mostram que os EUA nao e o paraiso que globo pinta, mas acho que ja escrevi demais hehehe..

    • Maria Cristina permalink
      27/11/2013 13:59

      Oi Nara, eu concordo com você plenamente, aconteceu comigo e tenho os mesmos sentimentos que os seus. Eu vinha sempre de férias, só para fazer compras e curtir e então me casei ano passado, vivo numa cidade do interior dos Estados Unidos, a adaptação está sendo difícil mesmo, e gostaria de voltar um dia, tinha meu emprego de secretária bilíngue e tudo organizado, apostei nessa mudança, mas na cidade que moro só tem empregos relacionados a área médica e supermercados. As pessoas são reservadas e se torna difícil a expansão dos relacionamentos, muitos são superficiais e às vezes nos sentimos sós, como você disse sem aquele calor humano. O meu marido já tem mais idade e não deixaria o País, ele esteve comigo no Brasil, gostou mas não demonstrou entusiasmo como nós latinos que vivenciamos tudo com muita paixão e alegria, gasto um dinheirão ligando para os amigos e parentes para ficar um pouquinho mais perto. Enfim Nara tudo que você falou eu concordo e digo que nada é perfeito, temos que aprender a conviver e tirar o melhor desse convívio e qualquer dia voltamos para nossas raízes e com muitas histórias e experiências. Felicidades!

  127. 30/11/2013 18:16

    Viver no exterior e a melhor coisa que voce pode ter,tem outros costumes,as pessoas no Norte do Pais Portugal sao mais carinhosas.Tem mais oportunidades,O clima e completamente diferente,Quando e inverno,e mesmo frio.Quando e verao e mesmo verao.Estou a falar do meu Pais Portugal.Mas lhe digo uma coisa se voce for ao meu Pai nunca mais quer voltar.Tem turismo maravilhoso.O Norte apesar do Inverno ser muito frio,e maravilhoso,aquelas planicieas esverdiadas,cheia de flores quando entra a Primavera.Os comeres sao diferentes mas qualquer pessoa fica satisfeita.Quanto a roubes tambem existem,mas nunca mais se ve aquela pessoa que roubou quando e apanhada.Qualquer pessoa pode andar de noite fora de hora que ninguem lhe toca.E maravilhoso.O Transito e correto,E os peoes respeitam a regra da prioridade.No futebol e mais rigido,aquele jogador que vier para qualquer time dos grandes,e que saiba marcar golos.A partir do segundo ano tem de marcar um por cada jogo.Se ele for substituido por qualquer jogador.Ja nunca mais joga naquele time e vendido,isso acontecia quando eu estava em Portugal.Agora ja me encontro ha 19 anos ja nao sei.Mas falta falar do sul do Pais que e cheio de turistas,nao ha frio nem no inverno nem no Verao.Nessa epoca chega atingir entre 38 a 40 graus a sombra.E no inverno a agua tem a temperatura de 20 graus.

  128. mauricio permalink
    10/12/2013 3:52

    Olá pessoalOlá pessoal. Gostaria muito da ajuda de vc, hj moro no brasil. Mas gosta
    ria de me mudar ao exterior pelo fato de violência, mas nao sei falar inglês e me emprego um pouco em espanhol. Gostaria muito de aprender, . E trabalhar e viver, nao quero ficar rico, apenas viver bem.tenho muita vontade de aprender.

    • Maria Cristina permalink
      10/12/2013 21:45

      Olá Mauricio sugiro que você faça primeiro um intercambio e aprenda inglês nos Estados Unidos , Inglaterra, Australia ou Nova Zelandia e depois você saberá como decidir e terá uma idéia melhor de onde você irá viver e trabalhar. Muito boa sorte.

  129. 11/12/2013 23:25

    Li muitos destes comentários e há extremos aí que devem ser levados em consideração. Primeiro que há dois mundos, pessoas que não tem qualificação e portanto não arrumam emprego NEM MESMO NO BRASIL e pessoas qualificadas que tem experiência, bom emprego e estabilidade e portanto, demanda por seus serviços fora do Brasil.
    Se você faz parte do primeiro grupo, ou se você é SINDICALISTA, POLÍTICO OU FUNCIONARIO PUBLICO definitivamente você não serve pra imigrante pois já tem seu futuro garantido com base nas contribuições do resto da sociedade, aqui no Brasil o caminho mais fácil pra ser rico é virar funcionario publico isso é muito bem documentado pela imprensa e o novo ELdorado brasileiro são os concursos publicos, então se voce tem vocaçao pra ser encostado na vida, ganhar muito pra não fazer nada, bater seu ponto e o resto que se dane então voce está no país certo, o Brasil é o seu país.
    Agora se você não tem capacidade nem pra arrumar emprego no seu próprio país, não consegue vaga de emprego nem mesmo nas cidades mais ricas como São Paulo ou Rio de Janeiro então meu caro sua situaçao está péssima, você não vai conseguir emprego lá fora mesmo, dificilmente na ilegalidade quem sabe um bico mas isso é muito arriscado e você vai correr riscos desnecessários, se está no segundo grupo então fique aqui e estude, faça uma faculdade e vá a luta! Nada vai cair do céu, o governo pode até te dar uma bolsa esmola mas ainda assim vai continuar um zero esquerda na vida, então eu te indico estudar, entra no ENEM, tire uma nota decente e vá a luta.
    Agora se você faz parte do terceiro grupo, pessoas que são da INICIATIVA PRIVADA, trabalham, gostam de estudar, tem emprego farto aqui no Brasil então aí sim, a imigração (emigração do Brasil o portugues tem seus truques) é o seu caso.
    Te digo isso meu amigo pois você sustenta muita gente nas suas costas, se você é empresário pior ainda, você sustenta também um sistema governamental bizarro que suga boa parte do seu lucro. Se você não herdou seu negócio dos pais, se ainda não é milionário e pensa em ir embora quem sabe, aí sim essa seja a solução.
    Tenho um amigo que trabalhou comigo em 2003 e hoje mora na Australia, está feliz, empregado e gosta do que faz, esse papo de preconceito e os cambau é besteira de gente com mania de perseguição, se você tem qualificações, trabalha direito e é competente será sempre valorizado mesmo sendo estrangeiro.
    Tem pessoas aqui que não tem capacidade de arrumar emprego nem aqui no Brasil que é o seu país de origem, caras que se formaram em Direito e acham que isso conta lá fora (graças a Deus as leis brasileiras não tem nada a ver lá fora), áreas sociais (isso é a mesma coisa não tem futuro em outro país), pedagogos, artistas e outros caras que aqui se acham mas lá fora não servem pra nada e tantos outros que só servem de testa de ferro pra político e sindicatos, essa gente definitivamente NÃO SERVE PRA IMIGRAÇÃO, muito menos como pessoas acima que trabalharam em estatais, maior cabide de emprego do mundo! Este conselho é valido somente pra quem aceita um desafio, quer crescer na vida e principalmente, tem demanda de trabalho lá fora.
    Estude sobre o que cada país demanda de profissionais e tem carência, ninguém vai te dar um emprego sabendo que tem muita gente de sua propria nacionalidade que poderão fazer o serviço. Vamos largar de choradeira pois o mundo é pra quem é forte e nao pra lesmas!

    • Indiananara permalink
      15/01/2014 13:41

      Dependendo da área do Direito que você escolhe atuar é possível sim. Principalmente na área do Direito Internacional Privado, até mesmo o Público (mais difícil, mas que possibilita sim trabalho lá fora).

  130. Nara permalink
    18/12/2013 21:17

    Vcs brasileiros que tem esse sonho de sair do brasil se lerem todos os comentarios vao se dar conta que a experiencia das pessoas que moram no exterior nao e perfeita como vcs acham….todos passam ou passaram por momentos extremamente dificeis..muitas perdas……nao tenham a ilusao que o exterior e um brasil melhorado…nao tenham a ilusao que vai ser aqui que vcs vao se livrar dos problemas do brasil…vcs tem um sonho de morar em um brasil mais seguro e organizado e assim acham que morando no exterior vcs terao isso…Nao nao e nao..!!!!!!!!!!!!.Aqui nao e um brasil sem problemas …aqui e um lugar TOTALMENTE diferente!!!!!! Aqui vc perde sua identidade..Mas so entende quem passa na pele e eu queria que os mais revoltados venham morar no exterior e percebam isso que estou falando na propria pele… Gente revoltada com seu proprio pais existe em todo canto…ou vcs pensam que todos os americanos sao felizes morando aqui? Se aqui e o pais que tem mais depressao ….. Revoltadinhos existe em qualquer lugar do mundo porque sao pessoas que so enxergam o lado ruim das coisas…Ficar longe do brasil me fez enxergar tanta coisa linda que existe ai e nao existe aqui….por isso eu insisto…Aqui nao e um Brasil perfeito..deixem de ilusao…trabalhem ganhem dinheiro e venham so para passear..porque para passear sim e um paraiso mas para morar venham sentir na pele essa emocao kkkk

    • Maria Cristina permalink
      18/12/2013 23:18

      Concordo com seu comentário e sinto ter descoberto agora, pois até então tinha alimentado essa ilusão por muitos anos.

      • Melo permalink
        22/01/2014 6:17

        Olá , Maria Cristina. tenho 41 anos, nível superior , servidor público, e estou querendo tirar uma licença por um/dois anos para experimentar essa saída do Brasil, para que, em um momento posterior, possa decidir sair (ou não) definitivamente. Permita-me, por favor, consultar-lhe: Pela sua experiência, qual maneira mais viável ?
        Estou querendo ir aos EUA , Austrália ou Canadá. .
        Objetivos: Estudar o idioma, trabalhar etc…
        Grato.

      • Maria Cristina permalink
        23/01/2014 18:25

        Olá Melo, concordo da maneira como você está pensando, muito pé no chão, creio que você precise antes de mais nada um curso de inglês intensivo, pelo menos o básico para que você esteja apto para se comunicar, mesmo planejando um curso de inglês sendo nos Estados Unidos, Austrália, Canadá ou Nova Zelândia. Faça uma pesquisa com algumas agências que fazem intercâmbio e veja qual seria o tempo necessário para você fazer o curso de inglês no exterior, as cidades grandes são muito caras, procure se for o caso Estados Unidos, as pequenas cidades, onde tudo é mais calmo e você pode absorver melhor os estudos e observar os costumes e estar engajado com a cultura do lugar. Algumas Universidades também oferecem curso de inglês para estrangeiros , dá uma conferida, se você mora no Rio ou São.Paulo a (Fulbright Brasil) tem uma lista e pode te orientar. Quanto a trabalhar, você tendo curso superior é um plus a mais, mas é preciso ter uma empresa que patrocine você no Brasil, no caso uma empresa privada, ou mesmo depois se você tiver condições de fazer um mestrado, algumas universidades oferecem trabalho no campus, meio expediente no verão por exemplo… tudo é uma questão de você observar, sentir quando estiver no local escolhido para estudar e claro ter uma boa comunicação, fazer bons contatos e com sua experiência adquirida no Brasil também. Desejo sucesso e um bom direcionamento na sua escolha. Qualquer informação pode escrever novamente, estou pronta para lhe passar mais dicas. Abraços, Maria Cristina.

      • Melo permalink
        24/01/2014 4:06

        Olá, Maria Cristina. Antes de mais nada quero agradecer imensamente a atenção dispensada. Você poderia citar, por exemplo, algumas cidades pequenas dos Estados Unidos que eu pudesse, inicialmente, começar? outra coisa, podemos manter contato pelo Facebook ou Email? Grato.
        Email: melo.eagle@gmail.com

      • Maria Cristina permalink
        15/02/2014 16:10

        Obrigada por responder meu comentário. Podemos sim, e já anotei seu e-mail, breve estarei enviando algumas dicas sobre cidades do interior, para que você possa analisar e pesquisar a que melhor se adapta ao seu estilo de vida. Abraços.

  131. Beatriz Fernandez permalink
    08/01/2014 13:08

    Olá Pessoal, Li quase todos os comentários e percebo que as opiniões são bem distintas de acordo com a experiência pessoal de cada um, gostei muito do seu comentário José Carlos, mas fiquei em dúvida em relação a parte em que você diz “Agora se você faz parte do terceiro grupo, pessoas que são da INICIATIVA PRIVADA, trabalham, gostam de estudar, tem emprego farto aqui no Brasil então aí sim, a imigração “.
    Gostaria de saber, o que seria um emprego farto aqui no Brasil? Quais os critérios deveríamos avaliar para determinarmos nossos empregos fartos ou não? Deveríamos levar em consideração quantos salários mínimos? Isso se aplica somente a quem ganha muuuito dinheiro e por isso paga muitos impostos?
    Concordo com a opinião de que pessoas com cargos públicos podem ficar de boa na lagoa, mas assim como em qualquer outra posição social, nada se faz sem movimento.
    Tenho 25 anos, sou de uma cidade minuscula do interior de São Paulo, e ainda não consegui terminar a faculdade, porque aos 15 anos fui mãe de uma linda e educadíssima menina que já completou seu 10° aniversário, não me arrependo de ter sido mãe tão cedo, apesar de compreender as consequências desse fato, vocês podem pensar que isso não tem nada haver com o assunto abordado aqui mas pra mim faz todo sentido.
    Sou vendedora de veículos, não sei se tenho um salário farto, mas não tenho muitas facilidades por aqui não, tenho um amigo que foi recentemente para o Canadá, vai se casar e só tem coisas boas a me dizer… Bom meu plano é terminar a minha faculdade de Administração, e partir pro Canadá pra fazer a pós-graduação lá, e sendo assim, tentar ao máximo a permanência, minha filha nesse período ficaria com meu irmão, até eu ter condições de recebe-la, ou se, por qualquer motivo, eu não conseguisse emprego e não tivesse condições de permanecer, volto ao Brasil e tento o tão concorrido Concurso Público, tenho planos de tentar guardar dinheiro lá também, mas a minha real intenção em ir, é ficar pra poder levar a minha filha… se é pra trabalhar aqui e nunca conseguir ter nada pela quantidade de impostos embutidos em tudo, que eu vá pro exterior e trabalhe lá, ao menos, minha filha tem a oportunidade de conhecer essa cultura com uma idade bem mais propícia á oportunidades.

    Conselhos ou Opiniões?

    • Indiananara permalink
      15/01/2014 14:15

      Concordo com você, Beatriz. Não tenho filhos, mas quero uma vida melhor para mim. Estou pensando em fazer uma pós e ficar de vez (só que na Inglaterra). Vai passando o tempo e a gente vê que não fez o que gostaria porque não teve condições. Um país em que há imposto cobrado em cima de outro imposto que você paga e não ter o retorno é desestimulante. Se eu pudesse, iria embora e ainda levava os meus pais.

  132. 11/01/2014 16:08

    SEM NENHUM MEDO DE ERRAR, VALE TOTALMENTE À PENA NO SENTIDO SUPERLATIVO DA PALAVRA E A ÚNICA QUESTÃO QUE PESA SÃO AS CONDIÇÕES MATERIAIS, NA MEDIDA EM QUE O CÂMBIO AQUI É MANTIDO DE UMA FORMA TOTALMENTE ARTIFICIAL E ONDE IMPERA UMA POLÍTICA DRACONIANA DE ARROCHO SALARIAL PROPICIADA PELA BAIXA PRODUTIVIDADE DAS EMPRESAS, DESINDUSTRIALIZAÇÃO, FALTA DE INFRA ESTRUTURA, INFLAÇÃO ETC…

  133. 11/01/2014 16:14

    AQUELES QUE DEFENDEM O CONTRÁRIO, QUE VENHAM PRA CÁ E VIVAM A REALIDADE DIÁRIA, EM RELAÇÃO AS MAZELAS POLÍTICAS, POIS NÃO TEM COMO SE VIVER OU SER ALHEIO A TUDO ISSO NA MEDIDA EM COMO SOMOS AFETADOS DIRETAMENTE , POR TODA ESSA ONDA DE DESCONFIANÇA QUE EXISTE DE LADO A LADO…

  134. Indianara permalink
    14/01/2014 20:04

    O meu caso já é diferente. Gosto do Brasil, mas não me sinto feliz aqui. Não que eu seja infeliz, mas como se não me encaixasse aqui. Estou pensando em fazer um intercâmbio em Londres, minha paixão desde que me entendo por gente, e ver como é. Quem sabe me mudo pra lá e fico de vez?
    Vocês que estão morando no exterior, como foi que vocês decidiram ir ou como aconteceu?

  135. Indiananara permalink
    15/01/2014 14:04

    Oi, pessoal! Encontrei o blog de vocês numa pesquisa no Pai Google. Moro no Brasil e pretendo me mudar para Londres. Estou pensando em fazer um intercâmbio primeiro para conhecer o ambiente e, principalmente, opções de trabalho. Termino meu curso de Direito aqui em dezembro deste ano e quero ir assim que formar.
    Parece meio incongruente fazer esse curso e querer mudar para o exterior (as leis não tem nada a ver de um pais para outro), mas me fez enxergar as coisas por uma perspectiva diferente.
    Gosto do Brasil, tenho família aqui e tudo, mas tenho a sensação de que não é onde me encaixo. Além disso, o Brasil não te proporciona uma vida com qualidade. As coisas são caras, as remunerações são baixas. Você se mata de trabalhar para ter um mínimo de vida. Se fizer uma viagem por ano pode-se considerar feliz. Se você estuda, deve ter consciência de que seu salário ficará mais de 80% destinado a isso, a menos que tenha uma bolsa do governo ou (pior) entre num sistema de financiamento e só comece a pagar dois anos após o término do curso com uma facada de tributos nas costas.
    Não vou nem mencionar o problema da corrupção porque isso todos já estamos carecas de saber. Parece um vírus da Aids, que está impregnado nesse país e não sai nunca (com o perdão da comparação, mas cheguei à conclusão de que é o melhor exemplo).
    Acho que, na verdade, estou desmotivada com o Brasil e não acredito com sinceridade de que vá melhorar. Também sei que os países ditos de primeiro mundo não são perfeitos, mas proporcionam um vida um pouco mais digna e prazerosa que aqui.

    • Fernando permalink
      13/06/2014 12:55

      Prezada Indiananara,
      O melhor conselho que lhe posso dar é, se esforce passe na OAB, como se fosse um pré requisito. E depois vá experimentar o seu sonho de morar fora. Assim você será mais feliz. Lhe digo isso porque passei as duas experiências com pessoas íntimas uma passando antes na OAB e está feliz e outra tentando passar depois e nunca conseguindo e se culpando até hoje nao está completamente feliz. Boas escolhas trazem felicidade. Boa sorte !
      Fernando

  136. 04/02/2014 1:17

    Olá!
    Muito bom ler esses testemunhos de pessoas experientes e corajosas! Um sentimento recorrente entre todos é o da saudade e laços com os familiares, amigos… Para mim, talvez não doesse tanto. Sou de Recife e experimentei morar 4 anos sozinha em São Paulo, foi difícil, mas fui feliz… Quando voltei pra minha terra, achei tudo lindo, adorava ouvir de novo o sotaque, me danei a comer as comidinhas típicas… mas, logo, o ‘bichinho’ da viagem e de viver em outro lugar começou a me incomodar, me agitando para alçar voo novamente! Pernambuco sempre vai ser parte de quem sou, mas a verdade, verdade mesmo, é que eu não me vejo criando mais raízes aqui. Tenho poucos parentes e amigos; por mim, os levaria comigo, pois tenho ***pavor*** de deixá-los completamente à mercê da violência do Brasil. É como se, ficando aqui, eu pudesse ajudá-los contra isso, o que, no fundo, considero uma grande ilusão… Por outro lado, nunca morei noutro país, mas vontade de me fixar na Europa não falta, pelo pouco que conheci mochilando por lá. Admiro quem simplesmente vai viver noutro canto do mundo, admiro quem fica no mesmo lugar a vida inteira… Cada vez mais, percebo que tenho que apostar nos meus sonhos… e ir!
    Se quiserem conhecer o meu blog, estão todos convidados, é o Casei Com o Mundo. Beijos e abraços!

  137. 20/02/2014 20:16

    MEU GRANDE SONHO É DE MORAR NA ITÁLIA COM MINHA FAMILIA ,MAS TUDO DEPENDE SEMPRE SE TEM ALGUÉM QUE TE AJUDE LA!!.MAS COLOCO MIHA VIDA E A DE MINHA FAMILIA NAS MÃOS DO DEUS PAI!!!!UM DIA QUEM SABE EU IREI REALIZAR ESSE GRANDE SONHO.Me desculpe pelos erros.não sou muito boa nisso!!

  138. 13/03/2014 0:46

    USA FOREVER! THE BETTER PLACE OF THE WORLD! HEY HO LET´S GO!

  139. very permalink
    18/04/2014 2:55

    morei quinze anos no Japão sem saber muito sobre tudo e todos de lá foi como reconhecer uma das partes da criação divina que é agradecido por eles da forma como lhes foi permitida Amo o Japão porque antes aprendi amar o Brasil que está em desenvolvimento e precisa de ajuda por ser um gigante pouco delicado

  140. sindy permalink
    20/05/2014 17:45

    Ultimamente eu tenho tido muita vontade de morar fora do brasil, eu não sou uma pessoa apegada a família e amigos, tanto é que faz quase 1 ano que não vejo minha mãe que seria meu parente mais próximo, e isso não me faz falta.
    Sou eu e meu marido e agora um filho, eu penso em morar fora do brasil daqui uns 10 anos, não me importaria de trabalhar em qualquer tipo de emprego, deixar de ser chamado de Dra. para ser chamada de garçonete, eu só queria um pouco de tranquilidade para minha vida e vida da minha família.
    Será que eu me adaptaria bem ?
    meu perfil é introspectiva , pouco amigos , adora aprender coisas novas, sou bem flexível, não tenho apego a coisas materiais nem a pessoas, e ai será que meu perfil se daria bem em qual país ?

  141. Finolila permalink
    15/06/2014 21:45

    Eu ODEIO o brasil, brasil com letra minúscula mesmo. Quantas decepções nesse lugar. Agora, que estamos vivendo a Copa nesse fim de mundo, todo mundo veste a camisa e parece – só parece- patriota. Na verdade, é um povo ignorante e covarde, incapaz de lutar por seus direitos e fazer-se cumprir os deveres, e isso não tem nada a ver com leis e sim com educação. Mas o que dizer de um povo de vota num sujeito que tem negócios com narcotraficantes? E não bastasse isso, ainda elegem uma criatura que matou, roubou, sequestrou e conspirou contra a nação? Eu não suporto viver no antro no meio dos irracionais. Impossível A gente tenta conversar, ensinar ou se mostrar educado, mas não resolve, aqui, as tentativas de melhora não fazem efeito. O povo aqui não sabe o que é educação…aliás, isso aqui não é valorizado porque o importante para o brasileiro é o dinheiro, e só. Cansei que ir a restaurantes caros, ver gente bem vestida que sequer tem boas maneiras à mesa, que nem sabe segurar os talhares, mas anda de BMW, conversa alto, é indiscreta. Olha, que nojo! Graças a Deus, pude trabalhar e viajar ao exterior durante minhas férias e conviver com o primeiro mundo vez ou outra. Quando visitei Londres, voltei p o brasil chorando. Que gente polida! Outra coisa. Mas por causa de exemplares mal feitos, temos má fama no mundo todo. Eu queria muito sair daqui, para nunca mais voltar, mas meu marido, minha família e meus cães..como eu faço? Infelizmente, tenho que ficar por conta dos laços que tenho e se não fosse isso, já estaria lá fora. A todos que decidiram ir: não nos envergonhe! Mostrem ao mundo que podemos ser sociáveis, educados e gentis, e não mesquinhos e “carnavalesco”, que é o estereótipo que têm de nós, Boa sorte a todos.

  142. 30/06/2014 18:30

    Ola pessoal meu e samantha meu sonho e morar em portugal pq e um lugar tranquilo e um lugar muito gostoso de se morar entao la que e meu destino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 930 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: